Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Paulo Freire e Gramsci: Contribuições para Pensar Educação, Política e Cidadania no Contexto Neoliberal

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8993/ml.v2n2p25-39

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ML/index 

downloadpdf

Elydio Santos Neto1

 

Resumo: Este artigo, em sua primeira parte, recupera os momentos finais da década de 1980 e suas implicações para as abordagens pedagógicas progressistas no contexto brasileiro. Em seguida reexamina conceitos de Gramsci e Freire para pensar, relativamente à educação, os aspectos políticos e de formação cidadã. Conclui discutindo a importância de considerar as contribuições destes autores, em tempos de afirmação neoliberal, tanto na perspectiva da resistência à ideologia dominante, como naquela outra que sugere a necessidade de intervenções criativas, fundamentadas e consistentes no âmbito de uma educação, escolar e não-escolar, que prime pela formação política e cidadã dos educandos e que tenha em seu horizonte a perspectiva de participar dos processos de transformação da sociedade.

Palavras-chave: Paulo Freire, Antonio Gramsci, Educação, Política, Cidadania.

 

Abstract: This article, on its first part, recalls the final moments of the eighties and their implications to the progressive pedagogic approaches on Brazilian context. Thereafter, it re-analyses Gramsci and Freire concepts in order to think about education, considering political aspects and citizenship formation. It concludes discussing the importance of considering these authors` contributions, in times of neoliberal assertiveness, on the perspective of a resistance to the dominant ideology, and also as a necessity of creative, consistent and supported interventions regarding scholar and non-scholar education, that aims to political and citizenship formation of students and foresees the perspective of taking part on the society`s transformation processes.

Keywords: Paulo Freire, Antonio Gramsci, Education, Politics, citizenship.

 

1 Doutor em Educação pela PUC-SP. Docente-pesquisador do Mestrado em Educação da Universidade Metodista de São Paulo onde leciona “Teorias da Educação e Realidade Brasileira”. É pesquisador da Linha Formação de Educadores. Autor de Por uma Educação Transpessoal (Lucerna/Metodista, 2006) e de Educação e Realidade Brasileira, em co-autoria com Marília Claret Geraes Duran (Metodista, 2008). E-mail: elydio.santos@metodista.br

 

Literatura Citada

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 11ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 4ed. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

FREIRE, P. À sombra desta mangueira. São Paulo: Olho d’água, 2000a.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Editora Unesp, 2000b.

FREIRE, P. Pedagogia dos sonhos possíveis. São Paulo: Editora da Unesp, 2001a.

FREIRE, P. Política e Educação. 6 ed. São Paulo: Cortez, 2001b.

FREIRE, P. e SHOR, I. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

FUKUYAMA, F. The end of History and the Last Man. New York: The Free Press, 1992.

GRAMSCI, A. Maquiavel, a política e o estado moderno. 4ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. 5ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1985.

GRAMSCI, A. Concepção dialética da história. 8ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1989.

KONDER, L. O futuro da filosofia da práxis: o pensamento de Marx no século XXI. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

KURZ, R. O colapso da modernização: da derrocada do socialismo de caserna à crise da economia mundial. São Paulo: Paz e Terra, 1992.

LEONELLI, D. O socialismo morreu? Viva o socialismo! In: Folha de São Paulo, 14 de maio de 1990, p. A-3.

MORIN, E. O método 5: a humanidade da humanidade.2ed. Porto Alegre: Sulina, 2003.

PORTELLI, H. Gramsci e o bloco histórico. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

SANTOS, M. Os deficientes cívicos. In: Folha de São Paulo, Caderno Mais(5), 24 de janeiro de 1999, p. 8.

SANTOS NETO, E. Esperança, utopia e resistência na formação e prática de educadores no contexto neoliberal. In: Revista de Educação do COGEIME, ano 13, no. 24, Piracicaba: COGEIME, p. 53-62, junho de 2004.

SAVIANI, D. História das idéias pedagógicas no Brasil. 2ed. Campinas: Autores Associados, 2008.

SCHWARZ, R. Um livro audacioso. In: Folha de São Paulo, 17 de maio de 1992, p. I-3.

SILVA, J. M. A autonomia da escola pública: a re-humanização da escola. Campinas: Papirus, 1996.

SNYDERS, G. Escola, classe e luta de classes. 2ed. Lisboa: Moraes Editores, 1981.