Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Política Sem Partido e Notícia Sem Empresa Jornalística - Um Olhar Sobre a Crise Evidenciada nas Manifestações de Junho de 2013

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0934/aum.v17n17p139-152

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/AUM/index 

downloadpdf

Cláudia A. Thomé1

 

Resumo: A manifestação popular iniciada em junho de 2013 evidenciou uma crise de representação dos partidos políticos e também das empresas jornalísticas. A proposta do presente trabalho é apresentar um olhar sobre a forma como os protestos e a cobertura deles atravessam a produção jornalística na contemporaneidade, sobretudo com a atuação do grupo Mídia Ninja – Narrativas Independentes Jornalismo e Ação. O poder de mobilização pela rede social e a veiculação do registro em tempo real na Internet revolucionam o jornalismo na contemporaneidade.Na crítica ao jornalismo da grande imprensa, no entanto, surge a ideia de que a cobertura em tempo real é garantia de imparcialidade. Nesta disputa política por quem está com a verdade, o movimento sem líder e sem partido passou a ter atores sem identificação.

Palavras-chave: Comunicação; jornalismo; política; manifestação

 

1 Professora adjunta da Facom / UFJF, e-mail: cthomereis@gmail.com

 

Literatura Citada

BARTHES, Roland. O Rumor da Língua. Tradução de Antônio Gonçalves. Lisboa: Edições 70, 1984.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed, 1998.

BRASIL, Antonio. Os ninjas da GloboNews. Observatório da Imprensa, 10 set. 2013. Disponível em: <http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed763_os_ninjas_da_globonews>. Acesso em: 15 set. 2013.

CAETANO veste máscara black bloc em página do Mídia Ninja. Folha de S. Paulo, São Paulo, 6 set. 2013. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2013/09/1337918-caetano-veste-mascara-black-bloc-em-pagina-do-midia-ninja.shtml>. Acesso em: 7 set. 2013.

CARR, E. H. Que é história? Tradução de Lúcia Maurício de Alverga. 7ª reimpressão. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

CASTILHO, Carlos. O pós-jornalismo entra em cena nas manifestações. Observatório da Imprensa, 30 jun. 2013. Disponível em: <http://www.observatoriodaimprensa.com.br/posts/view/o_pos_jornalismo_entra_em_cena_nas_manifestacoes>. Acesso em: 24 jul. 2013.

DELEUZE, Gilles. Sobre as Sociedades de Controle.Conversações: 1972-1990, Rio de Janeiro, ed. 34, p. 219-226, 1992

ECO, Umberto. Obra Aberta. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1968.

FACEBOOK. Chamando ninjas do Brasil. Disponível em <https://www.facebook.com/midiaNINJA/posts/196688297155990>. Acesso em: 11 set. 2013.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. 30. ed. Petrópolis: Ed. Vozes, 2005.

LOGO+ Apresenta: Vladimir na Presidente Vargas. Globo.com, Rio de Janeiro, 21 jun. 2013. Disponível em: <http://oglobo.globo.com/videos/v/logo-apresenta-vladimir-na-presidente-vargas/2648988/>. Acesso em: 30 jun. 2013.

LORENZOTTI, Elizabeth. POSTV, de pós-jornalistas para pós-telespectadores. Observatório da Imprensa, 25 jun. 2013. Disponível em: <http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/ postv_de_pos_jornalistas_para_pos_telespectadores>. Acesso em: 24 jul. 2013.

LUHMANN, Niklas. La realidad de los medios de masas. México: Universidad Iberoamericana: Anthropos, 1998.

RAMONET, Ignacio. A tirania da comunicação. Tradução de Lúcia Mathilde Endlich Orth. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999. (está marcado mas não ficou registrado o problema)

ROCA, André. Jovens seguem preceitos anarquistas mesmo sem saber, avalia historiador. Portal Terra, São Paulo, 22 jun. 2013. Disponível em: <http://noticias.terra.com.br/educacao/historia/jovens-seguem-preceitos-anarquistas-mesmo-sem-saber-avalia-historiador,78c3bd708ad5f310VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html>. Acesso em: 23 jun. 2013.

SALA. Sociedade de Linguística Aplicada, Cultura Digital e Educação. Entrevista - Mídia Ninja e Pós-TV. Disponível em: <http://www.sala.org.br/index.php/tv/entrevistas/797-midia-ninja-e-pos-tv>. Acesso em: 15 jul. 2013.

VATTIMO, Gianni. A tentação do realismo. Tradução de Reginaldo Di Piero. Rio de Janeiro: Lacerda Ed.: Istituto Italiano di Cultura, 2001.

VÍDEO na Internet ensina técnicas para filmar abusos contra manifestantes. O Dia, Rio de Janeiro, 17 jul. 2013. Disponível em: <http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2013-07-17/filme-how-to-film-a-revolution-ensina-como-filmar-protestos-que-acabam-em-confronto-com-a-policia.html>. Acesso em:17 jul. 2013.