Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Compromisso da Universidade com a Empregabilidade: Concepção dos Egressos e Empregadores

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2236-9767/impulso.v22n54p73-84

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/impulso/index 

downloadpdf

Ortenila Sopelsa1, Mônica P. G. Rios2 & Luiz C. Lückmann3

 

Resumo: O objetivo da pesquisa foi identificar o perfil de formação apropriado à empregabilidade de egressos de cursos de Administração, Ciências Contábeis, Fisioterapia, Engenharia Civil e Publicidade e Propaganda da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Campus Joaçaba, de 2005 a 2009, e de empregadores destes. A coleta de dados foi feita mediante questionário com 150 egressos e entrevista com 10% deles e 10 empregadores. Para a maioria dos empregadores, a Unoesc proporciona aos egressos fundamentação teórica significativa, mas é preciso ênfase no desenvolvimento da capacidade criativa, trabalho em equipe, tomada de decisões, planejamento e execução e solução de problemas. Quanto aos egressos, 49% consideram que receberam ampla fundamentação teórica e 16%, amplamente a prática. A maioria destes considera que a graduação foi a formação que mais contribuiu. Evidenciamos a importância da formação continuada dos professores para contribuir para a inserção dos egressos no trabalho; da assessoria pedagógica e do sistema de avaliação existente na Unoesc; de diálogo, estudo e reflexão nos colegiados dos cursos; de o projeto político-pedagógico dos cursos contemplar, priorizar e viabilizar ações que visem às necessidades que emergiram nesta pesquisa; e de se rever metodologias e ações que contribuam para a qualidade do ensino e a aprendizagem efetiva.

Palavras-chave: currículo; egressos; empregabilidade.

 

Abstract: The objective of this research was to identify the most appropriate graduation profile for the employability of graduates of Business Administration, Accountancy, Physical Therapy, Civil Engineering and Advertising of the Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Campus Joaçaba, from 2005 to 2009, as well for their employers. The data were collected through a questionnaire applied to 150 graduates and interviews with 10% of the students and 10 employers. For most employers, the university provides students with significant theoretical knowledge, but it is necessary to develop creativity, teamwork, decision making, planning and execution and problem solving. Forty-nine per cent of the graduates think they obtained a wide theoretical formation and 16% consider it a practical one. The majority of them say the best training came from graduation. This study made it also possible to emphasize the importance of the ongoing teacher training to contribute to the insertion of professionals into the market; of the pedagogical support and the current evaluation system employed at Unoesc; of dialogue, study and reflection in the different colleges; the importance of the Political Pedagogical Project of each graduation program to cover, prioritize and make it viable to take actions that fulfill the needs which have arisen with this research; and to go over methods, approaches and techniques in order to contribute with the teaching quality and with the effective learning of students.

Key words: curriculum; graduates; employability.

 

1 Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) ortenila.sopelsa@unoesc.edu.br
2 Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) monica.rios@unoesc.edu.br
3 Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) luiz.luckmann@unoesc.edu.br

 

Literatura Citada

ALARCÃO, I. Escola reflexiva e nova racionalidade. Porto Alegre: Artmed, 2001.

CÂMARA, A. M. C. S. A formação e atuação do profissional fisioterapeuta: um estudo com egressos da UFMG 1982-2005. 2006. 158f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, 2006.

DOURADO, L. F.; OLIVEIRA, J. F; SANTOS, C. D. A. A qualidade da educação: conceitos e definições. Brasília: MEC/INEP, 2007.

FORQUIN, J-C. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

FRANCO, M. A. S. Pedagogia como Ciência da Educação. São Paulo: Cortez, 2008.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007.

KUENZER, A. Z. Pedagogia da fábrica: as relações de produção e educação do trabalhador. São Paulo: Cortez, 2002.

LÜCKMANN, L. C. Os pressupostos da modernidade e a universidade brasileira. Joaçaba: Unoesc, 2007.

MINARELLI, J. A. Empregabilidade: como ter trabalho e remuneração sempre. São Paulo: Gente, 1995.

NÓVOA, A. Vida de professores. Porto: Porto, 2000.

PUGUES, L. M. Estudo sobre o perfil dos egressos dos cursos de Ciências Contábeis do estado doRio Grande do Sul. 2008. 112f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, RS, 2008.

SAVIANI, D. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2007.

SOUSA, K. L. O. O caráter público do Sinaes e seu potencial de transformar o currículo das universidades. 2009. 189f. Tese (Doutorado em Educação e Currículo) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, 2009.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 11. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

TEIXEIRA, M. A. P. A experiência de transição entre a universidade e o mercado de trabalho. 2002. 168f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre,RS, 2002.

UNOESC-UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA. Planejamento estratégico 2010-2012. Joaçaba: Unoesc, 2010. (Série Documentos, 26).

VASQUEZ, A. S. Filosofia da práxis. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

ZABALZA, M. A. O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. Porto Alegre: Artmed, 2007.

ZULAUF, M. Ensino superior e desenvolvimento de habilidades para a empregabilidade: explorando a visão dos estudantes. Sociologias, Porto Alegre, a. 8, n. 16, p. 126-155, jul.-dez. 2006.