Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Interfaces do Saber: O Uso das Tecnologias Digitais na Difusão do Conhecimento

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2236-9767/impulso.v20n50p85-94

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/impulso/index 

downloadpdf

Fernanda V. Campos1 & Carlos Pernisa Júnior2

 

Resumo: Diante dos avanços tecnológicos e das facilidades de acesso às mídias digitais ao longo dos tempos, deparamo-nos com a necessidade de inclusão das mídias digitais nas metodologias de ensino e difusão de conhecimento, mesmo que essas ferramentas ainda estejam em fase de avaliação ou rodeadas de polêmicas sobre sua utilização. A realidade atual engloba crianças, jovens e até mesmo adultos que convivem no dia a dia com a Internet, o computador, o celular, entre outros aparatos, buscando entretenimento, trabalho e cultura. Essas gerações têm as mídias digitais como fontes de informação, diversão e conhecimento. A proposta deste artigo é fazer uma reflexão sobre o uso das tecnologias digitais na educação, não só nas salas de aula, mas também no sentido de propagação de conhecimento para a população de forma geral. Para isso, abordamos alguns projetos e programas, desenvolvidos principalmente na Universidade Federal de Juiz de Fora, os quais têm como ferramentas de aproximação do público-alvo tecnologias interativas, facilitando o contato dos usuários com os conteúdos a serem abordados.

Palavras-chave: educação; tecnologias digitais; conhecimento; comunicação; informação.

 

Abstract: Considering the technological advances and the easy access to digital media over time, we are faced with the need to include digital media in teaching methodologies and in the dissemination of knowledge, even if they are still under evaluation or surrounded by controversies over its use. The current reality shows that children, teenagers and even adults deal daily with the Internet, computers, mobiles, and other gadgets for entertainment, work and culture. For these generations, the digital media are used as sources of information, entertainment and knowledge. The aim of this article is to reflect on the use of digital technologies in education, not only in the classroom, but also to spread knowledge to the general population. To do so, we discuss some projects and programs developed primarily at the Federal University of Juiz de Fora, which use interactive Technologies as tools to approach the target audience, facilitating the users’ contact with the contents to be addressed.

Key words: education, digital technologies, knowledge, communication, information.

 

1 Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) fevicampos@gmail.com
2 Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) carlos.pernisa@ufjf.edu.br

 

Literatura Citada

ARRUDA, E. Relações entre tecnologias digitais e educação: perspectivas para a compreensão da aprendizagem escolar contemporânea. In: FREITAS, Maria Teresa (org.). Cibercultura e Formação de professores. Belo Horizonte: Ed. Autêntica, 2009, p.13-22.

BETTI, R. Só Aplausos. Revista Veja, São Paulo, p.132-134, 15 jun. 2011.

CASTELLS, M. A Sociedade em Rede: A era da informática, economia e cultura. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 2007. v. 1.

FAGUNDES, L.C.; SATO, L.S; MAÇADA, D.L. Aprendizes do Futuro: as inovações já começaram. Brasília: MEC, s/d. 1999. Disponível em: http://escola2000.net/futura/textos-proinfo/livro03--Lea%20Fagundes%20et%20alii.pdf. Acesso em: 5 jun. 2011.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido, 17. Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987, p. 68.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa, 15. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002. p. 27. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/espanhol/pdf/pedagogia_da_autonomia_-_paulofreire.pdf. Acesso em 20 jun.2011.

FREITAS, M.T. Computador/internet como instrumentos culturais de aprendizagem na formação de professores em diferentes contextos educacionais de uma universidade federal (2007-2010). Projeto de pesquisa aprovado pelo CNPq e FAPEMIG. 2006.

JOHNSON, S. Cultura da Interface: Como o computador transforma nossa maneira de criar e comunicar. Rio de Janeiro: Ed. Zahar, 2001.

JONASSEN, D. O uso das novas tecnologias na educação a distância e a aprendizagem construtiva. Em Aberto, Brasília, ano 16, n.70, abr./jun.1996. Disponível em: http://www.rbep.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/1054/956. Acesso em: 18 jul. 2011.

LÉVY, P. As Tecnologias da Inteligência: o futuro do pensamento da era informática. Rio de Janeiro: Ed. 34, 2004.

MARTÍN-BARBERO, J. Tecnicidades, identidades, alteridades: mudanças e opacidades da comunicação no novo século In: MORAES, D. Sociedade midiatizada. Rio de Janeiro: Mauad X, 2006, p. 51-79.

MORRISON, D., LAUZON, A.C. Reflection on some technical issues of connecting learners in online education. Research in Distance Education, v.4, n.3, p.6-9, 1992.

SAVERY, J., DUFFY, T.M. Problem based learning: an instructional model and its constructivist framework. In: WILSON, B.G. (Ed.). Designing constructivist learning environments. Englewood
Cliffs (NJ): Educational Technology Publications, 1995. Disponível em: http://crlt.indiana.edu/publications/duffy_publ6.pdf. Acesso em: 19 jul. 2011.

SUPPIA, A. Laboratório de filmes locativos e cinema GPS – LALOCA. Projeto de pesquisa aprovado pela PROBIC/FAPEMIG. 2010.

VIANNA, A.N. Os sentidos construídos por um grupo de professores de matemática em relação à utilização do computador na prática docente. 2009. Disponível em: http://etic2009.files.wordpress.com/2009/09/andrea-novelino.pdf. Acesso em: 5 jun. 2011.

VILICIC, A. Como ele afeta o cérebro. Revista Veja, São Paulo, p.87-91, 20 jul. 2011.