Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Educação Corporativa: Um Método de Apoio à Decisão para Implantação nas Organizações Empresariais

 DOI: http://dx.doi.org/10.12702/TF-000000001

 downloadpdf

FREITAS, Maria do Carmo Duarte

 

Resumo: No âmbito das organizações, ao longo do tempo, a modernização do sistema produtivo vem requerendo agilidade no processo de qualificação dos profissionais, empreendedores, executivos e pesquisadores. Como o sistema educacional não tem acompanhado, na mesma velocidade, o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, o empresariado investe e estimula a formação profissionalizante de seus parceiros e funcionários, fazendo uso das tecnologias de informação e comunicação. Este trabalho investiga o fenômeno das organizações produtivas, que investem em Universidades Corporativas ou em centros de formação, com o objetivo de melhor qualificar seus quadros profissionais. A tese desenvolveu um método para apoiar a tomada de decisão dos gestores nas empresas, no planejamento e implantação de programas educacionais, em todos os níveis organizacionais, com o suporte ou não de tecnologia. O Método de Apoio à Decisão em Educação Corporativa – MADEC foi construído a partir de um aprofundamento teórico e de pesquisas em campo. Foram visitadas empresas, estabelecidas no território nacional que investem na formação profissional de seus funcionários. Observou-se qual a estrutura que motivou a melhoria do nível de educação geral e profissional nessas empresas. O MADEC é composto por quatro grandes etapas administrativas entrelaçadas: Análise Estratégica para Educação Profissional, Projeto e Produção de Produto Educacional, Gestão Estratégica de Serviços e Gestão de Infra-estrutura e Legalização. A abrangência do método é sistêmica por agregar vários elementos (pessoas, produtos, tecnologia e mercado). A implantação do MADEC na DATASUL, empresa de Joinville (SC), permitiu entender como funciona a gestão da educação numa empresa de porte médio e capital genuinamente brasileiro, apontando as dificuldades e limitações quanto à aquisição de equipamento computacional, fato importante pela necessidade de integração entre o ambiente real e o ambiente virtual (Internet). Pode-se concluir em relação a DATASUL que a perspectiva dos procedimentos tecnológicos e o treinamento a distância foram implantados com eficiência.

Palavras-chave: educação profissional, sistema de apoio à decisão, educacação corporativa

 

Abstract: In the last few years, modernization of the productive systems from several companies requires agility in the qualification process of the professionals, entrepreneurs, executives and researchers. As the educational system has not followed, at the same speed, the development of new products and technologies, the companies invest and stimulate the professionalizing formation of its partners and employees, making use of the information technologies and communication. This work investigates the phenomenon of the productive organizations, that invest in Corporative Universities or formation centers, with the objective of better qualifying its professional group. This thesis developed a method to support decisions of the managers in the companies, relative to the planning and implantation of educational programs, in all organization levels, with aid or not of technology. The Method of Decision Support in Corporative Education – MDSCE was constructed from a theoretical deepening and field researches. Companies, established in Brazil, had been visited, whom invest in the professional formation of its employees. Which was observed the structure that motivated the improvement of the level of general and professional education in these companies. The MDSCE is composed of four great interlaced administrative stages: Strategical Analysis for Professional Education, Project and Production of Educational Product, Strategical Management of Services and Infrastructure Management and Legalization. The width of the method is given assuming a sistemic boarding (people, products, technology and market). The implantation of the MDSCE in DATASUL, company of Joinville (SC), allowed to understand as the management of the education in a company of typical Brazilian average and capital transport functions, pointing the difficulties and limitations, as for example, how much to the acquisition of computational equipment. It was concluded that technological proceedings and distance training were implanted efficienly.

Key words: professional education, decision support, corporative education

 

Literatura Citada

ABREU, R. C. L. CCQ, Círculos de Controle de Qualidade: integração−trabalho−homem−qualidade total. 2. ed. Rio de Janeiro: Ed. QUALITYMARK, 1991. 217p.

AIDAR et al. Cultura Organizacional Brasileira. In: WOOD JR., T. Mudança organizacional: aprofundando temas atuais em administração de empresas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1995. ISBN 85−224−1343−6.

AISENBERG, D. A Educação bate à porta das empresas. Internet Business. Rio de Janeiro, mar. 2000. Disponível em: <http://www.informal.com.br>. Acesso em: 23. mar. 2000.

AMBEV Universidade Corporativa Fiasa. [mensagem particular] Enviada por: Suzana. Mensagem recebida por <mfreitas@eps.ufsc.br>; em 10. mai. 2000.

AMBROZEWICZ, P.H.L. Formação de auditores: princípios e processos. Curitiba: Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Departamentos Regionais do Paraná, 2003. ISBN 85-88980-05-3

ANDRADE, L.; LONGO, W.P.; PASSOS, E. Desafios e Oportunidades do Sistema Federal de Ensino Superior em face da Autonomia. In: Universidade e Sociedade no Brasil: oposição propositiva ao neoliberalismo na educação superior. Niterói/RJ: Editora Intertexto, 2001, p.123 – 160.

AZEVÊDO, W. Muito além do jardim de infância: o desafio do preparo de alunos e professores online . In: Seminário Teológico Presbiteriano do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: 1998. Disponível em <http://www.aquifolium.com.br/educacional/artigos/muitoalem.html> Acessado em: 06. out.1999.

BARBIER, R. La Reserche Action, Ed. Economica, Paris, 1996. 112p.

BERRY, J. Traditional Training Fades in Favor of E-learning. Internetweek online . [S.I.], fev. 2000. Disponível em: <http://www.internetwk.com/lead/lead020700.htm>. Acesso em: 11. set. 2000.

BIENNIER, F; BOUCHER, X.; HAMMAMI, A.;VINCENT, L. Towards a modelling frameworks od SMEs. In: Collaborative business ecosystems and virtual enterprises. Lisbon: KAP, 2002. Third Working conference on infrastructure for Virtual Enterprises (PRO-VE´02), Sesimbra, Portugal. Anais…2002. ISBN 1-4020-7020-9.

BOGAN, C. E.; ENGLISH. M. J. Benchmarking, aplicações práticas e melhoria contínua. São Paulo: MAKRON Books, 1996. ISBN 85-346-0482-7.

BOOCH, G., RUMBAUGH, J., JACOBSON, I. UML, Guia do usuario. Tradução de Fabio de Freitas da Silva. Rio de Janeiro: Campus, 2000. ISBN 85-352-0562-4.

BREMER, C. F.; MUNDIM, A. P.F.; MICHILINI, F.V.S.; SIQUEIRA, J.E.M.; ORTEGA, L.M. New product search and development as a trigger to competencies integration virtual enterprises. In: Proceedings of the 2nd International VONET – Workshop. Bern: Eds. Pascal Sieber and Joachim Griese. Set. 1999. ISBN 3-9521.463-6-6

BREMER, C. F., CORRÊA, G. N. Organizações e Empresas Virtuais: Conceitos e Aplicações In: Manufatura Classe Mundial: conceitos, estratégias e aplicações. 1a. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

BUENO, F. da S. Minidicionário da língua portuguesa. Ed. rev. e atual por Helena Bonito C. Pereira, Rena signer. São Paulo: FTD: LISA, 1996. CDD-469.3.

CAMARINHA-MATOS, L. M.; A contribution to the harmonization of VE infrastructures. Disponível em: <www.uninova.pt>. Acesso em out.2002.

CAMARINHA-MATOS, L. M.; AFSARMANESH, H. The virtual enterprise concept. In: Infrastructures for Virtual Enterprises Networking Industrial Enterprises, L. M. Camarinha-Matos, H. Afsarmanesh (Eds.), Kluwer Academic Publishers, 1999, p. 3-14. ISBN 0-7923-8639-6.

CAMARINHA-MATOS, L.M.; AFSARMANESH, H.; GARITA, C.; LIMA, C. Towards na Architecture for Virtual Enterprises. In: Journal of Intelligent Manufactuting. V. 9, Issue 2, 1997.

CAPORAL, A. Motorista e cobrador ganham diploma. São Paulo: Jornal Gazeta Mercantil. 7,8,9 de junho/2002.

CARRE, P., CASPAR, P. Traite des Sciences et des Techniques de la Formacion. Paris, Dunod, 1999, 512 p. ISBN: 2-10-004495-9.

CARVALHO, H. G. de. Inteligência Competitiva Tecnológica para PME’s através da Cooperação Escola-Empresa proposta de um modelo. 2000. 121p. Tese de Doutorado (Doutor em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

CEDEFOP – Centre Européen pour le Développement de la Formation Professionnelle. Mémorandum sur l’education et la Formation tout au long de la vie – Consultation – Examen dês Rapports dês Etats Membres et dês Pays de l’EEE. SEC (2000) 1832. Bruxelles, out. 2000.

CHIAVENATO, I. Administração de empresas: uma abordagem contigencial. 3. ed. São Paulo: Ed. Markron Books, 1994.

COSTELLA, J. P. Virtual Reality at the University of Melbourne. Austrália. Disponível em: <http://eastnet.educ.ecu.edu/vr/vrits/1-3coste.htm> Acessado em: 31/08/1998.

CUNHA, D. Consórcio reúne universidades. Depoimento concedido a Agência Brasil - Radiobrás [abr. 2000].

CUNHA, J. C. da Re: Capítulo 5. Joinville, mar. 2003. E-mail enviado e disponível em <mfreitas@eps.ufsc.br>;. Acesso em: 23.mar. 2003.

DAVENPORT, T. H.; PRUSAK, L. Working knowledge: how organizations manage what they know. Boston: Havard Business School Press, 1998.

DEMO, P. Educação profissional: desafio da competência humana para trabalhar. In: Educação profissional: o debate da(s) competência(s). Brasília: MTb, SEFOR, 1997.

DEPRESBITERIS, L.; DEFFUNE, D. As múltiplas faces da competência. In: Educação profissional: o debate da(s) competência(s). Brasília: MTb, SEFOR, 1997.

DONADIO. M. Treinamento & Desenvolvimento Total. [mensagem pessoal] recebida por <mfreitas@eps.ufsc.br>; em 15. set. 1996.

EBOLI, M. Gestão do conhecimento como vantagem competitiva: o surgimento das Universidades Corporativas. In: EBOLI, Marisa. (coordenadora) et al. Coletânea universidades corporativas – Educação para as empresas do século XXI. São Paulo: Editor Adolfo Schmukler. 1999. ISBN 85-85699-84-3. (b)

EBOLI, Marisa. (coordenadora) et al. Coletânea universidades corporativas – Educação para as empresas do século XXI. São Paulo: Editor Adolfo Schmukler. 1999. ISBN 85-85699-84-3.

E-LEARNING BRASIL. Dados de Mercado. Disponível em <http://www.elearningbrasil.com.br>. Acessado em 23.11.03.

FERRAZ, C. M. Desenvolvendo talentos humanos para o sucesso nos negócios: As experiências de Universidade Corporativas no Brasil – Caso 1 – ACCOR BRASIL. In: EBOLI, Marisa. (coordenadora) et al. Coletânea universidades corporativas – Educação para as empresas do século XXI. São Paulo: Editor Adolfo Schmukler. 1999. ISBN 85-85699-84-3.

FLEURY, M. T. L. No universo da cultura, o centro se encontra em toda parte. In:EBOLI, Marisa. (coordenadora) et al. Coletânea universidades corporativas – Educação para as empresas do século XXI. São Paulo: Editor Adolfo Schmukler. 1999. ISBN 85-85699-84-3.

FIASA Universidade Corporativa Fiasa. [mensagem particular] Enviada por: Silvana Rizzioli. Mensagem recebida por <mfreitas@eps.ufsc.br>; em 21. jul. 2000.

FREIRE, A., DIAS, P. C. C., BREMER, C. F. Busca de parcerios para empresas virtuas baseado em competências de chão de fábrica. In: XVII Encontro Nacional de Engenharia de Produção - Brazil Third Congress of Industrial Engineering, Gramado, RS.Anais ...1997.

FREITAS, M. C. D.; KLEIN, A. N.; BRINGHENTI, I.; PASCHOAL, J. O. A.; ALARCON, O. E. Portal Cerâmica Brasil: O espaço virtual do Setor Cerâmico. Cerâmica informação, Florianópolis, v. 13, p. 68-73, nov. /dez. 2000.

FREITAS, M.C.D. Um ambiente de aprendizagem na internet aplicado na construção civil. 1999. 121p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

FURLAN. J. D. Modelagem de Objetos através da UML – the Unified Modeling Language. São Paulo: Makron Books, 1998. ISBN 85.346.0924-1

GALVIS, A. H. Software educativo multimídia: aspectos críticos no seu ciclo de vida. In: Revista Brasileira de Informática na Educação. 1(1), Florianópolis: UFSC, 1997. Disponível em <http://www.inf.ufsc.br/sbc-ie/revista/nr1/galvis-p.html>, Acessado em: 15.jan.1999.

GASPAR, P. Nouvelles technologies éducatives et réseaus de formation: Des entreprises parlent de leurs expériences. Paris, Éditions d’Organisation. 1998. ISBN: 2-7081-2209-6.

GIL, Philippe. E-formação: NTIC et reengineering de la formation professionnelle. Paris: Dunod, 2000.

GUAY, P. J. Internet et education: repertoire de ressources. Québec. Edition La vitrine APO, 2003. Disponível em: <Guide internet – nitc.org>. Acessado em 26.jun.2003.

GRANDI, M. T. Alguns fatores pedagógicos. In: Capacitação Pedagógica para Instrutor/Supervisor - Área da Saúde. Reimpr. 1. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 1994.

GRIGG, NeiI S. Universities and professional associations: Partnerships for civil engineering careers. In: Journal of Management in Engineering. [S.I.], v. 14. n. 2, p. 45-55, March/April. 1998. ASCE ISSN 0742-597X/98/0002-0045-0055.

HAGEL III, J.; ARMSTRONG, A. G Vantagem competitiva na Internet. Rio de Janeiro: Campus, 1998. ISBN 85-352.0271-4.

HARDLESS, C.; NULDÉN, U. Visualizing Learning Activities to Support Tutors. In: Extended Abstracts of the Conference on Human Factors in Computing Systems (CHI '99), Pittsburgh, ACM Press, 1999, p. 312-313.

JACOBSON, L. –Virtual Reality: A Status Report, AI Expert. Agos. 1991. 6(6): 26-34. ISSN: 0888-3785 ISSN: 0888-3785.

JENZONWSKY, S. Gaining Employee Buy-In: Motivating and Incentivizing Knowledge Sharing. In: Virtual Business Europe 2002. Brussels/Bélgica,Arkgroup, fev. 2002. Conjunto de Programas. 1 CD-ROM.

JOHNSTON, W. Whole Frog Project. [S.I. s.n.]. Disponível em: <http://george.lbl.gov/ITG.tm.pg.docs/dissect/info.html>. Acessado em 13. jul. 1998.

KANTER, R.M. O futuro depende dos relacionamentos. In: HSM Managment. [s.n.]. Ano 4, no. 20, mai-jun 2000.

KEMCZINSKI, A. Ensino de Graduação pela Intenet: Um Modelo de Ensino-Aprendizagem Semi-Presencial. 2000. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

KIMBALL, Lisa. Managing Distance Learning - New Challenges for Faculty. In: Knowledge Garden: Virtual Communities - [s.n.], 2001. Disponível em <http://www.co-il.com/coil/knowledge-garden/vc/index.shtml >. Acesso em: 06. out. 2002. (a)

KIRNER. C. Sistemas de Realidade Virtual. UFSCar, [s.n.]. Disponível em: <http://www.dc.ufscar.br/~gv/tutrv.htm>. Acesso em: 09. out. 2002.

LAASER, W. et al. Manual de criação e elaboração de materiais para educação a distância. Tradução de: Handbook for designing and writing distance education materials. Brasília: CEAD; Editora Universidade de Brasília, 1997. p.189. ISBN: 85.86290-01-7.

LAMONTAGNE, Denys. 217 plates-formes e-formation, plates-formes e-learning. [S.I.]. Thot/Cursus. Disponível em:<http://thot.cursus.edu/rubrique.asp?no=12074>. Acesso em 8.out.2002.

LANDIM, C. M. Um salto para o futuro. Informe CPEAD, Rio de Janeiro, ano 1, n. 1, p. 10, mar. 1993.

LONGO, W. P. Educação tecnológica no mundo globalizado. In: Congresso Anual da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais, 54., 1998, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte, 1998.

LONGO, W. P. O ensino na rede virtual. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 04.jul.1999. Caderno Emprego.

LOVERRO, M. C. M. Caso 4 − Visa training. In: EBOLI, Marisa. (coordenadora) et al. Coletânea universidades corporativas – Educação para as empresas do século XXI. São Paulo: Editor Adolfo Schmukler. 1999. ISBN 85-85699-84-3.

MACHADO, L. R. S. Educação e Divisão Social do Trabalho (Contribuição para o estudo do ensino técnico industrial brasileiro). São Paulo: Ed. Autores Associados. 1982.

MACHADO, R. Pesquisa online sobre Treinamento no Brasil. [mensagem particular]. Mensagem recebida por <mfreitas@eps.ufsc.br>; em 10. agos. 2000.

MATTAR, F.N. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, 1996. ISBN 85-224-1453-X

MEC – Ministério da Educação e Cultura – Secretaria de Educação Superior. Enfrentar e vencer desafios. Brasília. 2000. 39p.

MEISTER, J. C. A gestão do capital intelectual através das universidades corporativas. Tradução: Maria Claudia S. R. Ratto; São Paulo: Makron Books, 1999. 297p. Título Original: Corporate Universities. ISBN 85-346-1074-6.

MENDES JÚNIOR, R.; RUTZ, N.; ZAMPARONI, R. Aquisição de materiais de construção civil através da internet. In: Anais do Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído - ENTAC 2002. Foz do Iguaçu, p. 671-680, 2002.

MICROSOFT Encarta Encyclopedia 2000, version 9.0.0.0702: Encarta Encyclopedia Program Manager. USA: Microsoft Corporation, 1993-1999. Conjunto de Programas. 1 CD-ROM.

MILET, P. B. Aprendizagem baseada na Internet. [S.I., s.n.], Disponível em: <http://www.eschola.com/eschola/DbPublic/eschola.nsf/Frm_Artigo002EAD> Acesso em: 11.set.2000.

MINOGUE, Kenneth R. O conceito de universidade. [Tradução Jorge Eira Garcia Vieira]. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 1981. Titulo original: The concept of a university.

MSSS. Guide de Conception d’Interactions Personnes-Systèmes (Ips) Méthode de Conception Ergonomique d’ips les Orientations Technologiques du Réseau Sociosanitaire. Québec. Ministère de la Santé et des Services sociaux. 1997. ISBN: 2-550-32186-3.

NAU - Northern Arizona University. Disponível em: <http://www.nau.edu/~anthro/solsys/>. Acessado em: 31/08/1998.

NBR ISO 14001:1996 – Sistema de Gestão da Qualidade – Especificação e diretrizes par uso. Rio de Janeiro: ABNT, 1996.

NBR ISO 9000:2000 – Sistema de Gestão da Qualidade – Fundamentos e vocabulários. Rio de Janeiro: ABNT, 2000.

NBR ISO 9001:1994 – Sistema da Qualidade – Modelo para Garantia da Qualidade em projeto, desenvolvimento, produção, instalação e serviços associados. Rio de Janeiro: ABNT, 1994.

NBR ISO 9001:2000 – Sistema de Gestão da Qualidade – Requisitos. Rio de Janeiro: ABNT, 2000.

NBR ISO 9004:2000 – Sistema de Gestão da Qualidade – Diretriz para melhorias de desempenho. Rio de Janeiro: ABNT, 2000.

NUNES, I. B. Pequena Introdução à Educação a Distância. Revista Educação a Distância, Brasília: [s.n.], n. 1, 1992.

OECD – Economic Surveys. Structural Policies: The Lab our Market in a Knowledge-Based Economy. Paris: OECD, 1998.

PANTOJA LIMA, C. Um Modelo Multinível de Coordenação em Ambiente de Empresa Virtual – Uma abordagem baseada no conceito de Fluxo de Trabalho. Tese (Doutorado em Engenharia Electrotécnica) Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciência e Tecnologia, Lisboa, Portugal, 2001.

PARKER, J.; SILVA, M. S. M. da. Password: English dictionary for speakers of Portuguese. [translate and edited by John Parker and Monica Stahel M. da Silva].São Paulo: Martins Fontes, 1995. ISBN 85-336-0368-1.

PAYE-JEANNENEY, L. Le CNAM Mode d’emplois. Paris: Eurorscg Publishing. Set. 2001. [Folheto].

PAYE-JEANNENEY, L. Livret dáccueil des auditeurs du CNAM Paris. Paris: Graphique Hélène Hébrard. Édition 1998-1999, 1999. [Folheto].

PETTIGREW, Andrew M. A Cultura Organizacional é Administrável? FLEURY, M. T. L.; FISCHER, R. M. Cultura e poder nas organizações. 2. ed. São Paulo: Atlas, p. 145-153, 1996. ISBN 85-224-1400-9.

PIMENTEL, A. F. Alguns Aspectos do Treinamento. In: Cadernos de Administração Pública. 2. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1966, v. I, 51p. (Brochura).

POMPEU, R. C. Um estudo sobre ambientes virtuais para auxílio ao ensino de resistência dos materiais. Dissertação de Mestrado, Curso de Pós-Graduação em Métodos Numéricos em Engenharia, UFPR, 1999.

PORTER, R. L. Creating the virtual Classroom: Distance Learning with the Internet. John Wiley & Sons, Inc. USA. 1997.

PREISS, H.; GOLDMAN, S.L.; NAGEL, R. N. Cooperar para competir –construindo parcerias eficazes. Tradução: Maria Imilda da Costa e Silva. São Paulo: futura, 1998. ISBN 85-86082-67-8

PROFISSS. Projecto de Formação Inicial Qualificante para a Solidariedade e Segurança Social. Lisboa, Ministério do Trabalho e da Solidariedade, 2001. Disponível em <http://www.seg-social.pt/profisss/>. Acessado em jan. 2002.

RADLER, J. Companhias consolidam formação de pessoal com universidade corporativa. Gazeta Mercantil. São Paulo, 07.Jan.2000.

RAIMUNDO, V. F. Fissuras no diálogo e na interatividade das relações de trabalho: a comunicação institucional na Fiat automóveis (1989-1998). Dissertação de Mestrado, Curso de Pós-Graduação em Comunicacao, UFMG, 1998.

REIS, J. G. A.; IGLESIAS, R. M. Custo Brasil: o que foi feito, o que ainda precisa ser feito [coordenação: José Guilherme Almeida dos Reis, Roberto Magno Iglesias].– Brasília: CNI, PEC, 1998. 70 p. CDD 338.981

REYNOLDS, A.; IWINSKI, T. Multimídia Training − Developing Technology−Based Systems. McGrow−Hill, USA, 1996.

ROESNER, L. A.; WALESH, S. G. Corporate University: Consulting firm case study. In: Journal at Management in Engineering, [S.I.], v. 14, n. 2, p. 56−63, March/April, 1998. ASCE ISSN 0742-597X/98/0002-0056-0063.

RONDELLI, E. Universidade Virtual Pública do Brasil – UNIREDE . 1º Documento – Protocolo de Intenções para o Consorcio UNIREDE, UNIREDE, Discussion List. Brasília, 02. dez. 1999. Disponível em <unirede@eGroups.com>; 1999. Acesso em: 02. abr. 2000.

ROSENBERG, M. J. E-learning: Estratégias para a transmissão do conhecimento na era digital. (Tradução: Luciana Pentenado Miquelino). São Paulo: Makron Books, 2002. ISBN: 85.346.1383-4

SANTOS, E. T; RODRIGUES, M. Educação à Distância: Conceitos, Tecnologias, Constatações, Presunções e Recomendações. São Paulo: EPUSP, 1999.

SARACHO, J.M. Competencies laborales and competências core. Forum List. 19. nov. 1999. Disponível em: <http://www.pignc-ispi.com/forums/eastrategic/messages/81.html>. Acesso em: 03. mai. 2003.

SCHREIBER, D. Instrucional Design of Distance Training. In: SCHREIBER, D. A.; BERGE, Z. L. Distance Training: How innovative organizations are using technology to maximize learning and meet business objectives. San Francisco, California: Jossey-Bass Publishers, 1999. ISBN 0-7879-4313-4 (hardcover). cap. 3, p. 37-65.

SILVA, C.R.O. Bases Pedagógicas e Ergonômicas para Concepção e Avaliação de Produtos Educacionais Informatizados. UFSC, 1998. 121p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

SILVA, C.R.O. MAEP: Um Método Ergopedagogico Interativo de Avaliação para Produtos Educacionais Informatizados. UFSC, 2002. 224p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

SEGALLA, D. P. Dicionário de Dificuldades da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 2ª. Ed. Rev. Ampliada, 1999. ISBN 85-2090699-0

SOUZA, C. Educação corporativa: Muito além do treinamento. (Palestra de abertura do I Seminário Nacional de Educação Corporativa, promovido pelo IBAP em São Paulo 11 de Novembro do 1998). In: EBOLI, Marisa. (coordenadora) et al. Coletânea universidades corporativas – Educação para as empresas do século XXI. São Paulo: Editor Adolfo Schmukler. 1999. 1 CD-ROM.

SOUZA. P. R. de. Desenvolvimento e alinhamento dos talentos humanos às estratégias empresariais: o surgimento das universidades corporativas. In: EBOLI, Marisa. (coordenadora) et al. Coletânea universidades corporativas – Educação para as empresas do século XXI. São Paulo: Editor Adolfo Schmukler. 1999. ISBN 85-85699-84-3.

SOUZA. S. L. ENC: Capítulo 5 da Tese [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por <mfreitas@eps.ufsc.br>; em 17. Mar. 2003.

SVEIBY, K. E. Knowledge Management. [S.I.]. Disponível em: <http://www2.eis.net.au/~karlerik/kn.mang/html>. Acesso em: 04. mar. 1998.

TEIXEIRA FILHO, J. Comunidades Virtuais: como as comunidades de práticas na Internet estão mudando os negócios. Rio de Janeiro: SENAC, 2002. 184p. ISBN: 85-87864-16-5.

THIOLLENT, M. Metodologia de pesquisa-ação. São Paulo; Cortez, 1996.

THIOLLENT, M. Pesquisa-ação nas organizações. São Paulo; Atlas, 1997, ISBN 85-224-1717-2.

TOMÁS, A.; SANTOS, V. Mudança: Organizações, grupos, pessoas. In: Formação, Trabalho e Tecnologia: Para uma nova cultura organizacional. Celta Editora: Oeiras/PT, 1998. ISBN: 972-774-021-9.

TOMEI, P. A. Análise comparativa dos programas de treinamento e desenvolvimento de recursos humanos: Brasil – Estados Unidos. 1988. Tese (Doutorado em Economia e Administração) - Faculdade de Economia e Administração - Universidade de São Paulo, São Paulo. Paginação Irregular.

TRINDADE, J. A.; FILHOAIS, C. A Realidade Virtual no Ensino e Aprendizagem da Física e da Química. [S.I.,s.n.]. Disponível em: <http://www.fis.uc.pt/Read_c/RV/Ensino/artigo.htm>. Acesso em: 18. agos. 1998.

UFSC. RESOLUÇÃO No. 053/CEPE/95, de 31 de agosto de 1995.

UNESCO. Declaração Mundial sobre a Educação Superior no Século XXI: Visão e Ação. Paris, França, out. 1998.

VIEIRA. M. Conceitos e princípios relacionados com o ensino a distância. Aspectos históricos. [S.I., s.n.].Disponível em: <http://www.ugr.es/~ri/wh11g_15.htm>. Acesso em: 09. agos. 1996.

VILELA, A. Demanda local descentraliza universidade corporativa: Experiência permite adequar conteúdo a diferentes regiões e públicos. São Paulo: Jornal Gazeta Mercantil. 7,8,9 de junho/2002.

WILK, E. O. O Uso de uma Análise de Core Competences na Formulação de um Portfólio de Opções de Diversificação. [S.I.,s.n.] Disponível em: <http://members.lycos.co.uk/Dablium/artigo01.htm>. Acesso em: 03.mai.2003.

WOOD JR., T. Mudança organizacional: aprofundando temas atuais em administração de empresas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1995. ISBN 85−224−1343−6.