Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Socialização como Facilitadora na Formação da Identidade Profissional do Acadêmico de Enfermagem em Um Hospital Privado

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/1983-7631/rt.v1n1p46-53

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/tec 

downloadpdf

Raquel S. M. Oliveira1 & Cláudia M. O. Pereira2

 

Resumo: A socialização profissional é o processo do aprender referente à aquisição de novas habilidades e identidade profissional. O gerenciamento descuidado em um processo de socialização inadequado pode gerar graves conseqüências. Este trabalho de revisão bibliográfica tem como objetivo estudar o processo de socialização, com enfoque nos fatores que contribuem de forma positiva na formação da identidade profissional do acadêmico de enfermagem e apontar aqueles que interferem desestruturando essa identidade. Dessa forma, a socialização se faz primordial para garantir a aquisição de conhecimento e a motivação capazes de contribuir para construção de uma identidade profissional verdadeira.

Palavras-chave: socialização; estudante de enfermagem; educação em enfermagem; aprendizagem; instituições privadas de saúde.

 

Abstract: Nursing is a profession that is characterized by the pursuit of education with the intent or prepare nurses. The professional socialization is the process of learning and acquiring new skills to insure professional identity. Inappropriate management in the process of socialization can generate serious consequences. This particular work of literature aims to explore the process of socialization and identification of factors that contribute in a positive way in shaping academic and professional identity. The socialization is paramount to insure the acquisition of knowledge and motivation in order to contribute to a true professional identity.

Keywords: socialization; student of nursing; education; nursing; learning; private health institutions.

 

1 Aluna do 8º período de enfermagem do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, email:raquelm26@hotmail.com
2 Enfermeira, Mestre, Professora assistente do Curso de Enfermagem do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix

 

Literatura Citada

BRAGA EM, SILVA MJP. Como acompanhar a progressão da competência comunicativa no aluno de enfermagem. Rev Esc Enferm USP, 40 (3):329-35, 2006.

CAMACHO ACLF, SANTO FHE. Refletindo sobre o cuidar e o ensinar na enfermagem. Rev. Latino-am Enfermagem, jan; 9 (1):13-17, 2001.

DOMENICO EBL, IDE CAC. As competências do graduado em enfermagem: percepções de enfermeiros e docentes. Acta Paul Enferm, 19 (4):394-401, 2006.

SCHERER ZAP, SCHERER EA, CARVALHO AMP. Reflexões sobre o ensino de enfermagem e os primeiros contatos do aluno com a profissão. Rev. Latino-am Enfermagem, mar-abr;14 (2), 2006.

SHINYASHIKI GT, MENDES AC, TREVIZAN MA, DAY RA. Socialização profissional: estudantes tornando-se enfermeiros. Rev. Latino-am Enfermagem, jul-ago;14 (4), 2006.

SHINYASHIKI GT, MENDES AC, TREVIZAN MA, DAY RA. Sobre a criação e a gestão do conhecimento organizacional. Rev. Latino-am Enfermagem, jul-ago;11 (4):499-506, 2003.

SILVA MG, RUFFINO MC. Comportamento docente no ensino de graduação em enfermagem: a percepção dos alunos. Rev. Latino-am Enfermagem. out;7 (4):45-55, 1999.

VIEIRA S, HOSSNE WS. Metodologia Científica para área de saúde. Rio de Janeiro: Campus, 2002.