Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Despotencialização de Demônios por Meio de Dádivas e Desafios

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v21n33p27-41

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ER/index 

downloadpdf

Drance E. Silva1

 

Resumo: O retorno do demônio verificado na práxis religiosa neopentecostal pode parecer uma insensatez cultural religiosa face à modernidade que, como projeto, crê na razão instrumental como forma estruturante e única de racionalidade social, levando os indivíduos à busca permanente de esclarecimento. O homem moderno prima pela atitude científica quando busca conhecer algo que lhe interessa. Nesse sentido, nada deve ser remetido a explicações irracionais. A objetividade e o dado são referências de maior importância. O evangelismo popular parece nadar contra essa corrente à medida que, por exemplo, concebe o demônio como algo a ser não apenas combatido em suas fileiras, mas a abandonar as pessoas e as coisas dos quais se apossa para impedir que prosperem. E o suporte para tal empenho é a dádiva que a Deus se oferece como forma de despotencializá-lo.

Palavras-chave: neopentecostalismo; dádiva; demônio; prosperidade.

 

Abstract: The return of the demon, present in neopentecostal religious praxis, can seem a cultural religious foolishness in the face of a Modernity which, as a project, believes in Instrumental Reason as the structuring form and only form of social rationality, leading individuals to a permanent search for clarification. Modern man does very well with a scientific attitude when he seeks to know something that is in his interest to know. In this sense nothing should be referred to irrational explanation. Objectivity and data are references of the highest importance. Popular Evangelism seems to be swimming against this current inasmuch as it conceives a demon as something that must be not only fought against in its ranks but also challenged to have to abandon persons and things of which it has taken possession to impede them from prospering. What supports this effort is the gift offered to God as a way of depriving it of power.

Key words: Neopentecostalism; gift; demon; prosperity.

 

1 É doutor em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) onde desenvolveu a tese, A sagração do dinheiro no neopentecostalismo: religião e interesse à luz do sistema da dádiva. Atualmente é professor do Departamento de Teologia e Ciências da Religião da Universidade Católica de Pernambuco e assessor pedagógico da Área de Sociologia e Religião da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte do município do Jaboatão dos Guararapes. Email do autor: luanluan@elogica.com.br

 

Literatura Citada

BASTIDE, Roger. O candomblé da Bahia. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

BATAILLE, George. A parte maldita. Rio de Janeiro: Imago, 1975. Catecismo da Igreja Católica. São Paulo: Vozes/Loyola, 1993.

CORTEN, André. Os pobres e o espírito santo: o pentecostalismo no Brasil. Petrópolis-RJ: Vozes, 1996.

COSTA, Jurandi Freire. A capacidade de doar. Jornal Folha de São Paulo, Mais!, Brasil 500 d.C. 9 de janeiro de 2000.

GOMES, Wilson. Nem anjos nem demônios: interpretações sociológicas do pentecostalismo. Petrópolis- RJ: Ceris/Vozes, 1996.

MACEDO, Edir. O poder sobrenatural da fé. Rio de Janeiro: Universal Produções, 1989.

MACEDO, Edir. Orixás, caboclos e guias: deuses ou demônios. Rio de Janeiro: Gráfica Universal, 1990.

MAUSS, Marcel; HUBERT, Henri. Sobre o sacrifício. São Paulo: Cosac Naify, 2005.

NOGUEIRA, Carlos Alberto F. O diabo no imaginário cristão. São Paulo: Editora Ática, 1986.

PIERUCCI, Antônio Flávio; PRANDI, Reginaldo. A realidade social das religiões no Brasil. São Paulo: Hucitec, 1996.

RIBEIRO, Márcia Moisés. Exorcistas e demônios: demonologia e exorcismos no mundo luso-brasileiro. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

SILVA, Drance Elias. A representação social do dinheiro entre os neopentecostais. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pernambuco, 2000.

SOARES, R. R. Perguntas e respostas sobre o dízimo – os 10% que nunca faltam. Rio de Janeiro: Graça, 2004.

STANFORD, Peter. O diabo: uma biografia. Rio de Janeiro: Gryphus, 2003.

WEBER, Max. Economia e sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. Brasília: Universidade de Brasília, 1991.