crosscheckdeposited

Modelos de Previsão do Fluxo e Vazão de Descargas de Produtos Agrícolas

DOI: http://dx.doi.org/10.12722/0101-756X.v27n01a09

http://www.abeas.com.br/wt/revista.php 

downloadpdf

José P. Lopes Neto1, José W. B. do Nascimento2 & Fernanda F. de M. Lopes3

 

Resumo: Nas últimas décadas a armazenagem de produtos agrícolas em silos verticais tem recebido cada vez mais atenção principalmente por aliar fatores como alta capacidade de armazenagem em reduzida ocupação horizontal. Sabe-se que os silos devem ser idealizados visando atender às exigências de cada produto a se armazenar e que estas exigências variam largamente de um produto para outro, o que significa dizer que o projeto de um silo é realizado especificamente para determinados produtos e que a armazenagem de um novo produto pode representar riscos à estrutura. Com a utilização de um modelo reduzido de silo vertical investigou-se as características intrínsecas de produtos armazenáveis e sua influência na vazão de descarga de quatros produtos agrícolas. Para a predição do tipo de fluxo adotou-se o Critério de Fluxo – Não Fluxo de Jenike, enquanto que a vazão mássica de descarga foi comparada com valores teóricos obtidos pelos modelos de Berveloo et al. e Rotter. O Índice de fluxo de Jenike previu com exatidão o modelo de fluxo ocorrido experimentalmente. Durante o descarregamento, o farelo de milho foi o que apresentou maior dificuldade de fluir sendo classificado como fluxo coesivo. Quanto à vazão de descarga, nenhum dos modelos analisados conseguiu representar com eficiência os valores experimentais de descarga.

Palavras-chave: silo vertical, modelo de fluxo, vazão de descarga, previsão

 

Abstract: In recent decades the storage of agricultural products in vertical silos has received increasing attention mainly by combining factors such as high storage capacity in reduced occupancy horizontal. It is known that the silos should be designed to meet the requirements of each product to store and these requirements vary widely from one product to another, which means that the design of a silo is made specifically for certain products and that storage of a new product can pose risks to the structure. With the use of a reduced scale model of vertical silo investigated the intrinsic characteristics of storable products and their influence on the flow rate of four agricultural products. For the prediction of pattern flow the criterion Flow - No Flow Jenike was adopted, while the experimental flow rate was compared with values obtained by theoretical models from Berveloo et al. and Rotter’s equations. The Jenike index flow predicted accurately pattern flow occurred experimentally. During unloading, the ground corn showed the greatest difficulty flowing stream is classified as cohesive flow. As to the discharge flow, none of the flow rate models analyzed able to efficiently represent experimental values of discharge.

Key words: vertical silo, pattern flow, flow rate, prediction

 

1 Engo. Agrícola, Professor Adjunto da UAEA/UFCG. Rua Aprígio Veloso, 882, Universitário. CEP 58429-900. Fone: (83) 2101-1490. E-mail: lopesneto@deag.ufcg.edu.br
2 Engo. Agrícola, Professor Associado da UAEA/UFCG. E-mail: wallace@deag.ufcg.edu.br
3 Enga. Agrícola, Professora Adjunta da UAGRA/UFCG. E-mail: fernandalopes@ccta.ufcg.edu.br