Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Desempenho em Memória de Trabalho em Escolares Com e Sem Queixas de Alterações de Aprendizagem

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/1983-7631/rt.v4n6p54-65

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/tec 

downloadpdf

Luciana M. Alves1 & Mônica M. Ribeiro2

 

Resumo: Objetivo: comparar o desempenho de escolares do ensino fundamental da rede pública e particular, com e sem queixas de alterações de aprendizagem, em tarefas que demandem o uso da memória. Métodos: avaliação da memória auditiva imediata, por meio de tarefas de repetição de palavras reais, não palavras e dígitos, e o teste de memória visual, pela nomeação imediata de figuras e identificação das mesmas junto a outras figuras. Resultados: a amostra foi composta por 137 escolares. O desempenho em memória visual não se mostrou significativo entre os grupos. Nas tarefas de memória auditiva foi encontrado que os escolares sem queixas de alterações de aprendizagem tiveram melhor desempenho nas tarefas de evocação de não palavras e dígitos. Conclusão: verificou-se que as crianças sem queixas de aprendizagem obtiveram melhor desempenho em duas tarefas de memória auditiva. Os resultados dos escolares estão relacionados à rede de ensino que frequentam e à idade cronológica.

Palavras-chave: Memória; memória de curto prazo; rememoração mental; avaliação; aprendizagem

 

Abstract: Purpose: to compare students’ performance on tasks that depends on memory abilities according to school level, private and public school, and with or without learning alterations. Methods: evaluation of the immediate auditory memory through tasks such like repetition of real words, non-words and numbers, and through a visual memory test which consists on giving names to figures and identification of them when they are together with other ones. Results: total sample size was 137 students. The students’ performance was the same on visual memory tests. On auditory tests it was possible to evidence better performance from the ones without learning alteration on non-word and number tests. Conclusion: It was possible to verify that students without learning alterations performed better that the ones with it on two auditory tasks. Beyond it was possible to confirm that the auditory performance is related to scholar level and public/private school.

Keywords: Memory; short-term memory; mental recall; evaluation; learning

 

1 Fonoaudióloga. Pós-Doutora em Linguística pelo Laboratoire Parole et Langage – França. Doutora em Estudos Linguísticos pela UFMG. Docente do curso de Fonoaudiologia do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix. luciana.alves@metodistademinas.edu.br
2 Fonoaudióloga pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix. monica.mribeiro@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

BADDELEY, A.; HITCH, G.J. Working memory. In: Bower G. The psychology of learning and motivation. New York: Academic Press; 1974.

BADDELEY, A. Working memory and language: an overview. J Commum Disord, Atlanta, v.3, n.36, p.189-208, 2003.

CAPOVILLA, A.G.S.; CAPOVILLA, F.C. Problemas de leitura e escrita: como identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica. São Paulo, Memmon, 2000.

CARNEIRO, G.R.S.; MARTINELLI, S.C.; SISTO, F.F. Autoconceito e dificuldades de aprendizagem na escrita. Psicol. Reflex. Crit, Porto Alegre, v.3, n. 16, p.427-434, 2003.

CIASCA, S.M. Distúrbios de aprendizagem: proposta de avaliação interdisciplinar. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.

CORONA, A.P.; PEREIRA, L.D.; FERRITE, S.; ROSSI A.G. Memória sequencial de três e quatro silabas em escolares. Pró-Fono Revista de Atualização Cientifica, Barueri, v.1, n.17, p. 27-36, 2005.

DAMASCENO, A.; ALVES, L.M.; SÁ, R.; BAREZANI, T. Desempenho em atividade de memória verbal de curto prazo em crianças do ensino fundamental com e sem queixas de alterações da aprendizagem. In: XV Congresso de Brasileiro de Fonoaudiologia e VII Congresso Internacional de Fonoaudiologia, 2007, de 16 a 20 de outubro. Gramado – RS. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia – Suplemento Especial. 2007.

EHRI, L.C. Phases of acquisition in learning to read words and implications for teaching. British Journal of Educational Psychology, Leicester, 2003.

FELLIPE, A.C.N.; COLAFÊMINA, J.F. Avaliação simplificada do processamento auditivo e o desempenho em tarefas de leitura-escrita. Pró Fono Revista de Atualização Científica, Barueri, v.2, n.14, p.225-234, 2002.

GERBER A. Problemas de aprendizagem relacionados à linguagem: sua natureza e tratamento. Porto Alegre: Artes Médicas; 1996.

GINDRI, G.; KERKE-SOARES, M; MOTA, H.B. Comparação do desempenho de crianças pré-escolares e de primeira série em tarefas envolvendo a memória de trabalho. Revista Sociedade brasileira de Fonoaudiologia, São Paulo, v.4, n.10, p201-206, 2005.

HELENE, A.F.; GILBERTO, F.X. A construção da atenção a partir da memória. Revista Brasileira Psiquiatria, São Paulo, vol.25 supl. dez. 2003.

IZQUIERDO, I.; VIANNA, M.R.M.; CAMMAAROTA, M. Mecanismos da memória; a memória envolve modificação da forma e função das sinapses. Scientific American Brasil, São Paulo, v.2, n.17, p.99-104, out 2003.

IZQUIERDO, I. Memória. 1. .Porto Alegre: Artmed; 2002.

IZQUIERDO, I. Memórias. Estudos avançados, São Paulo, v.6, n.3, p.89-112, 1989.

JERONYMO, R.R.F.; GALERA, C.A. A relação entre a memória fonológica e habilidade lingüística de crianças de 4 a 9 anos. Pró-Fono Revista de Atualização Cientifica, Barueri, v.2, n.12, p. 55-60, 2000.

MORAES, Z.R.; CHIARI, B.M.; PERISSINOTO, J. Estilos de Linguagem como facilitadores da memória. Pró-Fono Revista de Atualização Cientifica, Barueri, v.1, n.13, 2001.

PINHEIRO, A.M.V.; COSTA, A.E.B. Escala de Avaliação de Competência em Leitura pelo Professor. Resumo publicado no VII Encontro Mineiro de Avaliação Psicológica, Belo Horizonte, março de 2005.

SANTOS, R.M.; SIQUEIRA M. Consciência fonológica e memória. Fono atual, São Paulo, n.20, p.48-53, 2002.

SOUZA, A.R.M.; SISTO, F.F. Dificuldade de aprendizagem em escrita, memória e contradições. Psicol. Esc. Educ, Campinas, v.2, n.5, p.39-47, 2001.

SQUIRE, L.R.; KANDEL, E.R. Memória da mente às moléculas. Porto Alegre: Artmed; 2003.

VITELLO, A.P.P.; CIRÍACO, J.G.M.; TAKAHASHI, D.Y.; NITRINI, R.; CARAMELLI P. Avaliação cognitiva breve de pacientes atendidos em ambulatório de neurologia geral. Arquivo de Neuropsiquiatria, São Paulo, v. 2-A, n. 65, p.299-303, 2007.