Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Construção Conjunta de Narrativas no Processo de Inclusão Escolar

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v19n1p129-140

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacao 

downloadpdf

Evani A. A. Camargo1

 

Resumo: Este artigo discute a construção conjunta de narrativas orais de duas crianças com déficit intelectual, em um processo de inclusão escolar. A perspectiva teórica adotada parte do pressuposto de que toda comunicação verbal realiza-se em um determinado gênero discursivo. Assume-se também que o desenvolvimento decorre da aprendizagem e a linguagem, uma das principais funções semióticas humanas, tem uma inter-relação importante com a cognição. Quanto à deficiência intelectual, é fundamental investir naquilo que é significativo para a experiência do sujeito e que exige uma efetiva participação na vida social. Os dados, analisados em uma perspectiva qualitativa. Foram construídos nas interações verbais, em um processo de educação inclusiva, com duas crianças em início de apropriação da linguagem escrita. Como discussão, verifica-se que as crianças não podem ser consideradas narradoras independentes e que fragmentos de narrativas são construídos na interação com o outro; daí a importância do papel deste outro no desenvolvimento linguístico. Além disso, outros processos semióticos (como a gestualidade e a linguagem escrita) são essenciais. Desta forma, a educação inclusiva precisa analisar suas práticas levando em conta se o espaço de inclusão está, de fato, propiciando interações efetivas para o desenvolvimento linguístico das crianças com deficiência intelectual.

Palavras-chave: linguagem, narrativa, inclusão escolar, deficiência intelectual

 

Abstract: This article discusses the joint construction of oral narratives by two children suffering from intellectual disabilities, in a process of school inclusion. The adopted theoretical perspective is based on the assumption that all verbal communication is held in a certain discursive genre. It is also assumed that the development is caused by learning, and language, one of the main human semiotic functions, ha s an important relationship with cognition. Regarding the intellectual disability, it is essential to invest in what is meaningful for the subject’s experience and that requires an effective participation in social life. The data, analysed under a qualitative perspective, were built up in verbal interactions, within a process of inclusive education, with two children at the beginning of their written language acquisition. For the sake of discussion, I notice that children cannot be considered independent narrators; and narrative fragments are built together with the other, which evidences the importance of the other in the linguistic development. Moreover, other semiotic processes (such as gestures and written language) are essential. Therefore, inclusive education needs to analyse its practices taking into consideration if the inclusion space is in fact promoting effective interactions for the linguistic development of children with intellectual deficiency.

Key words: language, narrative, school inclusion, intellectual disability

 

1 Centro Universitário Moura Lacerda evaniamaral@gmail.com

 

Literatura Citada

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação. Porto: Porto, 1994.

BRASIL. Ministério da Cultura/SEESP. Política nacional de educação na perspectiva da educação inclusiva. Brasília: SEESP/MEC, 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes nacionais para a educação especialna educação básica. Brasília: MEC/SEESP, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008.

FEDOSSE, E. Processos alternativos de significação de um poeta afásico. 2008.Tese (Doutorado em Linguística) - Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

LABOV, W. Language in the inner city: studies in the Black English Vernacular. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1972.

LACERDA, C. B. F. Inter-relação entre oralidade, desenho e escrita: o processode construção do conhecimento. Taubaté: Cabral, 1995.

PERRONI, M. C. Desenvolvimento do discurso narrativo. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984.

VIGOTSKI, L. S. Fundamentos da defectologia: obras completas. Playa, Ciudad de La Habana: Pueblo y Educación, 1989. t. 5.