Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

As Organizações Patronais Rurais no Estado do Pará: Evolução e Perspectiva

DOI: http://dx.doi.org/10.17553/2359-0831/ihgp.n1v1p88-106

http://www.ihgp.net.br/revista/index.php/revista 

downloadpdf

Aluisio F. da Silva Junior1

 

Resumo: Apresenta-se, de forma exploratória e descritiva, as primeiras organizações patronais rurais do Estado do Pará a partir de levantamentos realizados na Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Pará - FAEPA. Em função das dificuldades encontradas visando à elaboração de um pensamento cronológico, congruente e fidedigno, outras fontes de pesquisas foram consultadas. A evolução e expansão dessas organizações constituem elementos importantes para a compreensão da atual configuração espacial desta entidade, bem como proporciona o entendimento da complicada rede de relações que envolvem diferentes personagens presentes no espaço rural paraense através das mudanças que proporcionaram contradições, conflitos e violências.

Palavras-chave: Organizações patronais rurais. Evolução e expansão das organizações patronais. Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Pará - FAEPA

 

Abstract: It presents by an explanatory and descriptive form the firsts rural employer organizations of Pará State, it staring from surveys made at FAEPA (Agriculture and Livestock Federation of Pará State). According to some difficulties encountered and aiming at developing of a chronological consistent and trustworthy contemplation, another research sources were conferred. The evolution and increase of these organizations constitute important elements for the comprehension of actual spatial configuration, as well as promote the understanding of a hard network witch evolves various characters present in rural area from Pará State, through changes that afford some contradictions, conflicts and violence.

Key words: Rural employer organizations, evolution and increase of employer organizations, FAEPA (Agriculture and Livestock Federation of Pará State).

 

1 Bacharel e Licenciado Pleno em Geografia pela Universidade Federal do Pará/UFPA (2000). Licenciado Pleno em Pedagogia pela Universidade do Estado do Pará/UEPA (1996). Especialista em Educação Ambiental/PROFIMA VI/NUMA/UFPA (2001). Mestre em Agriculturas Familiares e Desenvolvimento Sustentável/MAFDS/NEAF/CA/UFPA (2008). Doutorando em Estudios Sociales Agrários/Universidad Nacional de Córdoba/Argentina/Centro de Estudios Avanzados/CEA/UNC. Vice – Coordenador do Campus de Ananindeua - UFPA. Contato: junior@ufpa.br

 

Literatura Citada

A Lavoura Paraense. Secretaria de Obras Públicas, Terras e Viação, Officinas do Instituto Lauro Sodré. Belém/Pará: 15/11/1907 e 31/04/1912.

EMMI, M. A oligarquia do Tocantins e o domínio dos castanhais. 2ª ed. Belém: UFPA/NAEA, 1999.

FAEPA, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Pará. 53 anos valorizando o homem e a produção rural. Belém: L & A editora, 2004.

FERNANDES, M. Donos de terras: trajetória da união democrática ruralista - UDR. Belém: UFPA/NAEA, 1999.

FERNANDES, M. Estrutura fundiária e atuação política dos donos de terra no Pará: uma abordagem sobre a União Democrática Ruralista - UDR.1993.Dissertação (Mestrado Internacional em Planejamento do Desenvolvimento) - Núcleo de altos Estudos Amazônicos - NAEA/UFPA, 1993.

GUERRA, G.A.D. Sindicatos rurais versus Sindicatos de trabalhadores rurais no Estado do Pará. Novas estratégias de representação política. (Paper) UFPA/NAEA. Nº 124/Agosto, 1999.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Mesorregiões e microrregiões paraense. Belém/Pará: IBGE, 2007.

ITERPA. Instituto de Terras do Pará. Base Cartográfica. Belém/Pará: ITERPA, 2008.

LUDOVINO, R.M.R. Evolução e viabilidade dos sistemas de agricultura familiar na Região Bragantina. Para/Brasil. Thèse de doctorat. Institut Supérrieur d’Agronomie Lisbonne: Portugal, 2002.

PETIT, P. Chão de promessas: elites políticas e transformações econômicas no Estado do Pará pós - 1964. Belém: Paka- Tatu, 2003.

REVISTA COMERCIAL DO PARÁ. Syndicatos Agro-Pecuário Soure-Marajó. Belém: Pará. Ano IV, Nº 07, de 31 de dez. de 1918.

SANDRONI, P. Novíssimo dicionário de economia. 6ª . São Paulo: Círculo do livro, 2001.

TEIXEIRA, J.F. O arquipélago de Marajó. Rio de Janeiro: Serviço Gráfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1953.

VEIGA, J. B. da et al. Expansão e trajetória da pecuária na Amazônia: Pará, Brasil. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2004.

WEINSTEIN, B. A borracha na Amazônia: expansão e decadência (1850-1920). São Paulo: Hucitec: Editora da Universidade de São Paulo, 1993.