Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Relações entre Percepção de Sucesso na Carreira e Comprometimento Organizacional: Um Estudo com Professores do Ensino Superior de Administração

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/1679-5350/rau.v11n2p103-118

http://www.raunimep.com.br/ojs/index.php/regen/index

downloadpdf

Luciano V. Costa1, Rafael M. Chiuzi2 & Joel S. Dutra3

 

Resumo: Este estudo tem por objetivo analisar quais os principais fatores que representam a percepção de sucesso na carreira dos professores de administração e se a percepção de sucesso na carreira influencia o comprometimento organizacional. Para tanto, foi aplicada a Escala de Percepção de Sucesso na Carreira (EPSC) e a Escala de Intenções Comportamentais de Comprometimento Organizacional (EICCO). Participaram do estudo 97 professores de administração das 10 melhores universidades privadas da Grande São Paulo, segundo o Ranking do Ministério da Educação de 2008.  As análises estatísticas envolveram modelagem de equações estruturais estimadas por PLS (Partial Least Square). Os dados revelaram que a percepção de sucesso na carreira ocorre prioritariamente por percepção de competência e identidade com a docência. Já o comprometimento organizacional é mais bem explicado por fatores intrínsecos ao professor do que por salário e nível hierárquico. A conclusão deste estudo mostra-se relevante para a gestão universitária assim como para a própria avaliação da carreira de docentes do ensino superior.

Palavras-chave: carreira; percepção de sucesso na carreira; comprometimento organizacional; ensino de administração.

 

Abstract: This study aimed to analyses which are the main factors representing career success perception among management teachers and also if career success perception influences organizational commitment. In order to do so, Career Success Perception Scale (CSPS) and Behavioral Organizational Commitment Intentions Scale (BOCI) were applied. The participants were 97 management teachers from top 10 private universities in great São Paulo according to Education Ministry ranking of 2008. Statistical analysis were performed using structural equation modeling estimated by partial least square method. Results revealed that career success perception occur mostly over competence perception as well as teaching identity. Organizational commitment, on the other hand, is explained by internal factors and less explained by salary or hierarchichal level. This research conclusion shows itself relevant to university management as well as to the career of university teachers.

Key words: career; career success perception; organizational commitment; management teaching.

 

1 (Universidade Metodista de Ensino Superior) luciano.venelli@gmail.com
2 (Universidade Metodista de São Paulo) rafachiuzi@gmail.com
3 (FEA-USP) jdutra@usp.br

 

Literatura Citada

ALBUQUERQUE, L.G.D. A gestão estratégica de pessoas. In: PROGEP. As pessoas na organização. São Paulo: Gente, 2002, p. 35-49.

ARTHUR, M.B.; KHAPOVA, S.N.; WILDEROM, C.P.M. Career success in a boundaryless career world. Journal of Organizational Behavior, v. 26, p. 177-202, 2005.

BAILYN, L. Breaking the mold: redesigning work for produtive and satisfying lives. 2 ed. New York: Cornell University Press, 2006.

BASTOS, A.V.B.; SIQUEIRA, M.M.M.; MEDEIROS, C.A.F. et al. Comprometimento organizacional. In: SIQUEIRA, M. M. M. Medidas do comportamento organizacional: ferramentas de diagnóstico e de gestão. Porto Alegre: Artmed, 2008, cap. 4, p. 49-95.

COSTA, Luciano Venelli. A relação entre a percepção de sucesso na carreira e o comprometimento organizacional: um estudo entre professores de universidades privadas selecionadas da grande São Paulo. 2011. Tese (Doutorado em Administração) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-24022011-202406/>. Acesso em: 2012-02-07.

DEFILLIPPI, R.J.; ARTHUR, M.B. The boundaryless career: A competency-based perspective. Journal of Organizational Behavior, v. 15, n. 4, p. 307-324, 1994.

DRIES, N.; PEPERMANS, R.; CARLIER, O. Career success: Constructing a multidimensional model. Journal of Vocational Behavior, v. 73, n. 2, p. 254-267, 2008.

DUTRA, J.S. Gestão de pessoas: modelo, processos, tendências e perspectivas. São Paulo: Atlas, 2002.

Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas, 2004.

FONTENELLE, I.A. A auto-gestão de carreira chega à escola de Administração: o humano se tornou capital? O & S, v. 14, n. 43, p. 71-89, 2007.

HALL, D.T. Careers in and out of organizations. Thousand Oaks CA: Sage Publications, 2002.

HESLIN, P.A. Self- and Other-Referent Criteria of Career Success. Journal of Career Assessment, v. 11, n. 3, p. 262-286, August 1, 2003, 2003.

JUDGE, T.A.; CABLE, D.M.; BOUDREAU, J.W. et al. An empirical investigation of the predictors of executive career success. Personnel Psychology, v. 48, n. 3, p. 485-519, 1995.

LACOMBE, B.M.B.; CHU, R.A. Buscando as fronteiras da carreira sem fronteiras: uma pesquisa com professores universitários em administração de empresas na cidade de São Paulo. In: BALASSIANO, M. e COSTA, I. D. S. A. D. Gestão de carreiras: dilemas e perspectivas São Paulo: Atlas, 2006, p. 109-133.

LE BOTERF, G. Desenvolvendo a competência dos profissionais. 3 ed. Porto Alegre: Artmed-Bookman, 2003.

LONDON, M.; STUMPF, S.A. Managing careers. Reading, MA: Addison-Wesley, 1982.

LORD, R.G.; DIEFENDORFF, J.M.; SCHMIDT, A.M. et al. Self-regulation at work. Annual Review of Psychology, v. 61, p. 543-568, 2010.

MAINIERO, L.A.; SULLIVAN, S.E. The opt-out revolt: why people are leaving companies to create kaleidoscope careers. Mountain View CA: Davies-Black Publishing, 2006.

MEDEIROS, C.A.F. Comprometimento organizacional: um estudo de suas relações com características organizacionais e desempenho nas empresas hoteleiras: Programa de pósgraduação em Administração. Tese de doutorado. São Paulo: FEA- USP, 2003.

MENEZES, I.G. Comprometimento organizacional: construindo um conceito que integre atitudes e intenções comportamentais. : Departamento de Psicologia. Tese de doutorado. Salvador: Universidade Federal da Bahia (UFBA), 2009.

MOWDAY, R.T.; PORTER, L.W.; STEERS, R.M. The measurement of organizational commitment. Journal of Vocational Behavior, v. 14, n. 2, p. 224-247, 1979.

SALANCIK, G.R. Commitment and the control of organizational behavior and belief. In: SALANCIK, G. R. e STAW, B. M. New directions in organizational behavior. Chicago: St. Clair, 1977, p. 1-54.

VALCOUR, M.; BAILYN, L.; QUIJADA, M.A. Customized careers. In: GUNZ, H. e PEIPERL, M. Handbook of career studies. Thousand Oaks CA: Sage, 2007.

WEASMER, J.; WOODS, A.M.; COBURN, T. Enthusiastic and growing teachers: Individual dispositions, critical incidences and family supports. Education, v. 129, n. 1, p. 21-35, Fall 2008, 2008.