Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Autoria do Professor em Educação a Distância: A Percepção do Aluno

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2236-9767/impulso.v20n50p95-108

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/impulso/index 

downloadpdf

Eliane M. Borges1 & Diovana P. Jesus2

 

Resumo: O artigo propõe uma reflexão sobre a implantação dos cursos de Educação a Distância (EAD) no Brasil, sobre os pressupostos e bases que guiaram seu desenvolvimento e a aceitação progressiva de tal modelo. Partimos da análise de dois diferentes modelos de EAD praticados hoje no País, focando em um elemento considerado central, que é a produção de material didático impresso pré-elaborado para os cursos de graduação na modalidade. Discute-se a filiação da EAD à pedagogia tecnicista e aos modos industriais de produção da educação, por meio dos trabalhos de Maria Luiza Belloni e Otto Peters. A reflexão é realizada a partir de uma análise de um instrumento de avaliação interno do curso de Pedagogia que segue os parâmetros da Universidade Aberta do Brasil. O levantamento, feito por meio de questionários periódicos, vem demonstrando a progressiva aprovação do curso e de suas diretrizes pelos alunos, o que sugere, em primeira análise, a pertinência das estratégias pedagógicas aplicadas, resultado de trabalho autoral de seus docentes e tutores.

Palavras-chave: educação a distância; avaliação institucional; material didático; tecnicismo na EAD.

 

Abstract: This paper reflects on the implementation of distance education (DE) courses in Brazil, the assumptions and foundations that have guided their development and the gradual acceptance of such model. It approaches the two different models of DE being practiced today in the country, focusing on one central element, which is the production of printed educational materials designed specifically for the courses. We discuss DE’s affiliation to the technicist pedagogy and to the industrial modes of production of education, based on the work of M. L. Belloni and Otto Peters. The reflection is based on the analysis of an internal assessment tool from the course of Pedagogy, which follows the parameter of the Open University of Brazil. The survey, which made use of periodical questionnaires, has shown students’ progressive acceptance of the course, which suggests, at a first glance, the relevance of the applied teaching strategies, resulting from original works of teachers and tutors.

Key words: distance education, institutional assessment, teaching materials, technicism in distance education.

 

1 Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) mborges.eliane@gmail.com
2 Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) diovana_paulaj@yhoo.com.br

 

Literatura Citada

BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2003.

BORGES, Eliane Medeiros. No lugar da distância, presenças: formação de professores nas redes digitais. In: BRUNO, Adriana Rocha. Tem professor na rede. Juiz de Fora, UFJF, 2010, p. 57-66.

BORGES, Eliane Medeiros; TEIXEIRA, Beatriz de Basto. Desafios da implementação de curso de EaD: a experiência da Pedagogia UAB/UFJF. Disponível em:<http://www.ufpe.br/nehte/simposio2008/anais/Beatriz-Basto-e-Eliane-Borges.pdf>. acesso em 19 de novembro de 2011.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância. 2007. Disponível em:<http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf>. Acesso em: 18 de novembro de 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Ed. Paz e Terra, 2ª edição, 1975.

GIUSTA, Agnela da Silva. Educação a distancia: contexto histórico e situação atual. In: GIUSTA Agnela da Silva; FRANCO, Iara Melo (Org.) Educação a Distância: uma articulação entre a teoria e a prática. Belo Horizonte: PUC Minas Virtual, 2003. P. 17-42.

LIBÂNEO, José Carlos: Democratização da escola pública - A pedagogia crítico-social dos conteúdos. São Paulo: Loyola, 1989.

LITTO, Fredric Michael. O atual cenário internacional da EAD. In: FORMIGA, Manuel Carlos (Org). Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009. P. 09-13

PETERS, OTTO. Educação a distância em transição. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2002.

TEIXEIRA, Beatriz de Basto. Educação a distância: política social e formação de professores. In:

BRUNO, Adriana Rocha [et al.] Tem professor na rede. Juiz de Fora, UFJF, 2010. P. 13-28.

VIEIRA, Verônica Mendes. O uso das tecnologias de informação e comunicação na educação adistância pelos tutores do Projeto Veredas na AFOR UFJF. Dissertação de Mestrado em Educação. PPGE/UFJF, 2007.