Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Psicanálise e Ética: Quando a Ciência Toca a Condição Humana

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2236-9767/impulso.v21n52p31-44

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/impulso/index 

downloadpdf

Jonas F. Cholfe1

 

Resumo: A psicanálise é um campo privilegiado para pensarmos as relações entre ciência, ética e arte, por envolver um problema filosófico fundamental: a relação entre ciência e condição humana. Trata-se de uma tentativa de circunscrever cientificamente um conjunto factual do qual fluidez e dificuldade de acesso são características intrínsecas. Paralelamente, vemos a preocupação com a crítica da situação humana tal como ela se encontra e de que maneira pode ser transformada “de um sofrimento histérico” para uma “infelicidade comum”. Por último, o desenvolvimento da técnica flerta com a estética na medida em que se constitui como um estilo a ser explorado, embora, ao mesmo tempo, pretenda a uma universalidade de princípios metodológicos própria de uma prática científica. Todas essas dimensões do pensamento sobre a constituição da mente humana articulam-se e se completam na prática e na teorização psicanalíticas, articulação essa cuja fundamentação é o objetivo deste trabalho.

Palavras-chave: psicanálise, freud, interpretação, ética, estética.

 

Abstract: A psicanálise é um campo privilegiado para pensarmos as relações entre ciência, ética e arte, por envolver um problema filosófico fundamental: a relação entre ciência e condição humana. Trata-se de uma tentativa de circunscrever cientificamente um conjunto factual do qual fluidez e dificuldade de acesso são características intrínsecas. Paralelamente, vemos a preocupação com a crítica da situação humana tal como ela se encontra e de que maneira pode ser transformada “de um sofrimento histérico” para uma “infelicidade comum”. Por último, o desenvolvimento da técnica flerta com a estética na medida em que se constitui como um estilo a ser explorado, embora, ao mesmo tempo, pretenda a uma universalidade de princípios metodológicos própria de uma prática científica. Todas essas dimensões do pensamento sobre a constituição da mente humana articulam-se e se completam na prática e na teorização psicanalíticas, articulação essa cuja fundamentação é o objetivo deste trabalho.

Key words: psychoanalysis, freud, interpretation, ethics, aesthetics.

 

1 Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep). jonasfch@ig.com.br 

 

Literatura Citada

BIRMAN, J. Psicanálise, ciência e cultura. Rio de Janeiro: Zahar, 1994.

FOUCAULT, M. Doença mental e psicologia. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1968 (original publicado em 1954).

FREUD, S. “Estudios sobre la histeria” (L. L. B. Torres, trad.). In: Obras completas de Sigmund Freud, v. I, pp. 39-168. Ed. Madri: Biblioteca Nueva, 1973 (original publicado em 1895).

FREUD, S. “La interpretacion de los sueños” (L. L. B. Torres, trad.). In: Obras completas de Sigmund Freud, v. I, pp. 344-720. Ed. Madri: Biblioteca Nueva, 1973 (original publicado em 1900).

FREUD, S.  “Sobre un tipo especial de la elección de objeto em el hombre” (L. L. B. Torres, trad.). In: Obras completas de Sigmund Freud, v. II, 1625-1630. Ed. Madri: Biblioteca Nueva, 1973 (original publicado em 1910).

FREUD, S. “Los dos princípios del funcionamiento mental” (L. L. B. Torres, trad.). In: Obras completas de Sigmund Freud, v. II, pp. 1638-1642. Ed. Madri: Biblioteca Nueva, 1973 (original publicado em 1911).

FREUD, S. “Lo inconsciente” (L. L. B. Torres, trad.). In: Obras completas de Sigmund Freud, v. II, pp. 2061-2082. Ed. Madri: Biblioteca Nueva, 1973 (original publicado em 1915).

FREUD, S. “Inhibicion, sintoma y angustia” (L. L. B. Torres, trad.). In: Obras completas de Sigmund Freud, v. III, pp. 2833-2883. Ed. Madri: Biblioteca Nueva, 1973 (original publicado em 1926).

FREUD, S. “El ‘yo’ e el ‘ello’” (L. L. B. Torres, trad.). In: Obras completas de Sigmund Freud, v. III, pp. 2701-2728. Ed. Madri: Biblioteca Nueva, 1973 (original publicado em 1923).

FREUD, S. “El malestar em la cultura” (L. L. B. Torres, trad.). In: Obras completas de Sigmund Freud, v. III, pp. 3017-3076. Ed. Madri: Biblioteca Nueva, 1973 (original publicado em 1930)

LO BIANCO, A. C. Freud: entre o movimento romântico e o pensamento científico do século XIX. Psyqué, São Paulo, v. 6 n. 10 pp. 149-160, 2002.

MERLEAU-PONTY, M. A Estrutura do comportamento. (M.V.M. Aguiar trad.) São Paulo: Martins Fontes, 2006 (original publicado em 1942).

SCHILLER, F. “Letters on aesthetical education of man”. In: The Project Gutenberg EBook of The AestheticalEssays, by Friedrich Schiller. December 10, 2004 [EBook #6798] (original publicado em 1795)

THÁ, F. Representação e pensamento na obra freudiana: preliminares para uma abordagem cognitiva. Ágora, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, pp. 109-128, jul./jan. 2004.