Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Matriz da Linguagem Visual em Jornais Diários: Os Casos OESP e Folha em 2010

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0934/aum.v13n13p161-183

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/AUM/index 

downloadpdf

Roberto J. Oliveira1

 

Resumo: Neste artigo analiso as características do que chamo de matriz da linguagem visual em jornais diários de São Paulo. Para tanto, realizei pesquisa bibliográfica; analisei vídeos institucionais produzidos pelos diários paulistanos, O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo; utilizei entrevista do editor de arte do grupo Estado à TV Publish; e estudei os cadernos especiais lançados pelos veículos no dia de lançamento dos jornais com os novos projetos gráficos.

Palavras-chave: História do jornalismo − Jornal do Brasil – Projeto gráfico.

 

Abstract: In this article I analyze the characteristics of what I call the matrix of visual language in daily newspapers in the state of Sao Paulo. For such analysis, I conducted a literature review and analyzed corporate videos produced by daily newspapers in São Paulo, O Estado de S. Paulo and Folha de S. Paulo; I used an interview by the art editor of the group Estado to TV Publish, and studied the special sections published on the launching day of the papers’ new graphic design.

Key words: History of Journalism – Jornal do Brasil – Graphic design

 

1 Professor da Universidade Metodista de São Paulo, onde leciona as disciplinas de Comunicação Visual e História do Jornalismo, presta assessoria em comunicação gráfica à Agência de Comunicação Integrada (Agicom) da Metodista e é pesquisador da Cátedra Gestão de Cidades da Universidade Metodista de São Paulo. E-mail: rjolivei@uol.com.br.

 

Literatura Citada

AGUILERA, Yanet (Org.). Preto no branco: a arte gráfica de Amilcar de Castro. São Paulo/Belo Horizonte: Discurso editorial/UFMG, 2005.

BERGER, René. Tornar-se os primitivos do futuro? In: DOMINGUES, Diana (Org.). Arte e vida no século XXI: tecnologia, ciência e criatividade. São Paulo: Unesp, 2003.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em redes. 9 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

DINES, Alberto. O papel do jornal. 6. ed. (atualizada). São Paulo: Summus, 1996.

FABBRINI, Ricardo. Pulsões do construtivismo. In: AGUILERA, Yanet (Org.). Preto no branco: a arte gráfica de Amilcar de Castro. São Paulo/Belo Horizonte: Discurso editorial/UFMG, 2005.

FABRIS, Annateresa. Do concretismo à arte-guerrilha: aspectos da arte brasileira nos anos 50 e 60. In: ARQUIVO DO ESTADO. Arquivo em imagens: Última Hora Artes. 2 ed. Rev. São Paulo: Imprensa Oficial, 2003.

FERREIRA JUNIOR, José. Capas de jornal: a primeira imagem e o espaço gráfico visual. São Paulo: Senac, 2003.

GROPIUS, Walter. Bauhaus: novarquitetura. 3 ed. São Paulo: Perspectiva, 1977.

GRUSZYNSKI, Ana Cláudia. Design gráfico: do invisível ao ilegível. 2. ed. São Paulo: Rosari, 2008.

GULL AR, Ferreira. É, jornais também morrem. Folha de São Paulo, São Paulo, 25 jul. 2010. Ilustrada, p. 12.

HURLBURT, Allen. Layout: o design da página impressa. São Paulo: Nobel, 1986.

KOPP, Rudinei. Design gráfico cambiante. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2002.

LEITE, João de Souza. De costas para o Brasil: o ensino de um design internacionalista. In: MELO, Chico Homem de (Org.). O design gráfico brasileiro: anos 60. São Paulo: CosacNaify, 2006.

LINS DA SILVA, Carlos Eduardo. O adiantado da hora: a influência americana sobre o jornalismo brasileiro. São Paulo: Summus, 1991.

LUPTON, Ellen; MILLER, J. Abbott (Orgs.). Abc da Bauhaus. São Paulo: CosacNaify, 2008.

NOVÍSSIMA. Caderno Especial sobre a reforma gráfica da Folha de São Paulo. São Paulo: Folha de São Paulo, 23 mai. 2010.

RABAÇA, Carlos Alberto; BARBOSA, Gustavo Guimarães. Ed. atual. Dicionário de comunicação. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

RIBEIRO, Milton. Planejamento visual gráfico. 4 ed. atual. Brasília: Linha, 1997.

SANTOS, Eustáquio Augusto dos Santos. A notícia e o diagrama: entrevista exclusiva com Amilcar de Castro. Novos Estudos, São Paulo, n. 78, p. 131-143, 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/nec/n78/12.pdf>. Acesso em: 8 maio 2010.

SINGER, Suzana. Inutilidades.blog.com. Folha de São Paulo, São Paulo, 23 de maio de 2010. Poder, Ombudsman, p. 8.

SODRÉ, Nelson Werneck. História da imprensa no Brasil. São Paulo: Martins Fontes, 1988.

SOUZA, Pedro Luiz Pereira de. Notas para uma história do design. 4 ed. Rio de Janeiro: 2AB, 2008.

STOLARSKI, André. Alexandre Wollner e a formação do design moderno no Brasil: depoimentos sobre o design visual brasileiro. São Paulo: CosacNaify, 2005.

 

Internet

FOLHA DE SÃO PAULO. O jornal do futuro. Direção de Fernando Grostein de Andrade. São Paulo: 2010. Vídeo (18 min.). Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/videocasts/739063-documentario-revela-bastidores-das-mudancas-na-folha.shtml>. Acesso em: 15 jun. 2010.

O ESTADO DE S. PAULO. Redesenho 2010 do Jornal O Estado de S. Paulo. Direção de Felipe Machado. São Paulo: 2010. Vídeo (15 min.). Disponível em: <http://tv.estadao.com.br/videos,OESTADO-DE-S-PAULO-E-ESTADAOCOMBR-ANHAM-NOVOS-PROJETOS-GRAFICOS,92715,0,0.htm>. Acesso em: 14 jun. 2010.

REVISTA PUBLISH. TV Publish - Fabio Sales: O Estado de S. Paulo. Direção Flávio Deliberali. São Paulo: 2010. Vídeo (7 min.). Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=lKaxbX92P2w>. Acesso em: 12 jul. 2010.

OESP. O que muda e o que permanece. Disponível em: <http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100314/not_imp523973,0.php>. Acesso em: 20 mai. 2010.