Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Morte de Deus e Libertação da Metáfora: Uma Leitura da Morte de Deus em F. Nietzsche a Partir da Filosofia da Religião de G. Vattimo

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v25n4p146-161

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ER/index 

downloadpdf

Alessandro Rocha1

 

Resumo: O artigo faz uma abordagem ao tema nietzschiano da Morte de Deus visto como momento paradigmático da libertação da metáfora, ou seja, da afirmação da polissemia frente à univocidade própria da tradição metafísica. Parte-se para isso da abordagem filosófica de Gianni Vattimo seguindo o seguinte percurso: a morte de Deus como plurifontização dos loci theologici; a morte de Deus como inauguração da era hermenêutica; a libertação da dimensão metafórica da palavra teológica.

Palavras-chave: Morte de Deus; Pensiero Debole; Friedrich Nietzsche; Gianni Vattimo.

 

Abstract: The article presents an approach to the theme of the Death of God nietzschiano seen as paradigmatic moment of liberation of metaphor, ie the assertion of polysemy front univocity own tradition of metaphysics. Party to this philosophical approach of Gianni Vattimo percurso using the following: the death of God as the multi-loci fontização theologici; the death of God as was the inauguration of hermeneutics, the release of the metaphorical dimension of the theological word.

Key words: Death of God; Pensiero Debole; Friedrich Nietzsche; Gianni Vattimo

 

1 Pesquisador da Cátedra Unesco de Leitura da PUC-Rio, Doutor em Teologia pela PUCRio, Pós-doutorando em Letras pela PUC-Rio. E-mail: buenomartir@gmail.com

 

Literatura Citada

ALVES, Rubem. Deus Morreu – Viva Deus! In: ALVES, Rubem; MOLTMANN, Jürgen. Liberdade e Fé. Rio de Janeiro: Tempo e Presença, 1972. 

BOFF, Clodovis. Teoria do método teológico. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

ONHOEFFER, Dietrich. Resistência e Submissão. Cartas e anotações escritas na prisão. São Leopoldo: Sinodal, 2003.

HAMILTON, William. A Morte de Deus. Introdução à Teologia Radical. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

MACHADO, Roberto. Zaratustra. Tragédia nietzschiana. São Paulo: JZE, 2002.

NIETZSCHE, Friedrich. A Gaia Ciência. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

NIETZSCHE, Friedrich. Assim Falou Zaratustra. São Paulo: Martin Claret, 2000.

PALÁCIO, Carlos. Novos paradigmas ou fim de uma era teológica? In: ANJOS, Marcio Fabris dos. Teologia aberta ao futuro. São Paulo: Loyola, 1997.

PENZO, Giorgio. Friedrich Nietzsche. O divino como problematicidade. In: PENZO, Giorgio; GIBELLINI, Rosino (Org.). Deus na Filosofia do Século XX. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2000

ROBINSON, John A. T. Um Deus Diferente. Lisboa: Morais, 1967.

ROCHA, Alessandro. Teologia sistemática no horizonte pós-moderno. São Paulo: Vida, 2007.

VATTIMO, Gianni. A tentação do Realismo. Rio de Janeiro: Lacerda, 2001.

VATTIMO, Gianni. Hermenéutica: Nuova koiné. In: ______. Ética de la Interpretación. Barcelona: Paidós, 1991.

VATTIMO, Gianni. Os ensinamentos de Gioacchino. In: ______. Depois da cristandade. Rio de Janeiro: Record, 2004. p. 37-54.

VATTIMO, Gianni. Para além da Interpretação: o significado da hermenêutica para a filosofia. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1999a.

VATTIMO, Gianni. Religião. In: ______. Para além da interpretação. O significado da hermenêutica para a filosofia. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1999b.