Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Sofrimento e a Missão: Reflexões a Partir de 2 Coríntios 10-13

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-3828/caminhando.v15n1p29-37

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CA 

downloadpdf

Paulo R. Garcia

 

Resumo: O artigo busca reconstruir um dos conflitos e impasses do movimento cristão e, ao mesmo tempo, refletir sobre o sofrimento no ministério cristão. Em 2Co 10-13 Paulo defende-se de acusações, entre outras, que ele não preenchia o perfil esperado de um líder. As muitas prisões, a aparência “fraca” e a palavra “desprezível” seriam marcas que confirmariam que ele não era um apóstolo. Numa resposta dura e sofrida Paulo constrói uma argumentação que revela os conflitos que marcaram o cristianismo originário e cria um paradoxo: a glória do cristão está no sofrimento.

Palavras-chave: Paulo de Tarso; Corinto; ministério; sofrimento; glória; cristianismo originário; cristianismo mediterrâneo.

 

Abstract: This text seeks to reconstruct one of the conflicts and impasses of the Christian movement and, at the same time, reflect on suffering in Christian ministry. In 2 Corinthians, Paulo is defending himself against accusations, amongst others, that he does not fulfill the expectations of a leader. He was sent to prison, he had a “weak” presence, and his word “ of little respect” confirmed that he was not an Apostle. In a response quite hard and painful, Paul reveals the conflicts that marked original Christianity, and a paradox: that the glory of Christ is in suffering.

Key words: Paul of Tarsus; Corinthians; suffering; glorify; original Christianity; Mediterranean Christianity.

 

Literatura Citada

BROWN, Raymond. Introdução ao Novo Testamento. São Paulo: Paulinas, 2004.

COMBLIN, José. Segunda Epístola aos Coríntios. São Leopoldo, RS / Petrópolis, RJ: Editora Sinodal / Vozes, 1991.

GARCIA, Paulo Roberto. A literatura do mundo mediterrâneo – compreendendo o gênero literário cartas. Desenvolvimento Histórico e Sistemático. São Bernardo do Campo, SP: Ed. Metodista, 2008.

GARCIA, Paulo Roberto. “Liderar e perdoar: a ética do amor”. In: Mosaico: apoio pastoral, ano 6, n. 9, p. 16 (ago. / set. 1998), p. 16.

KOSTER, Helmut. Introdução ao Novo Testamento: 1. história, cultura e religião do período helenístico. São Paulo: Paulus, 2005.

KOSTER, Helmut. Introdução ao Novo Testamento: história e literatura do cristianismo primitivo, vol. 2. São Paulo: Paulus, 2005.

MACHADO, Jonas. O misticismo apocalíptico do apóstolo Paulo: um novo olhar nas cartas aos Coríntios na perspectiva da experciência religiosa. São Paulo: Paulus, 2009.

MEEKS, W. A. Os primeiros cristãos urbanos: o mundo social do apóstolo Paulo. São Paulo: Edições Paulinas, 1992.

PATTE, D. Paulo, sua fé e a força do evangelho. São Paulo: Edições Paulinas, 1987.

SAMPLEY, J. Paul (Org). Paulo no mundo greco-romano – um compêndio. São Paulo: Paulus, 2008.

SEGAL, Alan F. Paul, the convert: the apostolate and apostasy of Saul the pharisee. New Haven and London: Yale University Press, 1990.

VVAA. Sociologia das comunidades paulinas. Estudos Bíblicos, n. 26, 1990.

VVAA. Cristianismo originários extrapalestinos (35-138 d.C.). Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana – RIBLA, n. 29 (1998).

VIDAL, Senén. Las Cartas originales de Pablo. Madri: Editorial Trotta, 1996.

WATSON, Duane F. “Paulo e o gloriar-se”. In: SAMPLEY, J. Paul (Org). Paulo no mundo greco-romano: um compêndio. São Paulo: Paulus, 2008, p. 57-79.