Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Narrativas Visuais: Ferramentas Estéticas/Investigativas na Experiência Docente

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1043/el.v13n22p32-53

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/EL/index 

downloadpdf

Leda Guimarães1

 

Resumo: As reflexões neste texto giram em torno da construção de narrativas visuais como espaço investigativo no cenário metodológico da orientação de projetos de pesquisa em educação e visualidades, no programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual da Universidade Federal de Goiás. Foram recolhidos fragmentos de quatro trabalhos que se diferenciam nos temas, mas que em alguns pontos se encontram no uso da construção imagética como processo da pesquisa e da escrita da dissertação. O objetivo é apontar possibilidades metodológicas de investigação estética/pedagógica e cultural, bem como vieses e reveses dessa opção no meio acadêmico, tão afeito à supremacia da palavra/texto, especialmente no rigor formal do texto escrito na elaboração do pensamento sistematizado. Após a explicitação e reflexão em torno destas práticas, conclui que todos os trabalhos desta natureza convergem para a importância do olhar de quem vê para a construção de sentidos e subjetividades com as imagens e nas imagens, revelando desejos, discursos e práticas que formam o ver. Afirma ainda que a cultura visual, enquanto um campo pós-disciplinar, propõe-se a estudar não somente as imagens e seus usos, mas também como essas imagens e usos são constituídos por meio de relações sociais e históricas e, ao mesmo tempo, como essas relações constroem os modos como lidamos com as imagens e as usamos, o que reafirma a importância das narrativas visuais como um horizonte metodológico de investigação.

Palavras-chaveCultura visual; Educação; Visualidades; Narrativas visuais; Metodologia de pesquisa

 

Abstract: The reflections in this paper revolve around the construction of visual narratives as an investigative space in the methodological scenery of the orientation of research projects in education and visualities, in the postgraduate program in Arts and Visual Culture from the Federal University of Goiás. Fragments were collected from four studies that differ on the issues, but agree in some points, using imagery in the dissertation’s research and writing process. The aim is to point out methodological possibilities of aesthetic, educational, and cultural research as well as this option’s bias and reverses in the academic environment, which is so accustomed to the supremacy of the word/text, especially in the formal rigor of written text in the development of systematic thinking. After the explanation and reflection on these practices, the article concludes that all studies of this nature converge on the importance of the individual’s look for the construction of subjectivities and senses with and in images, revealing desires, discourses and practices that form the view. It further states that visual culture, while a post-disciplinary field, intends to study not only the images and their uses, but also how these images and uses are made through social and historical relations and, at the same time, these relationships build the ways we deal with images and use them, which reaffirms the importance of visual narratives as a methodological horizon of investigation.

Key words: Visual culture ; education; visualities ; Visual narratives ; Research Methodology

 

1 Doutora em Artes pela Escola de Comunicação e Artes-ECA da USP. Professora da Faculdade de Artes Visuais da UFG onde atua na Licenciatura, na Especialização em Arte Contemporânea e no Mestrado em Cultura Visual. leguiba@hotmail.com

 

Literatura Citada

AGUIRRE, I. Imaginando um futuro para a educação artística. In: Educação da cultura visual: narrativas de ensino e pesquisa. Raimundo Martins, Irene Tourinho (org.). Santa Maria: Editora da UFSM, 2009.

BISPO, Alexandre Araújo e NABOR Jr. Mulher, negra e artista: a estética crítica de Rosana Paulino. In http://catracalivre.folha.uol.com.br/2010/08/mulher-negra-e-artista-a-estetica-critica-de-rosana-paulino/ (consulta em 27 de fevereiro de 2011).

HERNANDEZ, Fernando. Catadores da cultura visual: proposta para uma nova narrativa educacional. Porto Alegre: Mediação, 2007.

HESS, Remi. Produzir Sua Obra – o momento da tese. Série Pesquisa. Vol 11. Ed. São Paulo:LiberLivros.2005.

GUIMARÃES, Leda. A linha vermelha do ensino da arte. Tese de Doutorado. ECA-USP. 2005.

LODDI, Laila, MARTINS, Rosilandes, OLIVEIRA, Wolney. [AR]RISCANDO PROFANAÇÕES TRINITÁRIAS: experiências com escriturasde dissertações. Anais 20º. Confaeb. Goiânia. 2010.

MARTINS, Raimundo. In: OLIVEIRA, Marilda de (Org.). Arte, educação e cultura. Santa Maria: Editora UFSM, 2007.

MARTINS, Raimundo; TOURINHO, Irene. Entre contingências e experiências vividas... Propostas para pensar um ensino crítico de artes visuais. Visualidades. Goiânia, v. 3, n. 1, 2005.

OLÁRIA, Vânia. Arte/Vida/Trabalho/ e Experiência Docente: Produção de Sentidos de Hiphopers da Vila Pedroso. Goiânia: dissertação de mestrado em Cultura Visual. Faculdade de Artes Visuais/UFG, 2010.

OLIVEIRA, Wolney F. de. Histórias com Dona Prizulina - da beira do fogão à cultura visual. Goiânia: dissertação de mestrado em Cultura Visual. Faculdade de Artes Visuais/UFG, 2009.

PARDIÑAS, Maria Jeseus Agra. - Topografia Crítica: El Hacer Docente Y Sus Lugares - in EÇA, Teseza, Maria Jesus Agra, PARDIÑAS, MARTÍNEZ, Cristina Trigo, PIMENTEL, Lúcia. Desafios da educação artística em contextos ibero-americanos. Edição APECV. Porto, Portugal. 2010. 

ROSILANDES C. Martins. Desfiando Terezas e bordando Bicudas – a menina no quintal e as dobras do seu bornal. Goiânia: dissertação de mestrado em Cultura Visual. Faculdade de Artes Visuais/UFG, 2010.

ROLNIK, S. Cartografia sentimental: transformações contemporâneas do desejo. Porto Alegre: Sulina; Editora da UFRGS, 2006.

TOURINHO, Irene, MARTINS, Raimundo Martins, DIAS, Belidson, MARTINS, Alice Fátima, GUIMARAES, Leda. ATOLADOS: TRUPES FROUXAS, TERRAS INSTÁVEIS, TOPOGRAFIAS AMBÍGUAS - O fazer docente e da pesquisa em educação da cultura visual no centro-oeste brasileiro. In: EÇA, Teseza, Maria Jesus Agra, PARDIÑAS, MARTÍNEZ, Cristina Trigo, PIMENTEL, Lúcia. Desafios da educação artística em contextos iberoamericanos. Edição APECV. Porto, Portugal. 2010.