Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Escola na Ótica de Alunos de Ensino Médio de Diferentes Tribos

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v16n1p75-87

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacao 

downloadpdf

Sonia M. S. Guernelli1 & Vera L. C. Machado2

 

Resumo: O presente estudo refere-se a uma pesquisa efetuada em uma escola estadual, na cidade de Campinas, cujo objetivo foi produzir conhecimentos sobre a compreensão que jovens do ensino médio têm em relação a essa escola. Selecionamos como sujeitos da pesquisa 12 jovens com idade entre 18 e 20 anos, que se apresentam com posturas diferenciadas em relação a vestuário, linguagem, atividades de estudo e que se afastam do padrão até agora esperado socialmente. O trabalho investigativo fundamentou-se na metodologia de Estudo de Caso, e os procedimentos para a coleta de dados consistiram em observação e entrevista. A análise de dados revela a compreensão que esses alunos têm da escola, da direção, do professor, da discriminação e do preconceito, bem como pretende oferecer uma contribuição para a mudança nas relações educacionais que ocorrem no interior da escola em questão.

Palavras-chave: Escola Pública – Alunos Do Ensino Médio – Subgrupos Culturais – Escola Estadual

 

Abstract: This study is a research conducted in a public school in the city of Campinas, São Paulo, Brazil, with the objective of understanding how High School teenagers see their school. The research subjects were 12 teenagers, aged 18-20, with different behavior characteristics as to clothes, study activities, language, and who deviate the socially expected standards. The investigation was based on Case Study methodology and the procedures of data assessment were Observation and Interviews. The data analysis exposes the views that the students have about: the School, the Principal, the Coordinator and the teachers, and phenomena such as discrimination and prejudice. The analysis also aims at contributing to the change in educational relations at School.

Key words:  Public School – High School Students – Sub Cultural Groups – Public School

 

1 Pontifícia Universidade Católica de Campinas/SP soniaguernelli@hotmail.com
2 Pontifícia Universidade Católica de Campinas/SP veris@puc-campinas.edu.br

 

Literatura Citada

CHARLOT, B. Relação com o saber, formação dos professores e globalização:questões para a educação hoje. Porto Alegre: Artmed, p. 120, 2005.

CATANI, A.; GILIOLI, R. S. P. Culturas juvenis. São Paulo: Editora UNESP, p. 25, 2008. (Paradidáticos. Série Cultura).

DAYRELL, J. O jovem como sujeito social. Revista Brasileira de Educação. SãoPaulo, Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, p. 40-52. set/dez. 2003.

GÓES, M. C. R. de; LAPLANE, L. F. de. (org). Políticas e Práticas de Educação Inclusiva. 2. ed. Campinas: Autores Associados, p. 12, 2007.

IANNI, O. A era do globalismo. 7. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

ZAN, D. D. P. Currículo em Tempos Plurais: uma experiência no ensino médio. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Estadual de Campinas, p. 201, 2005.