Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Uso do Óleo de Soja Pré-Aquecido em Um Motor Estacionário de Ciclo Diesel

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984/reveng.v23n4p305-314

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Elton F. dos Reis1, Daniel M. Leonídio2, Sanchez de C. Lacerda3 & Itamar R. Teixeira4

 

Resumo: A produção, avaliação, melhorias e uso de combustíveis renováveis, como o óleo vegetal compõe um dos pilares da sustentabilidade ambiental. Objetivou-se avaliar a emissão de gases e o consumo horário da utilização de óleo vegetal de soja, em diferentes temperaturas e cargas aplicadas, em motor gerador estacionário de ciclo diesel de 2 kVA. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado no esquema fatorial 5x5, sendo utilizadas cinco temperaturas do óleo de soja (25ºC, 60ºC, 90ºC, 120ºC e 150ºC), com cinco cargas aplicadas ao gerador (0, 500, 1000, 1500 e 2000 W), com três repetições. Foram determinadas as emissões de oxigênio (O2), dióxido de carbono (CO2), óxidos de nitrogênio (NOx), óxidos de enxofre (SO2) e monóxido de carbono (CO), e o consumo horário do motor gerador. A viscosidade reduziu com o aquecimento do óleo vegetal de soja e o seu aquecimento próximo aos 90°C promoveu os melhores índices de emissão de gases. A carga de demandada de 1100 W apresentou valor máximo de emissão de NOx e mínimo nas emissões de CO, já as emissões de SO2 aumentaram com o incremento da carga demandada. O consumo de combustível foi incrementado com o aquecimento do óleo de soja e o aumento da carga demandada.

Palavras-chave: aquecimento do óleo, consumo combustível, gases poluentes, grupo gerador.

 

Abstract: Production, evaluation, improvement and use of renewable fuels, such as vegetable oil, make up one of the pillars of sustainability. The objective herein was to evaluate the emission of gaseous and hourly consumption when using soy vegetable oil at different vegetable oil temperatures and applied loads, in a 2 KVA stationary diesel-cycle generator. The experimental design was completely randomized in a 5x5 factorial scheme, using five soybean oil temperatures (25°C, 60°C, 90°C, 120°C and 150°C) with five loads applied to the generator (0, 500, 1000, 1500 and 2000 watts) with three replications. We determined the emission of oxygen (O2), carbon dioxide (CO2), nitrogen oxides (NOx), sulfur oxides (SO2) and carbon monoxide (CO), as well as the hourly consumption of the motor-generator. Viscosity was reduced by heating the soy vegetable oil. Heating the vegetable soybean oil to 90°C promoted the best gas emission rates. A demand load of 110 Watts presented the maximum value of NOx emissions and minimal emissions of CO, however SO2 emissions increased with increase in the demand load. The fuel consumption was increased by heating the soybean oil and increasing the demand load.

Key words: fuel consumption, heating oil, greenhouse gases, genset.

 

1 Engenheiro Agrícola, Prof. Doutor, UEG, Campus Anápolis – GO. fialhoreis@ueg.br
2 Engenheiro Agrícola, UEG, Campus Anápolis – GO. daniel_max1@hotmail.com
3 Engenheiro Agrícola, Mestre Engenharia Agrícola UEG, Campus Anápolis– GO. sanchezlacerda@hotmail.com
4 Engenheiro Agrônomo, Prof. Doutor, UEG, Campus Anápolis – GO. itamar.texeira@ueg.br

 

Literatura Citada

ANP - AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS. Cartilha do Posto Revendedor de Combustíveis / Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. 4ª Edição - Rio de Janeiro: ANP, 2009.

ANP - AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS. Anuário Estatístico Brasileiro do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Rio de Janeiro: ANP, 2013.

BARBOSA, R.L.; SILVA, F.M.; SALVADOR, N.; VOLPATO, C.E.S. Desempenho comparativo de um motor de ciclo diesel utilizando diesel e misturas de biodiesel. Revista Ciência agrotecnologia, Lavras, v.32, n.5, p.1588-1593, 2008.

BÜTTNER, D. Carburantes de origen vegetal: el punto de vista del sector productor de motores. In: DELGADO, L.M. Los cultivos no alimentarios como alternativa al abandono de tierras. Madrid, España: Agricola Española, p.111-125, 1994.

CORREA, I.M.; MAZIEIRO, J.V.G.; UNGARO, M.R.; BERNADI, J.A.; STORINO, M. Desempenho de motor diesel com misturas de biodiesel de óleo de girassol. Revista Ciência e Agrotecnologia, v.32, p.923-928, 2008.

FERREIRA, D.F. Sisvar: a computer statiscal analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v.35, n.6, p.1039-1042, 2011.

GRABOSKY, M.S., MCCORMICK, R.L. Combustion of fat and vegetable oil derived fuels in diesel engines. Progress in Energy Combustion Science, v.24, p.125-164, 1998.

INOUE, G.H. Uso do óleo vegetal em motor estacionário de ciclo diesel. 2008. 114f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola).Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 2008.

MACHADO, P.R.M. Avaliação de desempenho do óleo de soja como combustível para motores diesel. 212f. 2003. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola). Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS. 2003.

MARTINI, J.; DELALIBERA, H.C.; NETO, P.H.W. Consumo de óleo de soja pré-aquecido por motor diesel. Revista Brasileira de Agrociência, v.18, n.2-4, p.213-220, 2012.

MAZIEIRO, J.V.G.; CORRÊA, I.M.; TRIELLI, M.A.; BERNADINI, J.A.; AGOSTINI, M.D’. Avaliação de emissões poluentes de um motor de ingnição por compressão utilizando óleo diesel e éster etílico de óleo de girassol como combustível. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS VEGETAIS E BIODIESEL, 2., 2005, Varginha. Anais... Varginha, MG: UFLA, 2005. p.723-728.

MAZIEIRO, J.V.G.; CORREA, I.M.; ÚNGARO, M.R., BERNARDI, J.A.; STORINO, M. Desempenho de um motor diesel com óleo bruto de girassol. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v.13, n.2, p.249-255, 2007.

MIALHE, L.G. Ensaio & certificação de máquinas motoras. Máquinas agrícolas: ensaios & certificação. Piracicaba: FEALQ, 1996. Cap.7, p.321-370.

MILHOR, C.E. Sistema de desenvolvimento para controle eletrônico dos motores de combustão interna do ciclo Otto. 2002. 86f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica), Escola de Engenharia São Carlos/USP. São Carlos, SP. 2002.

MORAES, J.R. Manual dos óleos vegetais e suas possibilidades energéticas. CNI, 1980. 78p.

NASCIMENTO, M.V.G.; VIEIRA, L.S.R.; SILVA, M.R.; FLEURY, G.; DOMINGUES, P.C.; SADI, J.C.; ALMEIDA, S.C.A.; BELCHIOR, C.R.P. Opções à geração diesel-elétrica para sistemas isolados na Região Norte: Eólica, Hidrocinética e Biomassa. In:______, SNTPEE, 15. Foz do Iguaçu-PR 1999.

RABELO, I.D.; HATAKEYAMA, K.; CRUZ, C.M.G.S. Estudo de desempenho de combustíveis convencionais associados a biodiesel obtido pela transesterificação de óleo usado em fritura. Revista Educação & Tecnologia, UTFPR - Curitiba, n.8. 2011.

SCHLOSSER, J.F.; MACHADO, P.R.M.; CAMARGO, M.N. Desempenho de misturas pré-aquecidas de óleo de soja cru e diesel como combustível para motores agrícolas. Ciência Rural, Santa Maria, v.37, n.5, p.1329-1335, 2007.

SILVA, M.; ESCUER, M.; DESSAI, P.; GÓNGORA, E.; SOUSA, F.; SENOS, M.L.; GASPAR, J.L. Avaliação de emissões poluentes de um motor diesel. Simpósio de Engenharia, 3, Encontro Luso-Espanhol de Meteorologia, 4. Anais... Universidade de Aveiro, 2003.

SOARES, F.G.; VIEIRA, L.S.R.; NASCIMENTO, M.V.G. Avaliação prática do emprego de óleos vegetais “in natura” em substituição ao diesel em grupos geradores. In:_____. Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia elétrica, 16. Anais... Campinas, 2001.

STATSOFT. Statistica 7.0 Software. Tucksa, USA, 2005.

TOMAZZONI, G.; QUINTELLA, C.M.; PEPE, I.M.; MEIRA, M.; OKAMURA, L.A.; NETO, P.R.C. Prospecção do uso de clorofila como parâmetro de diferenciação da adição de óleo vegetal ao diesel em vez de biodiesel. Cadernos de Prospecção, v.6, n.2, p.199-207. 2013.