Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Conselho Comunitário de Segurança: Espaço de Efetivação da Cidadania

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2236-9767/impulso.v21n51p31-41

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/impulso/index 

downloadpdf

Márcia C. N. Scardueli1 & Maria A. Casagrande2

 

Resumo: Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa qualitativa realizada com membros do Conselho Comunitário de Segurança do município de Jacinto Machado, em Santa Catarina. O objetivo da pesquisa foi identificar as facilidades e as dificuldades enfrentadas na instalação do referido conselho, cujo propósito é mobilizar a sociedade para encontrar alternativas para os problemas de criminalidade. Para a coleta de dados, um questionário foi aplicado aos membros da diretoria do conselho, e o corpus da pesquisa foi composto por onze questionários respondidos, os quais foram analisados e tematizados. Como referencial teórico, foram utilizadas bibliografias que discutem, especialmente, a filosofia de polícia comunitária. A análise dos dados coletados permitiu evidenciar que a efetivação de medidas e ações de enfrentamento à violência e à criminalidade é um desafio da sociedade contemporânea. No município de Jacinto Machado essas ações já estão em andamento desde a implantação do Conselho Comunitário de Segurança, por meio do qual a própria comunidade tem discutido as alternativas para os problemas de segurança pública. Diante do exposto, pode- -se dizer que os cidadãos estão se comprometendo mais com sua própria segurança e que os referidos conselhos também podem ser um espaço de educação para a cidadania.

Palavras-chave: conselho Comunitário de Segurança; polícia comunitária; cidadania.

 

Abstract: This paper presents the results of a qualitative research with members of the Security Community Council in the city of Jacinto Machado, Santa Catarina. The aim was to identify the facilitiesand the difficulties faced in the implementation of the Council, whose purpose is to mobilize society to find alternatives to crimerelated problems. Data were collected through a questionnaire given to Council members and the research corpus was composed of 11 questionnaires, which were analyzed and examined. The theoretical framework was based on literature discussing especially the philosophy of Community Police. The data analysis showed that the implementation of measures and actions to combat violence and crime is a challenge of contemporary society. In Jacinto Machado, these actions are already underway since the implementation of the Security Community Council, through which the community discusses alternatives to public security issues. Given the above, it can be said that citizens are more committed to their own safety and that the referred councils may also be a space for education in citizenship.

Key words: security community council; community police; citizenship.

 

1 Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) mcnunes@pc.sc.gov.br
2 Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC/SC) maparecida@pc.sc.gov.br 

 

Literatura Citada

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. 23ª Ed. São Paulo: Saraiva, 2002.

BRASIL. Ministério da Justiça, SENASP. Plano Nacional de Segurança Pública. 2000. Disponível em: <http://www.observatoriodeseguranca.org/files/PNSP%202000.pdf >. Acesso em 16 março de 2012.

CERQUEIRA, C. M. N. (Org). Do patrulhamento ao policiamento comunitário. Coleção polícia amanhã: textos fundamentais de polícia. Rio de Janeiro e Nova York. 1ª Ed. Rio de Janeiro: FGV, 1999.

DIMENSTEIN, G. O cidadão de papel. 4. ed. São Paulo: Ática, 1994.

MARCINEIRO, N; PACHECO, G. C. Polícia Comunitária: Evoluindo para a polícia do Século XXI. Florianópolis: Insular, 2005.

MARCINEIRO, N. “Implantação do gerenciamento pela qualidade total na Polícia Militar de Santa Catarina: um estudo de caso”. 2001. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

MARCINEIRO, N. Polícia Comunitária: construindo segurança nas comunidades. Florianópolis: Insular, 2009.

MESQUITA NETO, P. “Policiamento Comunitário e prevenção do crime: a visão dos coronéis da Polícia Militar”. Revista São Paulo em Perspectiva, São Paulo, n. 18, p. 103-110, 2004.Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/spp/v18n1/22232.pdf>. Acesso em 05 de Outubro de 2007.

MORIN, E. “Complexidade e ética da solidariedade”. In: CASTRO, G; CARVALHO, E.A; ALMEIDA,

M.C. Ensaios da complexidade. Porto Alegre: Sulina, 2006, p. 11-20.

RAUEN, F. J. Roteiros de investigação científica. Tubarão: Editora Unisul, 2002.

SERRANO, A. S. “O papel do Conselho Comunitário de Segurança na promoção da cultura dos Direitos Humanos em Blumenau”. 2009. (Monografia especialização em Polícia Comunitária).UNISUL Virtual, Palhoça.

TROJANOWICZ, R; BUCQUEROUX, B. Policiamento comunitário: como começar. São Paulo: Polícia Militar do Estado de São Paulo, 2003.