Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Resíduos Sólidos e o Princípio do Poluidor Pagador

DOI: http://dx.doi.org/10.18248/1982-6389/eduambiental.v4n1p85-109

http://www.latec.ufrj.br/revistas/index.php?journal=eduambiental 

downloadpdf

Luiz P. R. Tiepo1, Heloiza R. Tiepo2 & Ranmar S. A. A. Santos3

 

Resumo: Sabemos que todos os dias toneladas e mais toneladas de recursos naturais são extraídas das varias minas distribuídas por nosso planeta, em seguida essas matérias primas seguem para grandes indústrias onde são processadas e ao final viram bens de consumo. Este artigo aborda de forma técnica a Política Nacional de Resíduos Sólidos, o Princípio do Poluidor Pagador e a Saúde Ambiental. O acúmulo de resíduos sólidos teve inicio em quando o homem descobriu que poderia mudar a natureza; com o passar dos anos observou-se o acúmulo de lixo que o crescimento populacional, econômico e tecnológico trouxe. Diante dessas constatações, grandes ponderações resultaram em leis que regulamentaram novas diretrizes para os resíduos sólidos, traçando princípios, objetivos e instrumentos para mitigar os dados causados ao meio ambiente.

Palavras-chave: recursos naturais, politica nacional dos resíduos sólidos, princípio do poluidor pagador, saúde ambiental, ser humano.

 

Abstract: We know that every day tons and tons of natural resources are extracted from several mines distributed on our planet, then follow these raw materials to major industries where they are processed and saw the end consumer. We will cover a technical way, the National Policy on Solid Waste, the Polluter Pays Principle and Environmental Health. The accumulation of solid waste on our planet began when man discovered that he could change the nature, however this did not generate controversy, over the years we observed the accumulation of garbage that economic growth and technological brought before these findings generated large weights thus resulting in laws that regulated new guidelines for solid waste, where it outlines the principles, objectives and instruments for damage that has caused these present to human health and our planet.

Key words: natural resources, national policy of solid waste polluter pays principle, environmental health, human planet.

 

1 luizpaulo.tieppo@gmail.com.
2 helo.tieppo@gmail.com.
3 juinapneus@hotmail.com.

 

Literatura Citada

ALMEIDA, AnaliceKohler de. Política Nacional de Resíduos Sólidos: uma abordagem do princípio do poluidor-pagador. Monografia apresentada ao Curso de Direito da Ajes – Faculdade do Vale do Juruena. Juína/MT – 2.012.

ARAGÃO, Maria Alexandra de Sousa. O Princípio do Poluidor Pagador: pedra angular da política comunitária do ambiente. Boletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Coimbra: Coimbra Editora. Studia Jurídica 23. 1.997.

ARENDT, Hannah. A condição humana. 10ª Ed. Trad. Roberto Raposo. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005.

FERNANDES, Victor Paulo. Impacto Ambiental: Doutrina e Jurisprudência. São Paulo: RT, 2.005.

FURLAN, Anderson; FRACALOSSI, William. Direito Ambiental. Rio de Janeiro: Editora Forense, 2.010.

MARTINEZ, Marina. Conferência de Estocolmo. Disponível em: http://www.infoescola.com/meio-ambiente/conferencia-de-estocolmo/. Acessado em: 08/09/2.013.

MELLO, Celso de Albuquerque. Curso de direito internacional público. Rio de Janeiro: Renovar, 1.992.

OST, Françõis. A Natureza à Margem da Lei. Lisboa: Instituto Piaget, 2.003.

REZEK, José Francisco. Direito internacional público: curso elementar. Ed 9. São Paulo: Saraiva, 2.002.

SILVA, Geraldo Eulálio do Nascimento. Direito ambiental internacional. 2. ed. Rio de Janeiro: Thex, 2002.

SILVA, José Afonso da. Aplicabilidade das Normas Constitucionais. Ed. 4. São Paulo: RT, 1.982.

SÓFOCLES. Antígona. São Paulo: L&PM, 2000, versos 364 a 369, entoados pelo Coro.

SOROMENHO-MARQUES, Viriato. A internacionalização das questões ambientais e o futuro da diplomacia ambiental. In: Textos: ambiente e consumo, v. I. Lisboa: Centro de Estudos Judiciários, 1996.

STRONG, Maurice. Discurso na Cerimônia de Abertura da Conferência de Estocolmo,UNEP website. Stockholm, 1972, BriefSummaryofthe General Debate. Pg. 25. Tradução: “um novo movimento de libertação para os homens livres da ameaça de sua escravidão a perigos ambientais de sua própria autoria”

TAKEDA, Tatiana de Oliveira. Princípio do poluidor-pagador. Disponível em: http://www.ambitojuridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=8138. Acesso em: 08/09/2.013.