Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Doenças Ocupacionais com Manifestações Bucais

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1000/odonto.v20n40p49-55

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/O1/index 

downloadpdf

Bethânia M. G. De Carli1, João P. De Carli2, Soluete O. da Silva2, Maria S. S. Linden2, Micheline S. Trentin2 & Urubatan V. de Medeiros3

 

Resumo: Introdução: várias são as doenças ocupacionais que manifestam sinais na cavidade bucal. Podem ser de etiologia mecânica, física, química, biológica, ergonômica e psicossocial. De acordo com o tipo de causa lesional, podem ocorrer colorações, erosões ou traumas de diferentes intensidades. Objetivo: o objetivo deste estudo foi esclarecer as lesões relacionadas ao trabalho, bem como apresentar métodos preventivos. Metodologia: utilizou-se uma metodologia meta-analítica e os resultados mostraram diversos riscos ocupacionais com manifestações bucais. Considerações finais: Concluiu-se que a melhor forma de prevenção dessas injúrias é o uso dos equipamentos de proteção individual e a adequação do meio ambiente laboral. Muitas lesões necessitam tratamento, algumas requerem o controle dos danos e outras a remoção do agente irritante.

Palavras-chave: Odontologia ocupacional. Prevenção. Tratamento. Parte superior do formulário

 

Abstract: Introduction: Several are the occupational diseases that reveal signals in the mouth. They can be of etiology mechanics, physics, chemistry, biological or ergonomic and psychosocial. According with the type of lesion cause, it can occur different intensities of colorations, erosions or traumas. Objective: the aim of this study was to clarify the injuries related to work activities, as well as to present preventive methods. Methods: a meta-analytical methodology was used and the results had shown a variety of occupational risks in the mouth. Final considerations: we concluded that the best form of prevention of these injuries is the use of individual equipment protection and the adequacy of the labor environment. Many injuries need treatment, some require the control of damages and others the removal of the irritating agent.

Key words: Occupational dentistry. Prevention. Treatment.

 

1 Professora Mestre da Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo/RS.
2 Professor Doutor da Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo/RS.
3 Professor Titular da UFRJ e da UERJ.

 

Literatura Citada

Silva E, Martins I. Odontologia do Trabalho. 1. ed. Rio de Janeiro: Rubio; 2009.

Nogueira DP. Odontologia e Saúde Ocupacional. Rev Saúde Pública 1972; 6: 211-23. https://doi.org/10.1590/S0034-89101972000200011

Passos AS, Villela F. Odontologia na Saúde ocupacional. [Monografia de Especialização]. Rio de Janeiro: Universidade Estadual do Rio de janeiro; 1982.

Peres SHCS, Theodoro DS, Ribeiro DA, Ávila ED, Greghi GA, Silva RPR. Odontologia do Trabalho: doenças e lesões na prática profissional. Rev Odontol Araçatuba 2006; 27(1):54-8.

Garrafa V. Odontologia do Trabalho. Rev Gaúcha Odontol 1986; 34(6):508-12.

Costa SS. A importância do conhecimento da estomatologia para o diagnóstico de doenças orais decorrentes da relação laboral. Rev Odontol Univ Santo Amaro 2009; 15(1):22-8.

Almeida TF de, Vianna MIP. O papel da epidemiologia no planejamento das ações de saúde bucal do trabalhador. Saúde Soc São Paulo 2005; 14(3):144-54. https://doi.org/10.1590/s0104-12902005000300010

Pizzatto E, Cortiano FM, Rodege GL. Odontologia do Trabalho: o processo galvânico e sua interação com a saúde bucal do trabalhador. Rev Sul Brasileira de Odontologia 2006; 3(1):60-3.

Andreotti M, Rodrigues NA, Cardoso LMN, Figueiredo RAO, Neto JE, Filho VW. Ocupação e câncer da cavidade oral e orofaringe. Cad Saúde Pública 2006; 22(3):543-52. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2006000300009

Vianna MIP, Santana VS. Exposição ocupacional a névoas ácidas e alterações bucais: uma revisão. Cad Saúde Pública 2001; 17(6):1335-41. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2001000600017

Gomes AG. A importância da presença do cirurgião-dentista nas indústrias químicas como agente promotor de saúde. Rev Aboprev/ Viver em Saúde. 2003; 1(6):59-60.

Pizzatto E, Garbin CAS. Odontologia do Trabalho: Implantação da atenção em saúde bucal do Trabalhador. Odontol Clín Cient 2006; 5(2):99-102.

Tannous RA, Silva UA. Odontologia do Trabalho: aplicabilidade e importância na saúde bucal do trabalhador. Rev Odontologia 2007; 9(3):43-8.

Neville BW et al. Patologia Oral e Maxilofacial. 3. ed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro; 2004.

Ernst A, Herzog M, Seidl R. Traumatismo de cabeça e pescoço. 1. ed. São Paulo: Santos; 2009.