Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Educação Empreendedora e Inserção Profissional: O Perfil dos Alunos de Uma Instituição de Ensino Superior

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v2n4p143-164

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/OC/index 

downloadpdf

Adriana T. Bastos1 & Verônica Peñaloza2

 

Resumo: Uma preocupação constante da universidade é como instrumentalizar os alunos para se tornarem aptos a ingressarem no mercado e o empreendedorismo tem se tomado um tema recorrente nas discussões acerca da inserção e da formação profissional. Dentro desse contexto, o presente artigo tem como objetivo geral compreender o perfil do aluno que está em vias de deixar a universidade e ingressar no mercado de trabalho, mas sob a perspectiva de análise do empreendedorismo. Uma primeira leitura dos resultados indicou que a maioria dos alunos não teria espírito empreendedor, nesse caso entendido como intenção de montar um negócio. O objetivo profissional do maior percentual de respondentes foi o de serem funcionários públicos, colocado, muitas vezes, na literatura como antítese do espírito empreendedor. Contudo, em um segundo momento, os resultados evidenciaram que os alunos apresentam características/comportamento empreendedor, e o fato de – na sua maioria – não demonstrarem interesse em desenvolver atividades empreendedoras é mais uma questão relacionada a motivações econômicas (renda familiar) que a motivações empreendedoras.

Palavras-chave: empreendedorismo; universidade.

 

Abstract: It is common in the university a frequently preoccupation how to improve theirs students to be able in getting into to the work market. The enterprising has been a recurrently subjective in to the discussion about the professional formation. In this context, this work aims to discuss and to understand the student’s profile who has been leaving from the university into the work market, by way of analyses the research are draw on the bases of enterprising date. It was made a survey practice with the students from a State University. After a very brief reading of current ideas on this research we may examine that the most part of the students don’t want start up a enterprise, they prefer to be public employed, the knowledge that are presented in the literature show that this fact is antithesis of enterprising. In a second time, the results present that the students show the characterize of enterprising.

Key words: enterprising; university.

 

1 Professora assistente da Universidade Estadual do Ceará. Email: atbastos@uol.com.br
2 Professora adjunta da Universidade Estadual do Ceará. Email: penaloza_veronica@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

DIB, S. K.; DIAS, C. G. de S., Inserção profissional dos jovens: o empreendedorismo e as formas de participação. 3º Cipeal, 2003.

ROESCH, S. M. A. Projetos de estágio e de pesquisa em administração: guia para estágios, trabalhos de conclusão, dissertação e estudos de caso. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

DOLABELA, F. Oficina do empreendedor: a metodologia de ensino que ajuda a transformar conhecimento em riqueza. São Paulo: Cultura Editora, 1999.

DOLABELA, F. Ensino de empreendedorismo na educação básica como instrumento do desenvolvimento local sustentável. In: Cipeal, 3, 2003, Rio de Janeiro. Anais.... Rio de Janeiro, 2005.

DORNELAS. J. C. A. Empreendedorismo: transformando idéias em negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001.

OLIVEIRA, M. A. de. Ética e economia. Ática: São Paulo. 1995.

MATTAR, F. N. Pesquisa de marketing. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Relatório de pesquisa: fatores condicionantes da taxa de mortalidade no Brasil. Brasília, 2004. Disponível em: <http://www.sebrae.com.br/br/mortalidadeempresaL/index.aw> Acesso em: 20 abr. 2005.

FILION, L. J. Um roteiro para desenvolver o empreendedorismo. Recife: IEL, 2003.

MACHADO, M. R. L.; ANEZ, M. E.; RAMOS, R. E. A educação superior e o potencial empreendedor: um estudo de caso em uma Instituição de Ensino Superior. In: Egepe, 4, 2005, Curitiba. Anais ... Curitiba, 2005

CARVALHO FILHO, A. et al. Propensão a empreender de estudantes universitários no Brasil. In: Egepe, 4, 2005, Curitiba. Anais ... Curitiba, 2005.

GLOBAL ENTREPREURSHIP MONITOR (GEM). Empreendedorismo no Brasil. 2002.