Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Empreendedorismo: Evidências Conceituais e Práticas na Visão Econômica e Administrativa

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/1679-5350/rau.v5n2p27-53

http://www.raunimep.com.br/ojs/index.php/regen/index

downloadpdf

Diana L. K. Fuzetti1 & José N. A. Salazar2

 

Resumo: O empreendedorismo tem caráter de suma importância devido ao seu papel na sociedade, uma vez que, por meio de oportunidades contribui para a expansão da economia e, para a atividade empreendedora, está vinculada ao crescimento. Porém, o empreendedorismo, em si, não se dásem que exista uma organização e pessoas envolvidas. O sucesso depende de pessoas que, por meio da aplicação de seus conhecimentos, competências e talentos, provocam, mobilizam e processam com os recursos ou estruturas existentes, produzindo resultados. Tais resultados necessitam ser bem conduzidos para atender às demandas de seu mercado e, assim, garantir crescimento e prosperidade. Assim, embora não se tenha uma exata definição de empreendedorismo, não se pode negar o seu poder econômico e sua contribuição ao inspirar indivíduos criativos na busca de oportunidades e disposição para assumir riscos e incertezas. Indivíduos criativos, que aproveitam oportunidades, realizam novas combinações, enfim, que inovam ao romper o equilíbrio do fluxo circular.

Palavras-chave: Empreendedorismo – Empreendedor – Inovação – Criatividade – Risco - Incerteza

 

Abstract: The entrepreneurism has a high importance due to its role in the society, once, by means of opportunities contributes to the economy expansion and to the entrepreneur activities being direct linked to the growth. But, the entrepreneurism, by itself, does not exist without an organization and people involved. Its success depends of people that by means of knowledge applicability, competencies and talents, provoke, mobilize and carry on with the existing resources or structures and producing results. Such results have to be conveyed to attend its market demand, so that assuring growth and prosperity. Therefore, not yet having an exact definition of entrepreneurism, one can not deny its economical power and its contribution on inspiring creative individuals on the opportunities search and disposition to take risks and uncertainties. Creative individuals that take the chance, put into practice new combinations, at last, that innovate to rupture the circular flow of the balance.

Key words: Entrepreneurism – Entrepreneur – Innovation – Creativeness – Risk - Uncertainty

 

1 (Centro Universitário Salesiano de São Paulo) dianafz@terra.com.br
2 (Centro Universitário Salesiano de São Paulo) salazarj@terra.com.br

 

Literatura Citada

AIUB, George Wilson; ALLEGRETTI, Rogério Della Fávera. Planejamento: orientação estratégica para análise de viabilidade e estruturação de incubadoras de empresa. Porto Alegre: SEBRAE, 1998.

ASINELLI, 2006. Disponível em http://www.anprotec.org.br. Acesso em 30 dez 2005

BARBIERI, Fábio. O processo de mercado na escola moderna, 2001.180f. Dissertação (Mestrado em Economia), Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade-Departamento de Economia, São Paulo, 2001.

BARRETO, Luiz Pondé. Educação para o empreendedorismo. Núcleo para Estudos do empreendedorismo, Universidade Católica de Salvador – Salvador, 1998.

BERNARDES, Cyro, MARCONDES, Reynaldo Cavalheiro. Criando empresas para o sucesso – empreendedorismo na prática. São Paulo: Saraiva, 2003.

BERNARDI, Luiz Antonio. Manual de empreendedorismo e gestão: fundamentos, estratégias e dinâmicas., São Paulo: Atlas, 2003.

CASSON, Mark. 1987. In: DEAKINS, D. Entrepeneurship and small firma. England: McGraw-Hill, 1996.

CHIAVENATO, Idalberto. Empreendedorismo: dando asas ao espírito empreendedor. São Paulo: Saraiva, 2004.

CORRÊA, David P. O papel do empreendedor no crescimento da firma: dois estudos de caso. Florianópolis, 2000, f.158. Dissertação (Mestrado em Economia) Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2000.

CRUZ, Rosane. O empreendedor no processo de inovação de pequenas empresas de software do Rio Grande do Sul. In EGEPE - Encontro de Estudos sobre Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, 3, 2003. Brasília. Anais. UEM/UEL/UMB, 2003. p.496-508.

DEWES, Mariana de Freitas; KASTENSMIDT, Christopher; FRACASSO, Edi Madalena. Características de firmas de software de jogos eletrônicos. Enampad, Curitiba-PR, 2004 (artigo)

DOLABELA, Fernando. Oficina do empreendedor. São Paulo: Cultura Editores Associados, 2002.

DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando idéias em negócios. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo corporativo. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

DRUCKER, Peter F. Inovação e espírito empreendedor. São Paulo: Pioneira Thomson, 2002.

FARAH, Osvaldo Elias. Empreendedorismo Estratégico. In: CAVALCANTI, Marly (Org.). Gestão Estratégica de Negócios: Evolução, Cenários, Diagnóstico e Ação. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2001.

FILION, Louis J. Diferenças entre sistemas gerenciais de empreendedores e operadores de pequenos negócios. RAE – Revista de Administração de Empresas, São Paulo.v. 39, n. 4, p.6-20, Out/Dez, 1999.

FILION, Louis J. Empreendedorismo: Empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. RAE – Revista de Administração de Empresas. São Paulo. v. 34, Abril/Junho, 1999b.

FILION, Louis J. Seminário Internacional Empreendedorismo e Educação. Centro de Convenções do Campus Senac, SP. 24 set 2004.

FURTADO, Milton Braga. Síntese da economia brasileira. 5ªed. Rio de Janeiro: LCT. Livros Técnicos Científicos, 1988.

HUBERMAN, Leo. História da Riqueza do Homem. Tradução de Waltensir Dutra. 21ªed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1986.

KNIGHT, Frank H. Risco, incerteza e lucro. Trad. Hunfredo Cantuária. Rio de Janeiro: Editora Expressão e Cultura, 1972.

LONGEN, Márcia Terezinha. Um modelo comportamental para o estudo do perfil do empreendedor. Florianópolis, 1997. Dissertação (Mestrado) Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis,1997.

McCLELLAND, David. A sociedade competitiva: realização e progresso social. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1972.

McCLELLAND, David. Busines drive ande National Achievement. Harvard Business Review. Jul/Ago. p.99, 1962 In. DOLABELA, Fernando. Oficina do empreendedor. São Paulo: Cultura Editores Associados, 2002.

MINTZBERG, Henry; AHLSTRAND, Bruce ; LAMPEL, Joseph. Safari de estratégia. Porto Alegre: Bookman Companhia Editora, 2000.

OLIVEIRA, Marco A(org). Valeu! Passos na trajetória de um empreendedor. São Paulo: Nobel, 1995.

PENROSE, Edith. The theory of the growth of the firm. 3ª. ed. Oxford: Oxford University, 1995.

PINCHOT, Gifford. Intraempreendedorismo na prática: um guia de inovação nos negócios. trad. Marcia de Andrade Nascentes da Silva. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

ROSSETTI, José Paschoal. Introdução à economia. 18 ed. São Paulo: Atlas, 2000.

SACHS, Ignacy. Inclusão social pelo trabalho: desenvolvimento humano, trabalho decente e o futuro dos empreendedores de pequeno porte. Rio de Janeiro: Editora Garamond: SEBRAE Nacional, 2003.

SAY, Jean-Baptiste, A treatise on Political Economy: or, The Production, Distribution and Consumption of Wealtb Kelley, New York, 1964. In. DRUCKER, Peter F. Inovação e espírito empreendedor. São Paulo: Pioneira Thomson, 2002.

SCHUMPETER, A Joseph. Capitalismo, socialismo e democracia. Trad.Sergio Góes de Paula. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1984.

SCHUMPETER, A Joseph. Teoria do desenvolvimento econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

SCHUMPETER, A Joseph. A Theoretical Historical and Statistical Analysis of the Capitalist Process. 2vols. Nova York e Londres: McGraw-Hill Book Co., Inc., 1939. Edição revisada publicada em 1964. In. FOSTER, Richard N, KAPLAN Sarah. Porque as empresas feitas para durar não são bem sucedidas. Tradução de Adriana Rieche. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

SILVA , Hélio Eduardo. Empreendedorismo: o caminho para o sucesso no século XXI, Universidade Católica de Brasilia, 2000. (artigo)

SOLOMON, Steven. A grande importância da pequena empresa. A pequena empresa nos Estados Unidos, no Brasil e no Mundo. Rio de Janeiro: Nórdica, 1986.

SOUZA, Eda Castro Lucas de; GUIMARÃES, Tomás de Aquino (org). Empreendedorismo além do plano de negócios. São Paulo: Atlas, 2005.

TROSTER, Roberto Luis & MOCHÓN, Francisco. Introdução à economia. São Paulo:Pearson Makron Books. 2004.