crosscheckdeposited

Livros Didáticos de Biologia: Análise dos Recursos Pedagógicos Auxiliares para a Aprendizagem de Genética

DOI: http://dx.doi.org/10.18250/2179-2933/ensinodeciencias.v4n2p1-16

http://www.latec.ufrj.br/revistas/index.php?journal=ensinodeciencias 

downloadpdf

Daiana S. Temp1, Luciane C. Oleques2 & Marlise L. Bartholomei-Santos3

 

Resumo: Este estudo analisou os recursos didáticos diferenciais presentes em sete livros de Biologia, em relação ao conteúdo de Genética, utilizados por professores do ensino médio de uma escola pública, no ano de 2011, localizada na cidade de Santa Maria, RS. Primeiramente verificou-se o número de capítulos destinados ao tema “Genética” e, posteriormente, foram analisadas a presença e frequência de recursos didáticos adicionais categorizados como: figuras, charges, história em quadrinhos, indicação de sites, leitura adicional, glossário e práticas. Os resultados mostraram que 100% dos livros apresentaram o recurso figuras como o mais frequente, seguido por textos complementares para leitura adicional. Recursos como charge e indicação de sites foram encontrados em apenas um dos livros. Assim, os livros analisados reproduzem um modelo memorístico de ensino que não privilegia a contextualização e participação do aluno no processo de aprendizagem.

Palavras-chave: livros didáticos, recursos, aprendizagem.

 

Abstract: This study analyzed the differential teaching resources present in seven Biology books, concerning the content of Genetics, used by teachers of high school education in a public school, in 2011, located in the city of Santa Maria, RS. Firstly, the number of chapters for the theme "Genetics" was verified and, subsequently, the presence and frequency of additional teaching resources were analyzed, categorized as: pictures, cartoons, comics, indication of sites, further reading, glossary and practices. Results showed that 100% of the books presented figures as the most frequent resource, followed by additional texts for further reading. Resources as charges and indication of sites were found in only one of the books. Thus, the books analyzed reproduce a memory-based teaching model, which does not favor the contextualization and student participation in the learning process.

Key words: textbooks, resources and learning.

 

1 Doutoranda do PPG Educação em Ciências pela UFSM, Mestre em Educação em Ciências- Química da Vida e Saúde pela UFSM, possui Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (2001) e Especialização em Interdisciplinaridade na Educação Básica pela Facinter (2004). Atualmente é professora no ensino fundamental e médio das redes pública e privada em Santa Maria- RS. daianatemp@yahoo.com.br
2 Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (1995) e mestrado em Educação em Ciências: Quimica da Vida e Saúde pela Universidade Federal de Santa Maria (2010). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação em Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: meio ambiente, educação ambiental, evolução biológica, concepções e ensino de genética. loleques@gmail.com
3 Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1990), mestrado em Ciências Biológicas (Genética) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994) e doutorado em Ciências Biológicas (Bioquimica) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Santa Maria. Tem experiência na área de Genética, com ênfase em Biologia Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: diversidade genética e evolução.Também atua na área de Ensino de Ciências. marliselbs@gmail.com

 

Literatura Citada

ARAGÃO BATISTA, M.V.; CUNHA, M.M. da S.; CÂNDIDO, A.L. Análise do tema virologia em livros didáticos de biologia do ensino médio. Ensaio: Pesquisa em educação em ciências. v. 12, n. 1, p. x-x, 2010.

BITTENCOURT, C.M.F. Em foco: História, produção e memória do livro didático. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n.3, set./dez. 2004. Disponível em: <http://www.bibvirt.futuro.usp.br/textos/periodicos/educacao_e_pesquisa/vol_30_no3 >. Acesso em: 3 de jul, 2010.

BIZZO, N. Falhas no ensino de ciências: erros nos livros didáticos ainda persistem em escolas de Minas e São Paulo. Ciência Hoje, São Paulo, v. 27, n. 159, p. 26-31, abr. 2000.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: MEC/SEF, 1999.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC), Secretaria de Educação Média e Tecnológica (Semtec). PCN + Ensino médio: orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais – Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC/Semtec, 2000.

BRASIL. Guia do programa nacional do livro didático Secretaria da Educação Básica. Guia de Livros didáticos Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Brasília: MEC/SEF, 2008.

CARLAN, F. de A.; SEPEL, L. M. N.; LORETO, E. L. da S. Aplicação de uma webquest associada a atividades práticas e a avaliação de seus efeitos na motivação dos alunos no ensino de Biologia. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v.9, n.1, p. 261-282, 2010.

CARVALHO, A. M. P. Ciências no ensino fundamental: o conhecimento físico. São Paulo: Scipione, 1998.

FERREIRA, P.; JUSTI, R. da S. A abordagem do DNA nos livros de biologia e química do ensino médio: uma análise crítica. Ensaio: Pesquisa em educação em ciências. v. 6, n.1. p. 1415-2150, 2005.

FRACALANZA, H. O que sabemos sobre os livros didáticos para o ensino de Ciências no Brasil. 1993, xxx f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1993.

FRANCO, M. L. P. B. O livro didático e o Estado. ANDE, ano I, n. 5, p. 19-24, 1992.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

GALIAZZI, M. do C.; ROCHA, J.M.B.; SCHMITZ, L.C.; SOUZA, M.L. de; GIESTA, S.; GONÇALVES, F.P. Objetivos das atividades experimentais no ensino médio: a pesquisa coletiva como modo de formação de professores de ciências. Ciência & Educação, v.7, n.2, p.249-263, 2001.

GAMBARINI, C.; BASTOS, F. A utilização do texto escrito por professores e alunos nas aulas de Ciências. In: NARDI, R.; ALMEIDA, M. J. P. M. (Orgs.). Analogias, leituras e modelos no ensino da ciência: a sala de aula em estudo. São Paulo: Escrituras, 2006. p. 93-115.

KAMEL, C.; LA ROCQUE, L. As histórias em quadrinhos como linguagem fomentadora de reflexões – uma análise de coleções de livros didáticos de ciências naturais do ensino fundamental. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências. v. 6, n.3, p. x-x, 2006. Disponível em: <http://www.fae.ufmg.br/abrapec/revistas/V6N3/v6n3a3.pdf>. Acesso: 15 de maio, 2011.

LORETO, E. L. S., SEPEL, L.M.N. Atividades Experimentais e Didáticas de Biologia Molecular e Celular. São Paulo: Editora da Sociedade Brasileira de Genética, 2003.

MASSABNI, V. G.; ARRUDA, M. S. P. Considerações sobre o conteúdo do livro didático de biologia. In: VII ENCONTRO PERSPECTIVAS DO ENSINO DE BIOLOGIA. São Paulo, 2000. Coletânea do Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia. São Paulo: USP, p. 697-700, 2000.

MOREIRA, M.A. Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1998.

MORTIMER, E.F. A evolução dos livros didáticos de Química destinados ao ensino secundário. Em Aberto, Brasília, v.7, n.40, p. 24-41, out. 1988.

PIMENTEL, J. R. Livros didáticos de Ciências: a Física e alguns problemas. Caderno Catarinense de Ensino de Física, Florianópolis, v.15, n.3, p. 308-318, dez. 1998.

PRIMON, C. S. F. Análise do conhecimento de conteúdos fundamentais de Genética e Biologia Celular apresentado por graduandos em Ciências Biológicas. 2005. 146 f. Dissertação (Mestrado em Genética), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

SPIASSI, A. Análise de livros didáticos de ciências: um estudo de caso. Trama. v. 4, n. 7, p. 45-54, 2008.

TOLMANN, R.R. Difficulties in genetics problem solving. American biology teacher, v. 44, p. 525-527, 1982.

TRIVELATO, S. L. F. Ensino de Genética: um ponto de Vista. São Paulo: Faculdade de Educação, 1988.

VASCONCELOS, S. D.; SOUTO, E. O livro didático de ciências no ensino fundamental - proposta de critérios para análise do conteúdo zoológico. Ciência & Educação. v. 9, n.1, p. 93-104, 2003.