Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Humanismo em Crise: A Proposta Levinasiana da Alteridade do Rosto como Reconstrução do Humanismo

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/1983-7631/rt.v5n9p18-29

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/tec 

downloadpdf

Rafael S. D. Moura1

 

Resumo: O pensamento levinasiano procurou responder ao soerguimento de uma razão estruturalista que resignou o homem a um conceito abstrato, frágil e fechado em sua individualidade existente. O presente trabalho procura problematizar a abordagem de Emmanuel Lévinas sobre a crise do humanismo. Essa crise será apresentada por meio do pensar a construção do indivíduo, encastelado em si mesmo, por meio da análise das correntes de pensamento racional-estruturalistas e da ontologia desenvolvida pela metafísica de inspiração idealistas. Serão tematizados os limites da razão para o desenvolvimento de um humanismo levinasiano. Nesse sentido, a superação da dicotomia sujeito-objeto por meio do agir humano será pensada como forma de se redescobrir o Ser que procura encontrar a dignidade e fazer a experiência concreta do sentido do existir.

Palavras-chave: sentido; crise do humanismo; individualismo; vida em sociedade; evolução.

 

Abstract: The levinasian thought sought to answer to uplift a structuralist reason that man resigned to an abstract concept, fragile and closed in his individuality exists. This paper aims to discuss the thought of Emmanuel Levinas about the crisis of humanism. This crisis will be presented through the construction of individual thinking, closed in on itself, through the analysis of lines of rational-structuralist thought and the ontology developed by metaphysics of idealist inspiration. Thematized limits are the reason for developing a levinasian humanism. In this sense, overcoming the subject-object dichotomy through human action be thought as a way to rediscover the Being who seeks to find the dignity and the concrete experience of the sense of existence.

Keywords: sense; crisis of humanism; individualism; life in society; evolution.

 

1 Bacharel e Mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. rsmoura1985@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

BARTOLOMÉ RUIZ, Castor M. M. As Encruzilhadas do Humanismo. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.

BEAUVOIR, Simone de. Por uma moral da ambiguidade seguido de Pirro e Cinéias. Tradução de Marcelo J. de Moraes. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005.

GUSTIN, Miracy Barbosa de souza. Importância de redes sociais mistas para a efetividade de capital social e humano e de governança social em comunidades de depauperamento social: questões de fundo sobre sua aplicação na região metropolitana de Belo Horizonte. Portal Conselhos MG. Disponível em: <http://www.conselhos.mg.gov.br/publicacao/artigo>. Acesso em: 08 jun. 2012.

HUTCHENS, B. C. Compreender Lévinas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

LÉVINAS, Emmanuel. De Deus que vem à Ideia. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008b.

LÉVINAS, Emmanuel. Transcendência e Inelegibilidade. RJ: Edições 70, 1984.

LÉVINAS, Emmanuel. Totalidade e Infinito. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2008a.

LÉVINAS, Emmanuel. Humanismo do outro homem. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993.

LÉVINAS, Emmanuel. Descobrindo a existência com Husserl e Heidegger. Lisboa: Instituto Piaget, 1997.

MELO, Hygina Bruzzi de. A cultura do simulacro: filosofia e modernidade em J. Baudrilard. São Paulo: Loyola, 1988.

MELO, Nélio Vieira de. A Ética da Alteridade em Emmanuel Lévinas. Porto Alegre, RS: EDIPUCRS, 2003.

RIBEIRO JÚNIOR, Nilo. Sabedoria da Paz: Ética e Teo-lógica em Emmanuel Lévinas. São Paulo, SP: Edições Loyola, 2008.

SOUZA, Ricardo Timm de; OLIVEIRA, Nythamar de (Org). Fenomenologia hoje III. Porto Alegre: Edipucrs, 2008.