Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Movimento Voluntário Estudantil (MVE): Uma das Raízes Históricas da Conferência de Edimburgo em 1910

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-3828/caminhando.v15n2p64-74

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CA 

downloadpdf

Moisés A. Coppe

 

Resumo: O presente artigo intui que nas ênfases do Movimento Voluntário Estudantil encontra-se uma das mais expressivas raízes que provocaram a Conferência Missionária de Edimburgo em 1910. Evidencia também que o que concebemos na atualidade como movimento ecumênico decorre da ação e atuação dos estudantes missionários, sob a sombra de John Raleigh Mott, um dos mais expressivos líderes do movimento ecumênico incipiente.

Palavras-chave: Movimento Estudantil; missão; John Mott; ecumenismo; Edimburgo.

 

Abstract: The present article senses that in the Student Voluntary Movement emphasis meets one of the most expressive roots than they provoked the Missionary Conference of Edimburg in 1910. It also evidences that what conceived at the present time as ecumenical movement elapses of the action and the missionary students’ performance, under the shade of John Raleigh Mott, one of the most expressive leaders of the incipient ecumenical movement.

Key words: Student Movement; mission; John Mott; ecumenism; Edinburgh.

 

Literartura Citada

BARBIERI, S. U. A ação social da Igreja. Junta Geral de Ação Social da Igreja Metodista do Brasil, 1938.

BILHEIMER, R. S. Breakthrough: The emergence of the ecumenical tradition. Eerdmans Publishing/World Council of Churches, 1989.

BOSCH, D. J. Missão transformadora: mudanças de paradigma na teologia da missão. São Leopoldo: Sinodal, 2002.

BRAGA, E. A acção christã na América Latina. Rio de Janeiro: Centro Brasileiro de Publicidade, 1923.

COPPE, M. A. A Responsabilidade social e política dos cristãos: história e memória da União Cristã de Estudantes do Brasil (UCEB) entre as décadas de 1920 e 1960. Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião). Universidade Federal de Juiz de Fora, Minas Gerais, 2009.

DIAS, Z. M. “Evangelho e ideologia: uma mistura não premeditada (o caso do Protestantismo Brasileiro)”. In: ALVES, R. et al. Fé cristã e ideologia. Piracicaba: Editora da UNIMEP/ Imprensa Metodista, 1981.

DIAS, Z. M. “Etapas no desenvolvimento histórico do movimento ecumênico”. In: TEIXEIRA, F. e DIAS, Z. M. Ecumenismo e diálogo inter-religioso: a arte do possível. Aparecida: Santuário, 2008.

FERNANDES, W.; MOTA, J. C. Histórico da União Cristã de Estudantes do Brasil. São Paulo: edição do autor, 1945.

GILLIS, J. R. Youth and History: tradition and change in European age relation. 1770 – present. New York/ London: Academic Press, 1981.

GROPPO, L. A. Uma onda mundial de revoltas: movimentos estudantis de 1968. Piracicaba: Editora UNIMEP, 2005.

MENDONÇA, A. G. O Celeste Porvir. São Paulo: UMESP, 2002.

ONÇA, A. G. Protestantes, pentecostais & ecumênicos. São Paulo: UMESP, 1997.

MOTA, J. C. “O Estudante Cristão”. In: Serie Excelsior. Vol.1. São Paulo [s/e], 1948.

PIEDRA, A. Evangelização protestante na América Latina. São Leopoldo: Sinodal; Equador: CLAI, 2006.

PLOU, D. S. Caminhos da unidade: itinerário do diálogo ecumênico na América Latina. São Leopoldo: Sinodal, 2002.

POTTER, P.; WIESER, T. Seeking and serving the truth: The first hundred years of the World Student Christian Federation. Switzerland: World Council of the Churches, 1997.

REILY, Duncan Alexander. História Documental do Protestantismo no Brasil. 3. ed. São Paulo: ASTE, 2003.

SILVA, H. A era do furacão: história da Igreja Presbiteriana do Brasil – 1959-1966. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião). Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 1996.

TUCKER, R. A. “... Até aos confins da terra.” Uma História Biográfica das Missões Cristãs. São Paulo: Vida Nova, 1986.