Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Negritude como Tema em Projeto com Jovens

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2175-7755/cs.v32n54p239-260

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CSO 

downloadpdf

Fernanda Coelho1 & Cláudia R. Lahni2

 

Resumo: A mídia massiva tem grande impacto na (re)formulação das identidades e nos conceitos e preconceitos que circulam na sociedade. Tal impacto é potencializado quando nos referimos às minorias, como jovens e negros. Por isso, iniciativas que busquem a valorização da identidade e cidadania tornam-se tão importantes e prementes. No presente artigo pretendemos expor como a temática da negritude foi desenvolvida no Projeto Jornal e Rádio na UFJF: Território de Oportunidades1. Na oficina de rádio os jovens escolhiam temas relacionados a seu cotidiano, produziam os programas e faziam a locução. Um dos temas recorrentes foi a negritude. Pelas discussões e produções acreditamos que a oficina de rádio tenha contribuído para a valorização da cultura negra e para a tomada de consciência da cidadania dos adolescentes.

Palavras-chave: comunicação; cidadania; jovens; negritude

 

Abstract: Mass media has a major impact on the (re) formulation of identities, concepts, and prejudices that move around in society. This impact is aggravated when referring to minorities, such as the young blacks. Therefore, initiatives that seek the recovery of identity and citizenship are very important and urgent. In this article we intend to explain how the issue of blackness was developed in the Project Newspaper and Radio in UFJF: Land of Opportunities. In the radio workshop, the young people chose themes related to their daily life, produced and presented the programs. Blackness was one of the recurring themes. Through the discussions and productions, we believe that the radio workshop has contributed to the appreciation of the black culture and to the adolescents’ awareness of their citizenship.

Key words: communication; citizenship; youth; blackness

 

1 Jornalista, mestranda e bolsista Fapemig da linha Comunicação e Identidades do PPGcom/ UFJF e membro do grupo de pesquisa Comunicação, Identidade e Cidadania. Sua área de pesquisa concentrase na temática mídia, identidade e cidadania.
2 Jornalista, doutora em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, professora da graduação e do mestrado em Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e membro do grupo de pesquisa Comunicação, Identidade e Cidadania.

 

Literatura Citada

ANDRADE, D. A personagem negra na telenovela brasileira: representações da negritude em “Duas caras”. 2009. Dissertação (Mestrado) – Juiz de Fora, UFJF, 2009.

CANCLINI, N. G. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: UFRJ, 2001.

CASSAB, M. A. T.; PORTELLA, M. C. R. O Projeto UFJF: território deoportunidades. In: CASSAB, M. A. T. Para construir espaços solidários: uma metodologia de trabalho com jovens. Juiz de Fora: UFJF, 2006. p. 33-44.

GUIMARÃES, L. L. Pensar a comunicação para valorização das identidades culturais. In: COLÓQUIO MIDIA E AGENDA SOCIAL – DESAFIOS PARA A FORMAÇÃO DE ESTUDANTES E PROFISSIONAIS DE COMUNICAÇÃO, I., 2007, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: 2007. 1 CD- ROM.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

KAPLÚN, M. Una pedagogía de la comunicación. Madrid: Torre, 1998.

LAHNI, C. R.; FIGUEIREDO, M. A. C. O negro na TV visto por jovens afro-descendentes. In: COUTINHO, I.; SILVEIRA JR., P. M. da. (Orgs.). Comunicação & Cultura Visual. 1. ed. Rio de Janeiro: E-papers, 2008. v. 1. p. 117-134.

MURANGA, K. Construção da identidade negra no contexto da globalização. In: DELGADO, I. G. et al. (Orgs.). Vozes (além) da África. Juiz de Fora: UFJF, 2006.

PERUZZO, C. M. K. Comunicação como direito. In: Encontro Regional de Comunicação, 4., 2006, Juiz de Fora. Palestra. Juiz de Fora: 2006.

SOARES, I. O. Para uma leitura crítica dos jornais. São Paulo: Paulinas, 1989.

TRINTA, A. R. Identidade, identificação e projeção: telenovela e papéis sociais no Brasil. In: COUTINHO, I.; SILVEIRA JR., P. M. da (Orgs.). Comunicação: tecnologia e identidade. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.

IBGE. Síntese de Indicadores – 2000. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/ibgeteen/datas/discriminacao/ontemhoje.html>. Acesso em: 20 out. 2008.

SANTOS, M. Ser negro no Brasil hoje. Disponível em: <http://www.antroposmoderno.com/antro-version-imprimir.php?id_articulo=527>. Acesso em: 20 out. 2008.

SILVA, J. de S. e. Juventude, favelas e os grandes meios de comunicação. 2006. Disponível em: <http://www.fazendomedia.com/novas.com.br>. Acesso em: 20 fev. 2007. ISBN 151105.