Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Identificação das Causas da Evasão no Curso de Engenharia de Pesca da UFRPE-UAST : O que Pensam os Alunos e Professores?

DOI: http://dx.doi.org/10.18250/2179-2933/ensinodeciencias.v5n1p24-55

http://www.latec.ufrj.br/revistas/index.php?journal=ensinodeciencias 

downloadpdf

Jacqueline S. Silva-Cavalcanti1 & Maria G. dos Santos2

 

Resumo: Este trabalho teve como objetivo identificar possíveis dificuldades enfrentadas por estudantes universitários do curso de Engenharia de Pesca, na permanência no ensino superior público, procurando caracterizar o perfil socioeconômico desse estudante e, identificar aspectos que constituem suas percepções acerca das dificuldades na trajetória acadêmica. O trabalho foi desenvolvido na Universidade Federal Rural de Pernambuco, Unidade Acadêmica de Serra Talhada. Para execução do projeto foram aplicados questionários semiestruturados aos alunos do curso de Engenharia de Pesca e ao corpo docente a fim de avaliar a percepções dos dois grupos frente a esta problemática. O questionário aplicado aos alunos faz parte do censo do Projeto Nacional Conexões de Saberes: diálogo entre a universidade e comunidades populares, que está foi desenvolvido pelo MEC em parceria com as Universidades Federais do país. Os resultados obtidos nessa pesquisa demonstram que são grandes as dificuldades enfrentadas pelos estudantes do curso de Engenharia de Pesca para sua permanência no ensino superior. As principais dificuldades citadas foram: falta de recurso para permanência na universidade, apoio psicológico e reprovação (em especial na disciplina de matemática. Quanto a percepção dos professores em relação a causa da evasão/retenção no curso, eles afirmam que a falta de maturidade na escolha do curso e o baixo nível escolar dos egressos do segundo grau seriam as principais causas dessa evasão. Esses dados demonstram a necessidade da ampliação das políticas públicas voltadas para os alunos de origem popular oriundos do processo de interiorização das Universidades públicas brasileiras, em especial na Unidade Acadêmica de Serra Talhada.

Palavras-chave: Estudantes de Origem Popular, universidade, Conexão de Saberes, políticas de combate a evasão

 

Abstract: This work aimed to identify the possible difficulties faced by students of the Fishing Engineering Course staying in the Public Education, and seeking characterize the socioeconomic profile of this student and, identify aspects that constitute his insights about the difficulties in the academic trajectory. The work was developed in the Universidade Federal Rural de Pernambuco, Academic Unit of Serra Talhada. Semi-structured questionnaires were applied to Fishing Engineering students and their teachers were available facing course problematic. The questionnaire applied to the students is part of the census of the Conexões de Saberes Project: Dialogue between the University and popular communities, and that was developed by the MEC in partnerships with the Federal Universities of the Brazil. The results attained in this research show that the difficulties faced by Fishing Engineering students are large for their staying in the University, psychological support e reprobation (especially in Mathematics). For teachers perceptions, the cause of the evasion/permanence in the course, is due to lack of maturity in choosing of the course and the low schooling level of students coming from the High School would be the main causes of this evasion. These data show the necessity in amplifying public policies targeted to the students of popular origin who come from the democratic processes of the Brazilian Public Universities, especially the Academic Units of Serra Talhada.

Key words: Students of Popular Origin, Evasion Policies

 

1 Bióloga formada pela Universidade Federal Rural de Pernambuco. Mestre em Oceanografia Química. Doutora em Oceanografia pela UFPE. Experiência na área de Oceanografia Química, com ênfase em contaminação biológica por metais pesados e contaminação da praia por resíduos sólidos. Atualmente é professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bolsista MEC, do Programa de Educação Tutorial (Tutora do Grupo PET Engenharia de Pesca UFRPE/UAST). Curadora do Museu de Oceanografia da Unidade Acadêmica de Serra Talhada.
2 Possui graduação em Engenharia de Pesca pela Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE-UAST (2014). Tem experiência na área de Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, com ênfase em Engenharia de Pesca, laboratório de Microbiologia, na linha de pesquisa de microbiologia de organismos aquáticos.

 

Literatura Citada

ANDRIOLA, W. B. (2009). Fatores Institucionais Associados ao resultados do Exame Nacional de Desempenho Estudantil (ENADE): Estudo dos Cursos de Graduação da Universidade federal do Ceará (UFC), Revista Iberoamericana sobre Calidad, eficácia y Cambio en Educación– Volumen 7, Número 1.

BARREIRO, I. M. F.; FILHO, A. T. Educação superior no período noturno no Brasil: políticas, intenções e omissões, Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v.15, n.54, p. 81-102, jan./mar. 2007.

BAGGI, C. A. S. 2010. Evasão e Avaliação Institucional: Uma Discussão Bibliográfica. Campinas, 80 p. (Dissertação apresentada como exigência para obtenção do título de Mestre em Educação, ao Programa de Pós-Graduação na área de Educação, Pontifícia Universidade Católica de Campinas).

BONINI, P.; PAULA, G.C.; MENEZES, E. C. O. Participação Feminina na Universidade, na Produção e no Rendimento Médio da Grande Florianópolis, 2009.Uma abordagem descritiva.(Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas) Florianópolis- SC.

CATANI, A. M.; HEY, A. P.; GILIOLI, R. S. P. PROUNI: democratização do acesso às Instituições de Ensino Superior? Educar, Curitiba, n. 28, p. 125-140, 2006. Editora UFPR.

CERRI, L. F. Saberes históricos diante da avaliação do ensino: notas sobre os conteúdos de história nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. Revista Brasileira de História. Universidade Estadual de Ponta Grossa — UEPG (PR), São Paulo, v. 24, nº 48, p.213-231 – 2004.

FILHO, R. L. L. S.; MOTEJUNAS, P. R.; HIPÓLITO, O.; LOBO, M. B. C. M. A Evasão no Ensino Superior Brasileiro. Instituto Lobo para o Desenvolvimento da Educação, da Ciência e da Tecnologia. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 132, set./dez. 2007.

GOULART, G. S. (2012) EVASÃO UNIVERSITÁRIA: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CCHS/UFMS SOBRE OS MOTIVOS DA EVASÃO. Revista Gestão Universitária. 17 de Dez. de 2012.

JÚNIOR, P. R. K.; MELLO, S. P. T.; DINIZ, R. M.; SANTOS, E. G.; NEUENFELDT, C. S.; BARBOSA, L. P. Pesquisando Causas e Possíveis Soluções Para a Problemática da Evasão em um Curso de Administração numa Universidade Pública no Sul do Brasil, 2011- II Congresso Internacional IGLU(IX colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul), Florianópolis, Santa Catarina.

LOPES, A. C.; LÓPEZ, S. B. A PERFORMATIVIDADE NAS POLÍTICAS DE CURRÍCULO: O CASO DO ENEM. Educação em Revista. Belo Horizonte, 2010. v.26 , n.01 , p.89-110.

MINISTERIO DA EDUCAÇÃO. Programa de Educação Tutorial (Criação de Novos Grupos do Programa de Educação Tutorial). Universidade Federal Rural de Pernambuco - Secretária de Educação Superior. EDITAL N° 11, CHAMADA 2012.

NIEDERAUER, M. Acesso de jovens negros e pardos à universidade triplicou em dez anos. Correio Braziliense, Brasília, Nov. 2012. Disponível em: <http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/euestudante/ensino_ensinosuperior/2012/11/28/ensino_ensinosuperior_interna,336267/acesso-de-jovens-negros-e-pardos-a-universidade-triplicou-em-dez-anos.shtml>, Acesso em 11. Fev. 2014.

REINERT, J. N.; GONÇALVES, W. J. Evasão Escolar: Percepção Curricular como Elemento Motivador no Ensino para os Cursos de Administração, 2010 – Estudo de Caso (X Coloquio Internacional sobre Gestión Universitaria en América del Sur) Mar del Plata, Argentina.

SANTOS, A. P.; CERQUEIRA, E. A. ENSINO SUPERIOR: trajetória histórica e políticas recentes. IX Colóquio Internacional Sobre Gestão Universitária na América do Sul, Florianópolis – Brasil, 25 a 27 de Nov.2009.

SILVA, J. C. A..; COSTA, F. P.; ARAUJO, D. F.; COSTA, V. A. S. F.; BRITO, A. M. S. S. EVASÃO NO ENSINO SUPERIOR: UM OLHAR NA UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA DA UFRPE. XII JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO – JEPEX 2012 – UFRPE: Recife, 26 a 30 de novembro.

ZAGO, N. Do acesso à permanência no ensino superior: percursos de estudantes universitários de camadas populares. Revista Brasileira de Educação, v. 11 n. 32 maio/ago. 2006.