Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

As Instituições de Ensino Superior são Organizações Funky? Uma Análise do Conceito de Funky Business no Contexto do Marketing Educacional

DOI: http://dx.doi.org/10.15599/0104-4834/cogeime.v19n37p9-20

https://www.redemetodista.edu.br/revistas/revistas-cogeime/index.php/COGEIME/index 

downloadpdf

Paulo R. S. Garcia1

 

Resumo: Este artigo faz uma leitura analítica do livro Funky business: talento movimenta capitais, de Kjell Nordström e Jonas Ridderstrale, em busca dos principais aspectos que marcam (ou devem marcar) as empresas nos dias de hoje. A partir dessa descoberta, trata de identificar aqueles que se compatibilizam com os atributos das instituições de ensino superior privadas no Brasil. O que é possível observar é que, de modo geral, os funkies começam a adentrar na universidade, mas há ainda longo caminho a percorrer, tendo em vista o fato de que ela ainda carrega consigo algumas características que a distanciam da Funky S.A.

Palavras-chave: Empresas, Instituições de ensino superior, Marketing educacional, Gestão

 

Abstract: This paper makes a critical reading of Kjell Nordström and Jonas Ridderstrale book, Funky business: talent makes capital dance, in search of the main aspects that mark (or should mark) companies nowadays. Following such discovery, it identifies those aspects that are compatible with the attributes of the institutions of higher education in Brazil. One observes that funkies are generally entering the university, but there is still a long way to go, since this institution has some characteristics that distance it from the Funky S.A.

Key words: Companies, Institutions of Higher Education, Educational marketing, management

 

1 Jornalista, mestre em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutor em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo. Atualmente é diretor de Comunicação e Marketing da Umesp. E-mail: paulo.salles@metodista.br

 

Literatura Citada

BRAGA, R.; COBRA, M. Marketing educacional: ferramentas de gestão para instituições de ensino. São Paulo: Hoper, 2004.

DUGAICH, C. Marketing de relacionamento nas instituições de ensino. In: COLOMBO, S. S. (Org.). Marketing educacional em ação: estratégias e ferramentas. Porto Alegre: Artmed, 2005.

HOPER EDUCACIONAL, CM CONSULTORIA e Ideal Invest. Análise setorial do ensino superior privado no Brasil: tendências e perspectivas 2005-2010. São Paulo: Hoper, 2005.

KOTLER, P. Marketing para o século XXI. Como criar, conquistar e dominar mercados. São Paulo: Futura, 2005.

NORDSTRÖM, K. A.; RIDDERSTRALE, J. Funky business. Talento movimenta capitais. São Paulo: Makron, 2001.

RODRIGUES, J. N. O management com sabor a arengue. s/d. Disponível em: <http://www.janelanaweb.com/manegeme/4jonas/html>. Acesso em: 20 dez. 2007.