Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Processo Decisório no Setor Elétrico: Um Estudo Sobre o Tramo-Oeste

DOI: http://dx.doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v2n1p71-84

http://www.unama.br/seer/index.php/aos/index 

downloadpdf

André L. N. Santiago1, Fabrini Q. Borges2, Fabricio Q. Borges3 & Ismael M. Silva4

 

Resumo: Este estudo objetiva analisar a fase de formulação do processo decisório em uma instituição pública no que tange aos interesses de seus idealizadores e seus possíveis ganhos ao implantar suas ações através da implantação de um empreendimento estruturado em 1996 e inaugurado em 1998, o TRAMO-OESTE. A metodologia fundamentou-se em uma coleta de dados a partir de literatura especializada e documentos junto a órgãos no ambiente político e econômico das regiões beneficiadas com a implantação do TRAMOOESTE. A análise de dados baseou-se na teoria da escolha pública, para avaliar a existência de possíveis “ganhos” eleitorais por parte do partido que concebeu o projeto. O estudo concluiu que o processo decisório envolvido na construção da linha de transmissão do TRAMO-OESTE foi articulado de maneira política com objetivo de alcançar “ganhos” eleitorais.

Palavras-chave: Processo decisório. Desenvolvimento. TRAMO-OESTE. Política. Economia

 

Abstract: This study aims to analyze the formulation phase of the decision-making process in a public institution regarding the interests of their creators and their potential gains when deploying their actions through the implementation of an enterprise created in 1996 and opened in 1998, the TRAMO-WEST . The methodology was based on a collection of data from specialized literature and documents from the organs in the political and economic environment of the regions benefit from deploying the TRAMO-WEST. Data analysis was based on public choice theory, to assess the possible existence of “gains” election by the party who conceived the project. The study concluded that the decision-making process involved in the construction of the transmission line TRAMO-WEST was articulated in a political manner in order to achieve “gains” election.

Key words: Decision process. Development. TRAMO-WEST. Policy. Economics

 

1 Mestre em Economia pela Universidade da Amazônia (UNAMA) alnsantiago@hotmail.com
2 Doutorando em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Professor do quadro permanente da Universidade do Estado do Pará (UEPA). fabrini.borges@gmail.com
3 Pós-Doutor pelo IPEN/Universidade de São Paulo (USP). Professor do quadro permanente do Instituto Federal do Pará (IFPA). Professor do Programa de Mestrado de Administração da Universidade da Amazônia (UNAMA). doctorborges@bol.com.br
4 Doutor em Ciências Agrárias pela Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). Professor do quadro permanente da Universidade do stado do Pará (UEPA). imds21@yahoo.com

 

Literatura Citada

ALESINA, Alberto; COHEN, G. D.; ROUBINI, N. Political cycles and the macroeconomy. Massachusetts: MIT Press, 1997.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: LDA, 2009.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Brasil em Ação. Relatório Final 1996-1999. Brasília, 2000.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Relatório de avaliação do plano plurianual 1996-1999, para o exercício 1996. Brasil em Ação. Brasília. Disponível em: http://www.mme.gov.br. Acesso em: 25 out. 2012.

BRASIL. Orçamento e Gestão. PPA 1996. Manual de elaboração e gestão. Brasília: Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos. Disponível em: http://www.planejamento.gov.br. Acesso em: 15 nov. 2012.

BRASIL. PPA 1996. Procedimento para elaboração de programas. Brasília: Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos - SPI. Disponível em: http://www.planejamento.gov.br. Acesso em: 10 nov. 2012.

BRASIL. Tribunal Superior Eleitoral. Eleições. Disponível em: www.tse.gov.br. Acesso em: 15 dez.2012.

BUCHANAN, J. M.; MUSGRAVE, R. A. Public finance and public choice, two contrasting visions of the state. Cambridge: The MIT Press, 1999.

BUCHANAN, J. M.; MUSGRAVE, R. A. Reforma gerencial dos processos de planejamento e orçamento. Brasília: Revista da Associação Brasileira de Orçamento Público, 2000.

BUCHANAN, J. M.; MUSGRAVE, R. A. Reforma orçamentária. Texto para discussão interna. Brasília: Secretaria de Orçamento Federal, 1992.

CALEIRO, A. B. Democracia e Economia - Uma Discussão em torno do papel económico das eleições, EconPapers, Disponível em: http://dspace.uevora.pt/rdpc/handle/10174/8410, Acesso em: 20 fev.2013, 2004.

DAILAMI M. e Klein, M. Government support to private infrastruture projects in emerging markets. Washington: Country Economics Department, 1997.

DIAS, M. A. James Buchanan e a “política” na escolha pública. Revista Ponto e Vírgula, v.6, 2009.

FREY, Bruno S.; WERNER W.; SCHNEIDER, P. F.; GILBERT, Guy. Consensus and dissension among economists: an empirical enquiry. American Economic Review, v.74, n.5, 1984.

GODOY, A. S.; CALDEIRA, A. Barreiras e incentivos à aprendizagem organizacional: um estudo de caso. REGE Revista de Gestão, v.18, n. 4, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home. Acesso em: 18 nov.2012.

LINCOLN, Y. S.; GUBA, E. G. Naturalistic inquiry. Beverly Hills, CA: Sage Publications, Inc., 1985.

MARTINS, Gilberto de A. Manual para elaboração de monografias e dissertações. São Paulo: Atlas, 2002.

MINAYO, M. C. S. Disciplinaridade, interdisciplinaridade e complexidade. Revista Emancipação, UEPG, v.10, n.2, 2010.

MINTZBERG, H. Criando organizações eficazes. Estruturas em cinco configurações. São Paulo: Atlas, 1995.

MUELLER, D. C. Public Choice II: a revised edition of public choice. Cambridge, Cambridge University Press, 1989.

YIN, Robert. Case Study Research: Design and Methods. Thousand Oaks, CA: SAGE Publications, 1994.

Citado por

Sem citações recebidas.