Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Personalismo em Primeiro Lugar – Estudo Sobre O HGPE Durante 2º Turno em Curitiba

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0934/aum.v17n17p77-93

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/AUM/index 

downloadpdf

Luciana Panke1, Fernando Castro2 & Ricardo Tesseroli3

 

Resumo: A campanha eleitoral, quando segue para segundo turno, apresenta mudanças estratégicas na comunicação dos candidatos. Em geral, discursos mais incisivos e acusações emergem. Para investigar as possíveis reestruturações, apresentamos uma análise dos programas veiculados em televisão no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral durante o segundo turno das eleições realizadas em Curitiba, em 2012. A metodologia adotada é a análise de conteúdo, que possibilita apontar a incidência dos temas nas duas candidaturas finalistas. O artigo pretende, a partir dos dados levantados, indicar possíveis respostas para as variações encontradas entre o candidato Gustavo Fruet e o candidato Ratinho Jr.

Palavras-chave: comunicação política; propaganda eleitoral; HGPE; Curitiba; eleições 2012.

 

1 Doutora em Ciências da Comunicação (USP); Professora da Universidade Federal do Paraná na graduação em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Vice-Presidente da Sociedade Brasileira de Profissionais e Pesquisadores de Marketing Político (Politicom) e líder do grupo de Pesquisa “Comunicação Eleitoral”. Atualmente em estágio pós-doutoral na UAM – Universidade Autônoma Metropolitana – México. Bolsista Capes, e-mail: lupanke@gmail.com
2 Jornalista integrante do grupo de pesquisa “Comunicação Eleitoral” – UFPR, e-mail: castro.jorn@ gmail.com
3 Jornalista integrante do grupo de pesquisa “Comunicação Eleitoral”. Mestrando em Comunicação, pela Universidade Federal do Paraná, e-mail: rgtesseroli@me.com

 

Literatura Citada

DUCCI, Luciano. Programas veiculados no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral em televisão, 2012. Disponíveis em:<http://www.youtube.com/ocanalpanke>, 2012. Acesso em: 19 jun. 2013.

ECO, Humberto. Apocalípticos e integrados. São Paulo, Perspectivas, 1993

FRUET, Gustavo. Programas veiculados no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral em televisão, 2012. Disponíveis em: <http://www.youtube.com/ocanalpanke>, 2012. Acesso em: 19 jun. 2013.

MAGALHÃES, Raul F. A ciência política e o marketing eleitoral: algumas elaborações teóricas.Comunicação & Política, Rio de Janeiro, v. I, n.3, p. 127-139, 1995.

MIGUEL. Luís Felipe. Discursos cruzados: telenoticiários, HGPE e a construção da agenda eleitoral. Sociologias, Porto Alegre, ano 6, n. 11, p. 238-258, jan- jun 2004.

PANKE, Luciana; CERVI, Emerson. Análise da comunicação eleitoral: uma proposta metodológica para os estudos do HGPE.Contemporânea, Salvador, acrescentar n.03 v.09,p.390-404, set.-dez. 2011.

PANKE, Luciana. BOZZA, Gabriel, THAUNY, Jeferson, FONTOURA, Rui. Levantamento temático da propaganda eleitoral na televisão – estudo de caso sobre as eleições municipais de Curitiba em 2012.In: V COMPOLITICA, 2013. Disponível em: http://www.compolitica.org/home/wp-content/uploads/2013/05/GT09-Propaganda-e-marketing-politico-LucianaPanke.pdf. Acesso em: 19.jun.2013

PANKE, Luciana. Política e entretenimento: cruzamento e/ou interferência na construção de sentidos. Animus, Cascavel, v.09, n. 18, p. 13-30, 2010. Disponível em: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/animus/article/view/2437. Acesso em: 19.jun.2013

RATINHO Jr. Programas veiculados no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral em televisão, 2012.Disponíveis em: <http://www.youtube.com/ocanalpanke>, 2012. Acesso em: 19.jun.2013

SCHMITT, R. Estratégias de campanha no horário gratuito de propaganda eleitoral em eleições proporcionais. DADOS – Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, vol 42, n. 2, p. 277-302,1999.

VEIGA, Luciana. Em busca de razões para o voto: o uso que o homem comum faz do horário eleitoral.2001, 246f Tese (Doutorado). Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro (IUPERJ), Rio de Janeiro, 2001.