Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Experiências Vivenciadas por Jovens em Situação de Abandono: Como Essas Experiências Implicam em Aprendizagem?

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v16n1p105-126

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacao 

downloadpdf

Daniela C. Barbosa1 & Aida V. G. Montrone2

 

Resumo: Este trabalho foi desenvolvido com seis jovens de 13 a 19 anos, em situação de abandono, que residem em um Centro de Atendimento e Convívio em Extensão Supervisionada, localizado no município de Ribeirão Preto. Nesse espaço, procuramos compreender como as experiências vivenciadas e compartilhadas por jovens nessa situação resultaram em aprendizagem. Os procedimentos metodológicos basearam-se em observações, diálogos e anotações em diário de campo. Conclui-se que os jovens envolvidos nesse grupo estão se constituindo como sujeitos de sua própria vida e levam consigo experiências marcantes de violência, abandono e discriminação. Mas, ao contrário do que se pensa, essas experiências despertam neles a criticidade do modelo dominador injusto no qual vivemos. Eles apresentam perspectivas positivas de vida e sonham com um mundo mais justo e igualitário.

Palavras-chave: jovens – convivência – práticas sociais – processos educativos

 

Abstract: This work was developed with 6 adolescents, aged 13-19, in abandonment situation, who live in a Center of Attendance and Conviviality in Supervised Extension (CACES), located in the city of Ribeirão Preto – SP. In this setting, we tried to understand how experiences lived and shared by the adolescent in abandonment situation resulted in learning. It is a descriptive study with qualitative analysis of data. The methodology was based on observations, dialogues and notes, and a diary. We concluded that adolescent involved in this group are becoming subjects of their own lives and have been through striking experiences of violence, abandonment and discrimination. However, contrary to popular belief, these experiences provoke a criticism of the unjust ruling model in which we live. They have positive perspectives of life and dream of a more just and egalitarian world.

Key words: Adolescent – close contact – social practices – educational Processes

 

1 Universidade Federal de São Carlos/SP danicbarbosa@yahoo.com.br
2 Universidade Federal de São Carlos/SP montrone@ufscar.br

 

Literatura Citada

ARGOTE, G. M. Enrique Dussel, filosofo de La liberación latinoamericana (1934-1975), II: marco teórico de la filosofia de la liberación. In: DUSSEL, E. Introducción a la filosofia de la liberación.Colômbia: Nueva América. 5. ed. P. 37-57, 1995. Disponível em: <http://168.96.200.17/ar/libros/dussel/intro/intro.html>

BOGDAN, R.C; BIKLEN, S.K. Investigação qualitativa em educação. Portugal: Porto Editora, 336 p., 1994.

DUSSEL, E. D. A pedagógica latino americana (a antropologica II). In ______. Para uma ética da libertação latino-americana III: erótica e pedagógica. São Paulo: Loyola, Piracicaba: UNIMEP, p. 153-281, s/d.

FREIRE, P. Conscientização: teoria e prática da libertação. São Paulo: Moraes, 3. ed., 1980.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 24. ed., 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 12. ed. 1992.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 4. ed., 1977.

FIORI, E. M. Conscientização e educação. Educação e Realidade. Porto Alegre: UFRGS. 11(1): 3-10. jan-jun.,1986.

LAROSSA BONDIA, J. Notas sobre a experiência e o saber de experiência Revista Brasileira de Educação, n. 19, p.20-28, 2002. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782002000100003

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec, 8. ed., 269 p., 2004.

OLIVEIRA, M. W; STOTZ, E. N. Perspectivas de diálogo no encontro entre organizações não governamentais e instituição acadêmica: o convívio metodológico. In: ANAIS DA 27ª REUNIÃO DA ANPED Sociedade, Democracia e Educação: qual universidade?. Caxambu: ANPED, 2004.

PAIVA, V. O sujeito sexual: uma proposta de intervenção. Sexualidade, gênero e sociedade. Rio de Janeiro: IMS, UERJ, n.10, p. 5, 1998.

SILVA, P. B. G. O Grupo de Pesquisa Práticas Sociais e Processos Educativos. In: I SEMINÁRIO DE ESTUDOS DO GRUPO DE PESQUISA 

PRÁTICAS SOCIAIS E PROCESSOS EDUCATIVOS. Universidade Federal de São Carlos, São Carlos (SP), jun, 2004.

SILVA, P. B. G; BERNARDES, N. M. G. Roda de conversas: excelência acadêmica é a diversidade. Porto Alegre: Ano XXX, n.1 (61), jan/abr, p. 53-92, 2007.

TOLEDO, V. D. (org). Adolescencia tiempo de decisiones: manual para trabajo com adolescentes. Santiago, Chile: Mediterráneo,1998, 289 p.