Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Entre História e Literatura: Revisitando Dona Guidinha do Poço

DOI: http://dx.doi.org/10.15668/1807-8214/artemis.v18n1p172-183

http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/artemis 

downloadpdf

Walter de C. Braga Júnior1

 

Resumo: Este trabalho tem como objetivo investigar, através do estudo do caso da assassina Maria Lessa, a (re)produção dos discursos de masculinidade e feminilidade na Província do Ceará no século XIX. Através do estudo do romance Dona Guidinha do Poço – romantização do crime de Maria Lessa – é possível compreender as estruturas de sentimento envolvidas no confronto entre a mulher real e a personagem literária. Percebemos ainda a produção de discursos de valorização da feminilidade e dos seus atributos “naturais” – docilidade, submissão e pureza - e o choque em relação às mulheres transgressoras que circulavam pelas ruas da cidade e estavam presentes também no seio de algumas famílias poderosas. A condenação da autonomia feminina gira em torno dos discursos reproduzidos pelos jornais e literatura de época transformando o crime da “mulher que matou o marido” em um escândalo terrível, mesmo em uma província marcada pelo cotidiano de assassinatos e espancamentos.

Palavras-chave: Gênero. Crime. Discurso. Literatura

 

Abstract: This work aims to investigate, through the case study of murdering Mary Lessa, the (re) production of discourses of masculinity and femininity in the Province of Ceará in the nineteenth century. Through the study of the novel Dona Guidinha do Poço - romanticizing the crime of Mary Lessa - is possible to understand the structures of sentiment involved in the confrontation between the real woman and the literary character. Still perceive the production of discourses valuation of femininity and its attributes “natural” - docility, submission and purity - and the shock in relation to offending women circulating through city streets and were also present within some powerful families. The condemnation of female autonomy revolves around the discourses reproduced by newspapers and literature of the time turning the crime of “woman who killed her husband” in a terrible scandal, even in a province characterized by daily killings and beatings.

Key words: Gender. Crime. Discourse. Literature

 

1 Doutorando em História Social pela Universidade Federal do Ceará/Brasil. E-mail: waltercbraga@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

ALENCAR, Ana Cecília Farias de; VIANA JÚNIOR, Mário Martins. Identidades de gênero: (re)formulações no Ceará Colônia e Império. In: VIANA JÚNIOR, Mário Martins et all (org.). Ceará: Economia, Política e Sociedade (séculos XVIII e XIX). Fortaleza: Instituto Frei Tito de Alencar, 2011.

BARROSO, Gustavo. À margem da história doCeará. 2ªed. Rio – São Paulo – Fortaleza: FUNCET, 2004.

BEZERRA, Maria Célia Feitosa. Dona Guidinha:o poço dos desejos. Dissertação de Mestrado – UFP, 2006.

CANDIDO, Antonio. A personagem do Romance. In:

ROSENFELD, Anatol et all. A personagem de ficção.2ªed. São Paulo: Editora Perspectiva, 1976.

ROSENFELD, Anatol et all. Literatura e sociedade: Estudos de teoria e história literária. 12ªed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2011.

GALVÃO, Walnice Nogueira. A donzela-guerreira – um estudo de gênero. São Paulo: Editora SENAC, 1998.

MELENTÍNSKI. E. M. Os arquétipos literários. 2ªed. Tradução: Aurora Fornoni, Homero Freitas de Andrade e Arlete Cavaliere. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.

PIMENTEL FILHO, José Ernesto. A produção docrime: violência, distinção social e economia na formação da província cearense. Tese de Doutorado – USP, 2002.

PORDEUS, Ismael. À margem de Dona Guidinha do poço: história romanceada – história documentada. Ed fac-similar (1963). Fortaleza: Museu do Ceará, 2004.

SOIHET, Rachel. Condição feminina e formas deviolência: mulheres pobres e ordem urbana, 1890-1920. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1989.

WILLIAMS, Raymond. Marxismo e literatura. Rio deJaneiro: Zahar Editores, 1979. Fontes

ALMEIDA, Cândido Mendes de. Código Filipino ouOrdenações e Leis do Reino de Portugal. Ed. fac-similar da 14ªed., segundo a primeira de 1603, e a nona, de Coimbra de 1821. (Livro V) Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2004.

GARDNER, George. Viagem ao interior do Brasil, principalmente nas províncias do Norte e nos distritos do ouro e do diamante durante os anos de 1836-1841. Belo Horizonte, Ed. Itatiaia; São Paulo, Ed. da Universidade de São Paulo,1975. Jornais: O Cearense e Pedro II, exemplares de 1853 e 1856.

OLÍMPIO, Domingos. Luzia-Homem. São Paulo: Moderna, 1993. Ofícios do Chefe de Polícia aoPresidente de Província. Apud PORDEUS, 2004.

PAIVA, Manuel de Oliveira. Dona Guidinha do Poço. São Paulo: Edições Saraiva, 1952. Relatório da Presidência da Província, 1860.

SOUZA, Braz Florentino Henriques de. Código Criminal do Império do Brazil. Typographia Universal, Recife, 1858.