Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Trabalho Docente na Universidade: Tensões e Novos Sentidos

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v16n1p35-54

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacao 

downloadpdf

Regina C. H. W. Padilha1

 

Resumo: Este artigo enfoca o trabalho docente nas universidades públicas estaduais paranaenses. Inicialmente, problematiza-se o atual contexto marcado pela reestruturação produtiva e pela reforma de Estado e as transformações pelas quais vem passando a universidade brasileira. A partir daí, o estudo volta-se para o cotidiano docente por meio de entrevistas realizadas com 36 professores vinculados a três universidades públicas estaduais. Analisa-se as entrevistas feitas com os docentes e discute-se tendências observadas nos dados coletados. Postula-se a constituição de uma nova métrica do tempo e uma nova espacialização no trabalho docente resultante das mudanças político-econômicas, cuja tônica é a gradativa desobrigação do financiamento público. A mercantilização do conhecimento por meio da privatização de cursos e da inovação tecnológica subordinada também é discutida. Ainda, aborda-se algumas repercussões das condições objetivas sobre as atividades acadêmico-científicas e políticas do corpo de professores como o envolvimento deste com práticas do quase-mercado educacional, a falta de tempo para o trabalho de cunho intelectual e o esvaziamento da política sindical.

Palavras-chave: Universidade – Trabalho Docente – Reforma De Estado

 

Abstract: This work focuses teaching in public universities in the state of Paraná. At first, the current context marked by productive restructuration and the State reform, as well as the changes which Brazilian Universities have been going through are taken into consideration. Thereafter, the study focuses teachers’ routines through interviews made with thirty six professors employed by three public universities in the state. The interviews are analyzed and tendencies in the data are discussed. We postulate the constitution of a new time measurement and the building of a new spatialization in teaching arising from political and economical changes which stress the gradual disobligation of public funding. The commodification of knowledge through privatization of programs and subordinated technological innovation is also discussed. Finally, some results of the objective conditions on academic-scientific and political activities of the faculty, such as their engagement with praxis of the educational quasi market, the lack of time for intellectual work and the emptiness of Unions policies are also approached in this work.

Key words:  University – Teaching – State Reforms

 

1 Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná – UNICENTRO - re.habib@uol.com.br

 

Literatura Citada

APPLE, M. W. Trabalho docente e textos: economia política das relações de classe e de gênero em educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

CASTELLS, M. O poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986, 1.838 p.

HARGREAVES, A Os professores em tempos de mudança: o trabalho e a cultura dos professores na idade pós-moderna. Lisboa: Mc Graw Hill. 1998.

HARVEY,D. Condição Pós-Moderna. 11. ed. São Paulo: Loyola, 2002.

MARX, K.Capítulo VI Inédito, O Capital, Livro I, volume I. São Paulo: Moraes, 1985.

PARANÁ.Decreto nº. 5.098, de 19 de julho de 2005. Dispõe sobre os pedidos de afastamento ao exterior dos servidores das instituições estaduais de ensino superior. Diário Oficial do Estado do Paraná, Curitiba, 19 jul. 2005. Disponível em http://celepar7cta.pr.gov.br. Acesso em: 20 jan. 2007.

PARANÁ. Lei Complementar nº 103, de 15 de março de 2004. Dispõe sobre o Plano de Carreira do Professor da Rede Estadual de Educação Básica do Paraná. Diário Oficial do Estado do Paraná, Curitiba, 15 mar. 2004. Disponível em http://www.pde.pr.gov.br/arquivos/File/pdf/Leis/Lei_Complementar_103.pdf. Acesso em: 22 jan. 2007.

SENNETT, R. A corrosão do caráter: as conseqüências pessoais do trabalho no novo capitalismo. 9. ed. Rio de Janeiro: Record, 2005.

SGUISSARDI, V. Dearing report: novas mudanças na educação superior inglesa? In: TRINDADE, H. (org.) Universidade em ruínas: na república dos professores. Vozes,Rio Grande do Sul: CIPEDES, 1999.

SGUISSARDI, V. Universidade pública estatal: entre o público e o privado mercantil. Revista Educação e Sociedade. Campinas, vol. 26, n. 90, p. 191-222, jan./abr. 2005.