Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Conceito de Justiça no Antigo Testamento a Partir de Juízes 5.9-12

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-3828/caminhando.v10n2p11-24

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CA 

downloadpdf

Tércio M. Siqueira1

 

Resumo: O conceito de sedaqah, em Juízes 5.11, representa certamente o significado mais primitivo usado e confessado pelo povo israelita. Longe de carregar um sentido simplesmente jurídico ou de uma ordem cósmica, a expressão sidekot Yhwh, traduzida por justiças de Javé, deve ser entendida como os atos salvíficos de Javé. Esta interpretação é reforçada pelo verbo hebraico tanah, recontar que rege a frase lá se recontam os atos de justiça de Javé. O esforço de recontar os atos salvíficos de Javé, no passado, tinha o objetivo de resgatar a fé no Deus que age em favor dos necessitados e trazer alento para o povo diante do desafio de conquistar um espaço para morar, plantar e criar filhos e filhas com dignidade.

Palavras-chave: Cântico de Débora, voluntários, tribalismo, justiça, atos salvíficos

 

Abstract: The concept of sedaqah, in Judges 5:11, certainly represents the most primitive meaning used and confessed by the people of Israel. Far from expressing a meaning exclusively juridical, or de order cosmic, the expression sidekot Yhwh, translated as the justices of Javé, should be understood as the saving acts of Javé. This interpretation is reinforced by the Hebrew verb tanah, recounting the phrase there they recount the acts of justice of Javé. The effort to recount the saving acts of Javé, in the past, had the objective of redeeming faith in the God that acts in favor of the needy and brings courage to the people facing the challenge of conquesting space to live, plant, and raise children with dignity.

Key words: Song of Deborah, volunteers, tribalism, justice, acts of salvation

 

1 Pastor Metodista, doutor em Ciências da Religião e professor de Antigo Testamento da FATEO/UMESP.