Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Trabalho Pedagógico: Qual Didática para qual Teorização?

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2236-9767/impulso.v22n53p73-82

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/impulso/index 

downloadpdf

Anna M. L. Padilha1

 

Resumo: Os formadores de professores correm riscos de isolar as contribuições teóricas de suas consequências práticas e/ou esperar que toda prática seja uma aplicação automática de uma teoria, quando desconsideram as dúvidas e necessidades dos professores, alegando que o como ensinar deve ficar por conta da autonomia de cada profissional. Assumindo a perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento humano de Lev S. Vigotski, a pedagogia histórico-crítica de Dermeval Saviani, e a enunciativo-discursiva de Mikhail M. Bakhtin, caminho, neste texto, na tentativa de refletir sobre a relação entre os aspectos teóricos e metodológicos do processo educativo escolar. Somente quando o aluno adquire consciência dos conceitos cotidianos que já elaborou em suas experiências de vida social é que consegue diferenciá-los dos conceitos científicos que a escola vai lhe ensinar. Somente quando sabe o que sabe pode elevar o nível de seus conhecimentos, o que acontecerá se a mediação pedagógica fizer sentido e caminhar nessa direção. Há ainda dificuldades a vencer quanto à elaboração de planos de atividades que contemplem, nas práticas cotidianas da escola, os princípios teóricos orientadores. A didática não está ultrapassada. Mas é preciso que respondamos: qual didática para qual teorização?

Palavras-chave: didática; escola; formação de professores; teoria e prática.

 

Abstract: Trainers of teachers run the risk of isolating theoretical contributions from their practical consequences and/or of waiting for all practice to be an immediate application of a theory, when disregarding doubts and needs of teachers, claiming that the how of teaching should be left to the autonomy of each professional. Adoptingthe perspectives of Lev S. Vigotski, with his historical-cultural ideas of human development, of Dermeval Saviani’s historical-critical pedagogy and the enunciative-discursive point of view of Mikhail M. Bakhtin, I move, in this text, towards reflecting about the relation between theoretical and methodological aspects of the educational process in the school. Only when students gain conscience of the common concepts already elaborated in their social life experiences can they differentiate them from the scientific concepts that the school will teach them. Only when they know what they know can they raise the level of their knowledge, which will happen if the pedagogical mediation makes sense and moves in that direction. There are still difficulties to overcome for the preparation of activity plans that include, in the daily activities of the school, the guiding theoretical principles. Didactics is not outdated. But it is necessary to answer the question: which didactics for which theorization?

Key words: didactics; school; teacher instruction; theory and practice.

 

1 Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) anapadi@terra.com.br 

 

Literatura Citada

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1992b.

FONTANA, R.A C.; CRUZ, N. Psicologia e trabalho pedagógico. São Paulo: Atual, 1997.

GASPARIN, J.L. Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2003.

LOMBARDI, J. C. Educação, ensino e formação profissional em Marx e Engels. In: LOMBARDI,

J.C e SAVIANI, D. (org.). Marxismo e educação: debates contemporâneos. Campinas: Autores Associados, 2005.

LUKÁCS, György. Prolegômenos para uma ontologia do ser social. São Paulo: Boitempo, 2010.

PADILHA, A.M.L. Práticas pedagógicas na educação especial: a capacidade de significar o mundo e a inserção cultural do deficiente mental. Campinas: Autores Associados, 2007.

RIBEIRO, M.L.S. Educação escolar: que prática é essa? Campinas: Autores Associados, 2001.

SAVIANI, D. Educação: do senso comum à consciência filosófica. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1986.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2003.

SAVIANI, D. Educação socialista, pedagogia histórico-crítica e os desafios da sociedade de classes. In: LOMBARDI, J.C e SAVIANI, D. (org.). Marxismo e educação: debates contemporâneos. Campinas: Autores Associados, 2005.

SILVA JÚNIOR, C. A. A escola pública como local de trabalho. São Paulo: Cortez, 1993.

VYGOTSKI, L.S. Obras escogidas. Vol. II. Madrid: Visor, 1993.