Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Construção do Conhecimento Legítimo: Percursos e Desafios para a Teologia Pública no Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v25n41p57-76

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ER/index 

downloadpdf

João D. Passos1

 

Resumo: O artigo analisa a situação dos cursos superiores de teologia no Brasil, do ponto de vista político e institucional. Constata a necessidade de se adotar como parâmetro de institucionalização o estatuto epistemológico próprio da teologia, de modo a superar o critério unicamente político que tem regido o processo, desde o reconhecimento de seus cursos superiores por parte do Ministério da Educação. Embora o critério epistemológico deva prevalecer como fundante, como para as demais áreas de conhecimento, é necessária a consciência do aspecto político nele inerente. A teologia pública encontra-se em construção e possui um arsenal histórico que poderá servir ao seu estabelecimento como conhecimento legítimo.

Palavras-chave: Teologia; institucionalização; conhecimento; legitimidade.

 

Abstract: This article scrutinizes the situation of higher education programs of theology in Brazil, from a political and institutional perspective. It observes the necessity in adopting as parameter of institutionalization the particular epistemological constitution of theology, in a way to overcome the uniquely political criteria that has ruled the process, since the recognition of its higher education programs by the Brazilian Ministry of Education. Although the epistemological criteria should prevail as founder, such as in the other knowledge fields, it is necessary to recognize its inherent political aspect. The public theology finds itself in construction and possesses a historical arsenal that might contribute to its establishment as authentic knowledge.

Key words: Theology; institutionalization; knowledge; legitimacy.

 

1 Livre-docente em teologia. Professor Associado do Departamento de Ciências da Religião da PUC. E-mail: jdpassos@pucsp.br

 

Literatura Citada

BACHELARD, Gaston. Racionalismo aplicado. Rio de Janeiro: Zahar, 1977. 

BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Rio de Janeiro: Contraponto, 1998.

BOURDIEU, Pierre. Os usos sociais da ciência. São Paulo: UNESP, 2004.

BURKE, Peter. Uma história social do conhecimento; de Gutenberg a Diderot. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.

CHALMERS, Alan. A fabricação das ciências. São Paulo: UNESP, 1994.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

FOUREZ, Gerard. A construção das ciências: introdução à filosofia e à ética das ciências. São Paulo: UNESP, 1995.

GRANT, Edward. História da filosofia natural: do mundo antigo ao século XIX. São Paulo: Madras, 2009.

LENOIR, Timothy. Instituindo a ciência: a produção cultural das disciplinas científicas. São Leopoldo: Unisinos, 2004.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998. NEMO, Philippe. O que é o ocidente? São Paulo: Martins Fontes, 2005.

PASSOS, J. Décio. In: FREITAS, Maria Carmelita de (org.). Teologia e sociedade: relevância e funções. São Paulo: Paulinas, 2006.

SOARES Afonso M. L. – PASSOS, J. Décio (orgs.). Teologia pública: reflexões sobre uma área de conhecimento e sua cidadania acadêmica. São Paulo: Paulinas, 2010.

VERGER, Jacques. Cultura, ensino e sociedade nos séculos XII e XIII. Bauru: Edusc, 2001.