Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Colocar-me por Escrito: Escrever Um Memorial

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1043/el.v12n20p132-147

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/EL/index 

downloadpdf

Marília C. G. Duran

 

Literatura Citada

BACHELARD, Gastón. Epistemologia. Barcelona: Anagrama, 1971.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade: lembranças de velhos. 3.ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

CANETTI, Elias. A língua absolvida: história de uma juventude. (tradução Kunt Jahn). São Paulo: Companhia das Letras, 1987. CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano 1. Artes de Fazer. 13 ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2007.

DURAN, Marília Claret Geraes. Rezar é bom: traços da educação católica. In: MIGNOT, Ana Chrystina V. Não me esqueça num canto qualquer. III Congresso Internacional sobre Pesquisa (Auto)biográfica. Natal, 2008.

DURAN, Marilia Claret Geraes. Alfabetização na rede pública de São Paulo: a história de caminhos e descaminhos do ciclo básico. 1995. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PPG Educação – Psicologia da Educação), São Paulo.

DURAN, Marília Claret Geraes. A representação de pré-escola: suas relações com a prática de alfabetização. 1988. Dissertação (Mestrado) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PPG Educação – Psicologia da Educação), São Paulo.

DURAN, Marília Claret Geraes. & SANTOS NETO. Educação e realidade brasileira: 25 obras do século XX no campo da pedagogia. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2008.

DURAN, Marília Claret Geraes. PALMA FILHO, João Cardoso & Alves, Maria Leila. Ciclo básico em São Paulo: memórias da educação nos anos 1980. São Paulo: Xamã, 2003.

FERREIRO, Emilia & TEBEROSKY, Ana. TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artes Médicas, 1985.

HOSSEINI, Khaled. O caçador de pipas. (tradução Maria Helena Rouanet). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005.

KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1975.

YALOM, Irvin D. Quando Nietzsche chorou. (tradução de Ivo Korytowski. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.

MOSCOVICI, Serge. A psicanálise, sua imagem e seu público, 1961.

PASSERGI, Maria da Conceição et alli. Memórias de pesquisa-formação: cenários, tempos, personagens, enredos. In: PASSERGI, Maria da Conceição & BARBOSA, Tayana Mabel Nobre (org.). Memórias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal, RN: EDUFRN: São Paulo: Paulus, 2008. p.238-266.

PATTO, Maria Helena. A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. São Paulo: T. A. Queiroz, reimpressão, 1993.

RANCIÉRE, Jacques. O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

SARTRE, Jean-Paul. A idade da razão. São Paulo: Circulo do Livro, 1976.

SOARES, Magda. Metamemória-memórias: Travessia de uma educadora. - 2 ed. – São Paulo: Cortez, 2001.