Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Niilismo em Dostoiévski e Nietzsche

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1677-2644/correlatio.v8n16p109-118

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/COR/index 

downloadpdf

Luana M. Golin1

 

Resumo: Sabemos que Nietzsche (1844-1900) foi um leitor de Dostoiévski (1821- 1881). Embora contemporâneos, eles nunca se conheceram pessoalmente, contudo, o tema do niilismo é comum a ambos. A intenção deste artigo é apresentar a temática do niilismo em Dostoiévski, por meio da sua obra Crime e Castigo e o niilismo em Nietzsche, tendo como base a sua obra Assim Falou Zaratustra com o objetivo de estabelecer uma relação entre estes dois pensadores.

Palavras-chave: Nietzsche; Dostoiévski; Crime e Castigo; Assim falou Zaratustra; Niilismo; Culpa; Bem; Mal.

 

Abstract: We know Nietzsche (1844-1900) was a reader of Dostoyevsky (1821- 1881). Although they were contemporary, they had never met personally, but nihilism theme is common for both. The aim of this article is to present the nihilism theme in Dostoiévsky through his work Crime and Punishment, and the nihilism in Nietzsche using his work Thus Spake Zarathustra, attepting to establish a relation between these two thinkers.

Key words: Nietzsche; Dostoyevsky; Crime and Punishment; Thus Spake Zarathustra; Nihilismo; Guilt; Good; Evil.

 

1 Mestranda em Ciências da Religião na Universidade Metodista de São Paulo.

 

Literatura Citada

BALEEIRO, Cleber Araújo Souto. O retorno da Religião na época da superção da metafísica: religião e secularização no pensamento de G. Vattimo. Dissertação de mestrado no Instituto Metodista de Ensino Superior – Ciências da Religião, 2009. São Bernardo do Campo, 2009.

BERDIAEFF, Nicolai. O Espírito de Dostoiévski. Tradução de Otto Schneider. Rio de Janeiro: Panamericana, 1921.

CHAUI, Marilena. Convite à filosofia. 13. ed. São Paulo: Ática, 2005.

FRANK, Joseph. Dostoiévski: as sementes da revolta – 1821-1849. Tradução de Vera Pereira. São Paulo, Edusp, 1999.

FRANK, Joseph. Dostoiévski: os anos milagrosos – 1865-1871. Tradução de Geraldo Gerson de Souza. São Pulo, Edusp, 2003.

FRANK. Joseph. Dostoiévski: o manto do profeta (1871-1881). Tradução de Geraldo Gerson de Souza. São Paulo: Edusp, 2007.

DOSTOIÉVSKI, F.M. Crime e Castigo. Tradução de Natália Nunes. São Paulo, Abril cultural, 1979, Vols. I e II.

DOSTOIÉVSKI, F. M. Os Irmãos Karamazovi. São Paulo: Martin Claret, 2006.

MARASCHIN, Jaci. Pensamento metafisico: religião e teologia na pós-modernidade. Estudos de Religião. São Bernardo do Campo, v. 18, n. 26, p.118-137, junho 2004.

NIETZSCHE, Friedrich. Asssim Falou Zaratustra. São Paulo: Martin Claret, 2007.

PADOVANI, Humberto; CASTAGNOLA, Luis. Historia da filosofia. 13. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1981.

PONDÉ, Luiz Felipe Pondé. Crítica e Profecia: a filosofia da religião em Dostoiévski. São Paulo: Editora 34, 2003.

VATTIMO, Gianni. O fim da modernidade: niilismo e hermeneutica na cultura pós-moderna. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2002. 19 PONDÉ, 2003, p. 189.