Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Fatores de Risco para o Lupus Eritematoso Sistêmico: Revisão da Literatura

DOI: http://dx.doi.org/10.18024/1519-5694/revuniandrade.v15n1p65-77

http://uniandrade.br/revistauniandrade/index.php/revistauniandrade/index 

downloadpdf

Eliana R. Pezzole1 & Gleidson B. Oselame2

 

Resumo: O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença autoimune, inflamatória, que atinge órgãos e tecidos, sendo dez vezes mais comum em mulheres. Desta forma, este estudo teve como objetivo descrever os fatores de risco que atuam na gênese do LES. Realizou-se um estudo de revisão entre os dias 18 e 23 de fevereiro de 2013 na base de dados do Scientific Electronic Library Online (SciELO) e pelo buscador Google Acadêmico. Foram utilizados os descritores ‘’Lupus’’ and ‘’fator’’ and “risco”. Os resultados mostram os principais fatores de risco para o desenvolvimento do LES, como: predisposição genética, presença de autoanticorpos, desregulação dos linfócitos T e deficiência de vitamina D. De forma geral, o conhecimento sobre os fatores envolvidos na autoimunidade tem evoluído muito nos últimos anos, inúmeros marcadores genéticos têm sido descobertos e outros tantos foram revistos. Pode-se afirmar que é conhecida uma série de fatores que estão envolvidos na gênese do LES, embora ainda, não se possa apontar para uma causa específica.

Palavras-chave: Lupus Eritematoso Sistêmico; Fatores de Risco; Sistema Imunológico.

 

Abstract: Systemic lupus erythematosus (SLE) is an autoimmune, inflammatory disease that affects organs and tissues, being ten times more common in women. Thus, this study aimed to describe the risk factors that act in the genesis of SLE. a review study was conducted between 18 and 23 February 2013 in the database of the Scientific Electronic Library Online (SciELO) and Google Scholar using the descriptors: “Lupus” and “factor” and “risk”. The results show the main risk factors for the development of SLE, i.e.: genetic predisposition, presence of autoantibodies, dysregulation of T lymphocytes and vitamin D. In general disability, knowledge of the factors involved in autoimmunity has evolved greatly in recent years, many genetic markers have been discovered and many others have been revised. It can be stated that it is known a number of factors that are involved in the pathogenesis of SLE, although no one can point to a specific cause.

Key words: Systemic Lupus Erythematosus; Risk Factors; Immune System.

 

1 Enfermeira. Centro Universitário Campos de Andrade. Curitiba, Paraná. E-mail: elianapezzole@yahoo.com.br
2 Docente do curso de Enfermagem. Centro Universitário Campos de Andrade. Curitiba, Paraná

 

Literatura Citada

Mantovani APF, Monclaro MP, Skare TL. Prevalence of IgA deficiency in adult systemic lupus erythematosus and the study of the association with its clinical and autoantibody profiles. Rev Bras Reumatol. 2010;50(3):273-82.

Borba EF, Latorre LC, Brenol JCT, Kayser C, Silva NA, Zimmermann AF, et al. Consenso de lúpus eritematoso sistêmico. Rev Bras Reumatol. 2008;48(4):196-207.

Brenol J, Santiago M, Szajubok J, Rachid-Filho A, Barros R, Vasconcelos M. Lúpus Eritematoso Sistêmico: Acometimento cutâneo articular. Rev Assoc Med Bras. 2006;52(6):375-88.

Valente PMB. Novas evidências na terapêutica baseada na depleção de células B em doenças auto-imunes [Dissertação]. Porto, Portugal: Universidade do Porto; 2011.

Marques CDL, Dantas AT, Fragoso TS, Duarte ÂLBP. A importância dos níveis de vitamina D nas doenças autoimunes. Rev Bras Reumatol. 2010;50(1):67-80.

Teixeira TM, Costa CL. The role of vitamin D in systemic lupus erythematosus. Revista de Nutrição. 2012;25(4):531-8.

Smeltzer SC, Bare BB. Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica. 11ª edição. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan; 2007.

Chizzotti A. Pesquisa Qualitativa em Ciências Humanas e Sociais. Petrópolis: Editora Vozes.

Braunwald E, Fauci AS, Kasper DL, Hauser SL, Longo DL, Jameson JL. Harrison: medicina interna, 15ª edição; Harrisons´ s principles of internal medicine: McGraw- Hill; 2002.

Cruz BA. Atualização em lúpus eritematoso sistêmico, síndrome antifosfolípide e gravidez. Rev Bras Reumatol. 2005;45(3):169-73.

Carvalho JF, Viana VST, Cruz RdBP, Bonfá E. Neonatal lupus syndrome. Rev Bras Reumatol. 2005;45(3):153-60.

Pereira AC, Jesús NR, Lage LV, Levy RA. Immunity in the normal pregnancy and in the patient with systemic lupus erythematosus (SLE). Revista Bras de Reumatol. 2005;45(3):134-40.

Sato E, Bonfá E, Costallat L, Silva N, Brenol J, Santiago M, et al. Lúpus eritematoso sistêmico: tratamento do acometimento sistêmico. Rev Bras Reumatol. 2004;44(6):458-63.

Tiskievicz F, Mallmann ES, Xavier RM, Brenol JCT. Prolactina e macroprolactina no lúpus eritematoso sistêmico (LES). Rev Bras Reumatol. 2005;45(3):191-4.

Bauer ME. Estresse: como ele abala as defesas do corpo? Ciência Hoje. 2002; 3(179):20-5.