Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Anatomia Humana, Uma Disciplina que Causa Evasão e Exclusão: Quando a Hipótese Principal Não se Confirma

DOI: http://dx.doi.org/10.15602/1983-9480/cmedh.v14n28p45-59

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ipa/index.php/EDH/index 

downloadpdf

Bruno L. Piazza1 & Attico I. Chassot2

 

Resumo: Esta pesquisa é do tipo descritiva exploratória e tem por objetivo investigar possíveis causas de evasão e exclusão na disciplina de Anatomia Humana dos cursos de Educação Física (Licenciatura e Bacharelado), no Centro Universitário Metodista do IPA. A pesquisa levanta questões e implicações com relação ao método de ensino do professor da disciplina e compara o método clássico de ensinar a Anatomia Humana com métodos mais atuais e inovadores. A disciplina de Anatomia Humana é de caráter básico e imprescindível para a formação de um futuro Educador Físico. Os dados foram coletados com dois questionários aplicados a uma turma de 32 alunos dos cursos de Educação Física matriculados na disciplina de Anatomia Humana em 2011. Pela não confirmação da hipótese principal foi necessário posteriormente coletar outros dados por meio de duas entrevistas. Pode-se constatar que um método diferenciado de ensinar a Anatomia Humana evita que os alunos se sintam excluídos ou abandonem a disciplina.

Palavras-chave: Anatomia Humana – Alunos – Educação Física – Evasão – Exclusão e métodos de ensino.

 

Abstract: This type of research is exploratory and descriptive and study investigates possible causes of truancy and exclusion in the discipline of Human Anatomy in Physical Education courses at Methodist University IPA. The research raises questions and implications for the method of teaching the subject teacher and compares the classical method of teaching human anatomy with the most current and innovative methods. The discipline of Human Anatomy is the basic character and indispensable to the formation of future physical educators. Data were collected with questionnaires applied to a class of 32 students of Physical Education enrolled in the discipline of Anatomy in 2011. Later other data were collected through two interviews. You can see that a different method of teaching human anatomy prevents students feel excluded or abandon discipline.

Key words: Students – Evasion – Exclusion – Human Anatomy – Physical Education and teaching methods. 

 

1 Mestre em Reabilitação e Inclusão pelo Centro Universitário Metodista, do IPA.
2 Professor Orientador, Pós-doutorado na Universidade Complutense de Madri, atualmente é professor e pesquisador do Centro Universitário Metodista do IPA e da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI).

 

Literatura Citada

ANDIFES/ABRUEM, Brasília, 1995. Disponível em:<http://www.mec.gov.br>. Acesso em: 19 out. 2011.

AULA DE ANATOMIA. Disponível em: <http://www.auladeanatomia.com>. Acesso em: 14 nov. 2011.

BACKHOUSE, K .M; HUTCHINGS, R .T. Atlas colorido de anatomia de superfície clinica e aplicada. São Paulo: Manole, 1989.

BARRETO, Gilson; de OLIVEIRA, Marcelo, G. A arte secreta de Michelangelo. Uma lição de Anatomia Humana na Capela Sistina. São Paulo: Arx, 2004.

BENAKOUCHE, R. Inclusão Universitária: pequenas reflexões a partir de uma grande experimentação social. 2002. Disponível em: <http://www.portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/palestra12.pdf>.Acesso em: 25 jun. 2010.

BIASUTTO, S. N; CAUSSA, L. I; DEL RIO, L. E. C. Teaching anatomy: Cadavers vs computers? Annals of Anatomy. Jul. 2006, V. 188, págs. 187-190. Disponível em: <http://www.auladeanatomia.com/ensinodaanatomia.pdf>. Acesso em: 25 nov. 2011.

BRUECKNER, Jennifer; MacPHERSON, Brian R. Benefits from peer teaching in the dental gross anatomy laboratory. Dental Education, maio 2004, V. 8. Disponível em: <http://www.mededuc.com>. Acesso em: 25 jun. 2010.

CABRAL, Etenildo Dantas e BARBOSA, Joanna Martins Novais. La Opinión de los Alumnos Sobre la Utilización de Salas de Informática para la Enseñanza de la Anatomía. Int. J. Morphol. [online]. 2005, vol.23. Disponível em: <http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95022005000300013&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 0717-9502. Acesso em: 25 jun. 2010.

CARITÁ, C.C; SILVA, S.S; VERRI, E. D; CASTRO, M. E. N. R. Anatomia Humana aplicada a Enfermagem: adequação de conteúdo para disciplina semipresencial. UNAERP 2007. Disponível em: <http://www.abed.org.br/congresso2007/tc/55200731400PM.pdf>. Acesso em: 23 set. 2010.

CASTRO, S. V. Anatomia Fundamental. 3ª ed. São Paulo: Makron Books do Brasil, 1985.

CHAGAS, J. Cadáver desconhecido- Importância histórica e acadêmica para o estudo da anatomia humana. São Paulo: Unifesp, 2001. 137 p. Dissertação (Mestrado em Morfologia). Departamento Ciências Morfológicas, Universidade Federal de São Paulo- Escola Paulista de Medicina, 2001. Disponível em: <http://www.googleacademico.com.br> Acesso em: 1 de nov. 2011.

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE, Resolução 196/96. Disponível em: <http://www.conselho.saude.gov.br>. Acesso em: 19 de out. 2011.

DANGELO, J. G; FATTINI, C. A. Anatomia humana sistêmica e segmentada. 2ª ed. São Paulo: Atheneu, 2003.

DAVIS, C.; OLIVEIRA, Z. Psicologia na Educação. 2ª ed. São Paulo: Editora Autores Associados, 1996.

DIDIO, L. J. A. Sinopse de Anatomia. Rio de Janeiro: ed. Guanabara Koogan, 1974.

FONSECA, Denise Grosso da. (In)disciplina na escola: desafios e perspectivas. In: RODRIGUES, C.C; AZEVEDO, J.C; POLIDORI, M.M. (Org.) Os desafios na escola: olhares diversos sobre questões cotidianas. Porto Alegre: Editora Universitária Metodista IPA & Editora Sulina, 2010, p.69-86.

FONTANELLA, Bruno José Barcellos; RICAS, Janete; TURATO, Egberto Ribeiro. Saturation sampling in qualitative health research: theoretical contributions. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 24, n. 1, 2008 . doi

GRAY, H. Anatomia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1977.

GAUTHIER, Jacques Henri Maurice et al. Pesquisa em enfermagem: novas metodologias aplicadas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1999.

HEYLINGS, D. F. A. Anatomy 1999 – 2000: the curriculum, Who teaches it and how? Medical Education, 2002, V. 36. Disponível em: <http://www.mededuc.com>. Acesso em: 25 set. 2010.

INSULL, P. J; KEJRIWAL, R; BLYTH, P. Surgical inclination and anatomy teaching at the university of Auckland. Royal Australasian college of surgeons, 2006, V. 76. Disponível em: <http://www.mededuc.com> . Acesso em: 25 set. 2010.

KRYCH, Aaron J. et all. Reciprocal peer teaching: students teaching students in the gross anatomy laboratory. Medical Education, 2005, V. 18. Disponível em: <http://www.pubmed.com>. Acesso em: 20 set. 2010.

LEOPARDI, Maria Tereza. Metodologia da pesquisa na Saúde. In:LEOPARDI, Maria Tereza. Fundamentos gerais da produção científica. Santa Maria: Pallotti, 2001, p. 135-136, 138-139.

Manual de Elaboração de Trabalhos Acadêmicos (manuscrito): referenciado pelas normas gerais conforme a ABNT/ Centro Universitário Metodista do IPA. Porto Alegre, 2011.

McLACHLAN, John C.; BLIGH, John; BLADLEY, Paul; SEARLE, Judy. Teaching anatomy without cadavers. Medical Education, abril 2004, V. 38. Disponível em: <http://www.3intersciense.wiley.com>. Acesso em: 20 set. 2010.

McLACHLAN, John C.; PATTEN, Debra. Anatomy teaching: ghosts of the past, present and future. Medical Education, mar. 2006, V. 40. Disponível em: <http://www.mededuc.com>. Acesso em: 19 out. 2010.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (BRASIL). Secretaria de Ensino Superior. Comissão Especial de Estudos Sobre a Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras.

MITCHELL, B.S; McCRORIE, P.; SEDGWICK, P. Student attitudes towards anatomy teaching and learning in multiprofessional contex. Medical Education, jul. 2004, V. 38. Disponivel em: <http://www.mededuc.com>. Acesso em: 19 out. 2010.

MOORE, K. L. Anatomia orientada para a clínica. 4ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

MORAN, J. M. Mudanças na comunicação pessoal. São Paulo: Paulinas, 1998.

PANDEY, Pritti; ZIMITAT, Craig. Medical students learning of anatomy: memorisation, understanding and visualisation. Medical Education, 2007, V. 41. Disponível em: <http://www.mededuc.com>. Acesso em: 04 nov. 2010.

PERREIRA, José. A. et all. Effectiveness of using blended learning strategies for teaching and learning human anatomy. Medical Education, 2007, V. 41. Disponível em: <http://www.mededuc.com>. Acesso em: 04 nov. 2010.

PIAZZA, B. L. O ensino da anatomia humana nos cursos de Educação Física da região metropolitana de Porto Alegre. Rev. Ciência em movimento, Nº 26. Ed. Universitária Metodista do IPA: Porto Alegre, 2011. Versão on- line. Disponível em:<http://www.metodistadosul.edu.br/ciencia_movimento/>.

SOUZA, R. R. Anatomia para estudantes de Educação Física. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1982.

SPENCE, A. P. Anatomia humana básica. 2º ed. São Paulo: Manole, 1991.

TERREL, Mark. Anatomy of learning: instructional design principles for the anatomical sciences. Anatomical Record, 2006. Disponível em: <http://www.pubmed.com>. Acesso em: 04 nov. 2010.

VAN DE GRAFF, K. M. Perspectivas históricas. In: Anatomia Humana. 6ª ed. Barueri: Manole, 2003.

VIANNA, Ilca Oliveira de A. Metodologia do trabalho científico: um enfoque didático da produção científica. São Paulo: EPU, 2001.

WEINECK, J. Anatomia aplicada ao esporte. São Paulo: Manole, 1990.

WINKELMANN, Andreas. Anatomical dissection as a teaching method in medical school: a review the evidence. Medical Education, jan. 2007, V. 41. Disponível em:<http://www.mededuc.com>. Acesso em: 25 jun. 2010.

YOSHIDA, M.; OMOTO, M. H. H; SAITO, D. S; BORGUES, R; ARAÚJO, J. C ; FORNAZIERO, C. C ; ALVES, F. D. M . LocomoShow - Una Herramienta de apoyo a la enseñanza de anatomia humana. In: EDUTEC 2003, 2003, Caracas, 2003. Disponível em: <http://www.sagha.com.br/locomoshow/artigo03.asp - 45k>. Acesso em: 8 nov. 2010.