Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Integração entre o Balanced Scorecard e a NBR ISO 9001:2000 Aplicada a Uma Unidade de Óleos Vegetais de Uma Indústria ao Estado de Goiás

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-9583/refae.v1n2p170-191

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ReFAE/index 

downloadpdf

Christian Drees1 & Odilon Oliveira2

 

Resumo: Este artigo tem como objetivo geral aperfeiçoar o processo de acompanhamento do desempenho e controle de uma organização voltada ao agronegócio, por meio de um modelo de indicadores alinhado aos objetivos estratégicos organizacionais. Quanto à metodologia, trata-se de uma pesquisa-ação, cujos dados foram obtidos por fontes primárias, obtidas por entrevistas e observação direta do autor, e secundária, obtida por meio do planejamento estratégico, manual e procedimentos da qualidade da unidade em estudo. A análise de dados permitiu verificar, através de alguns testes de correlação não paramétrica e regressão linear, que há grandes indícios de que o índice de rotatividade influencia o volume de esmagamento apresentando uma correlação negativa, ou seja, se aumentar a rotatividade, reduz-se o volume médio de esmagamento. Quanto aos indicadores financeiros observou-se que de 2005 a 2007 a medida que os custos industriais foram reduzidos, o EBIT e EBITDA aumentaram. Concluise com a pesquisa realizada que o Balanced Scorecard (BSC) pode dar complementaridade e sinergia à nova ISO 9001:2000, pois busca vínculos no seu mecanismo de medição e no foco da estratégia.

Palavras-chave: Balanced Scorecard, NBR ISO 9001:2000, Indicadores de Desempenho.

 

Abstract: This article aims to improve the overall process of monitoring the performance and control of an organization dedicated to agribusiness, through a model of indicators aligned to organizational strategic objectives. Regarding methodology, it is an action research, whose data were obtained from primary sources, obtained from interviews and direct observation of the author, and secondary, obtained through the strategic planning, quality manual and procedures of the unit under study. The analysis of data showed, through some nonparametric tests of correlation and regression, there is great evidence that the rate of rotation affects the amount of crushing showing a negative correlation, ie to increase turnover, reduce it the average volume of crushing. As for financial indicators showed that from 2005 to 2007 as the industrial costs were reduced, the EBIT and EBITDA increased. It is concluded that research conducted with the Balanced Scorecard (BSC) can complement and provide synergy to the new ISO 9001:2000, as links in your search engine and the focus of measurement strategy, forming a harmonious whole.

Key words: Balanced Scorecard, NBR ISO 9001:2000, Performance Indicators.

 

1 Mestre em Agronegócio pela UFG, Professor - Área: Finanças, Curso de Graduação em Administração e C. Contábeis, Faculdades Alves Faria - ALFA (Goiânia - GO).
2 Professor da Área de Finanças do Curso de Administração da Universidade Federal de Uberlândia - UFU - Campus Pontal, doutorando em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/EAESP), mestre em agronegócio pela Universidade Federal de Goiás – UFG, especialista em gestão de derivativos: mercado futuro e de opções pela Universidade Federal de Lavras – UFLA, especialista em gerência empresarial pela Universidade Salgado de Oliveira – UNIVERSO, Especialista em gestão agroindustrial pela Universidade Federal de Lavras – UFLA, Bacharel em Administração pela Universidade de Uberaba – UNIUBE. Neste artigo, contribuiu como co-autor.

 

Literatura Citada

ABRAHAM, Gerard A. Strategic Alignment. Leadership Excellence, 2006.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Sistema de gestão da qualidade: requisitos. Rio de Janeiro. ABNT, 2000.

CURKOVIC, Sime; PAGELL, Mark. A critical examination of the ability of ISO9000 certification to lead to a competitive advantage. Journal of quality management, vol. 4, p. 51, 1999.

FERNANDES, Amarildo da Cruz. Scorecard Dinâmico: em direção à integração da Dinâmica de Sistemas com o Balanced Scorecard. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro: UFRJ/COPPE, 2003.

FUSCO, José Paulo Alves. Implicações na estratégia de operações em serviços da norma NBR 19000. Revista de Administração de empresas, São Paulo, v. 35, n. 3, p, 30-38, mai/jun, 1995.

HERNANDES, Carlos Alberto Mamede; CRUZ, Cláudio Silva da; FALCÃO, Sérgio Dagnino. Combinando o Balanced Scorecard com a gestão do conhecimento. Caderno de pesquisas em administração, São Paulo, v. 01, nº 12, 2º trim./2000.

HOJI, Masakazu. Administração financeira: uma abordagem prática. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

KAPLAN, Robert S. Balanced Scorecard: sua função. Disponível em http://www.intermanagers.com. Acesso em: 04/06/2003.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. Mapas estratégicos. 5.ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. Having trouble with your strategy? Then map it. Harward Business Review, sepoct, 2000.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P., Robert S.; NORTON, David P. A estratégia em ação: Balanced Scorecard. 6. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. Putting the Balanced Scorecard to work. Harvard Business Review, sep-oct, 1993.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. The Balanced Scorecard – measures that drive performance. Harvard Business Review, jan-feb,1992.

LEITE, Daniela Cristina Medeiros; PRANCIC, Eduardo. Os indicadores de desempenho estabelecidos pela norma ISO 9001:2000 e a sua utilização como um sistema de medição de desempenho eficaz: um estudo de caso. Ouro Preto, ENEGEP, 2003. [CD-ROOM]

MEDEIROS, Janann Joslin; OLIVEIRA, Marcos Roberto Goes de; SOUSA, Vinicius José Oliveira de. A certificação ISO 9000 e a qualidade total como pontos de aprendizado organizacional. Foz do Iguaçu, Enanpad, 1999. [CD-ROOM]

MONTEIRO, Paulo Roberto Anderson; CASTRO, Alexandre Ramos; PROCHNIK, Victor. A mensuração do desempenho ambiental no Balanced Scorecard e o caso da Shell. VII Encontro Nacional sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente, FGV/USP, out/2003.

PEDROSO, Marcelo Caldeira . Modelo de gestão do sistema de planejamento, programação e controle da produção. Revista de administração da Universidade de São Paulo, São Paulo, n. 34, n. 2, p. 55. 71, abr/ jun, 1999.

RICHARDSON Sandy. The key elements of Balanced Scorecard success. Ivey Business Journal, nov-dec, 2004.

SANTOS, Leandro Rosa dos. Gestão da maturidade de processos essenciais – convergência para o futuro. RAE eletrônica. São Paulo, v. 2, n. 1, jan/jun, 2003. Disponível em: http://www.rae.com.br/eletronica. Acesso em 25 de janeiro de 2007.

SKRABEC, Quentin R. et al. ISO9000: do the benefits outweight the costs? Industrial management, vol. 39, p. 26, nov/dec, 1997.

TAVARES, Mauro Calixta. Gestão estratégica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

VELURY, Jay. ISO 9000: focusing on quality systems. Industrial management, 6. ed., vol. 38, p.11, nov/dec, 1996.