Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Sexo Conexo

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/978-85-910418-0-0

 

Marcelo Sampaio de Alencar

 

978-85-910418-0-0 front

A leitura de Sexo Conexo é um prazer a cada capítulo. A elaboração minuciosa, informativa e didática da composição, entrameada do lirismo concedido pela poesia e pela presença do humor sofisticado, tão ao gosto do autor, conferem ao assunto a ludicidade necessária ao aprendizado, como preconizada o filósofo Platão, por volta de 400 a.C.

Mas, o desenrolar de uma bem urdida trama, com a utilização dos recursos de personagens e seus diálogos, no trato de quase todos os temas, humanizam a obra, imprimem a emoção precisa e revelam recortes da vida pessoal do autor ou de familiares seus.

A doce convivência com as avós inspiraram-lhe as falas de práxis; a paixão e o devotamento pela investigação científica, inspiraram-lhe a neta. Poder-se-ia dizer, ser a sabedoria dos antigos explicadas pelas teorias dos modernos estudiosos, como o autor.

O relato respeitoso das crenças e tabus que sempre envolveram o sexo, no passado, trazidos pelas falas da avó, revelam a elegância do iluminista contemporâneo consciente do legado a ser explicado.

Tratar de amor, cientificamente, sem imprimir aridez, é difícil. Ou, liricamente, sem descambar para o melodrama, da mesma forma. Maior dificuldade, ainda, estará em tratar de sexo, sempre propenso a interpretações multifárias. Neste livro, amor e sexo são tratados, a um só tempo, de forma científica e lírica; leiga e epistemológica.

O estudioso da ciência da engenharia, dono de um curriculum vasto e invejável, abre espaço para revelações de um espirito forjado também pelas lendas das cidades do interior do Brasil, pelo cotidiano da família-padrão brasileira, pelas peraltices infantis, pelas incursões ao imaginário e crendices populares, tudo sem arredar pé da cientificidade.

Sob o fio condutor do encontro entre avó e neta, o autor passeia, com desenvoltura admirável, e enfrenta temas – quase todos polêmicos – com maturidade e (certa) isenção – porque a expressão mais completa de seu pensamento aparece, com desprendimento e coragem, nas reflexões que introduzem os capítulos e lhes servem de mote.

A apropriação de teorias da biologia à psicanálise; dos mitos e dos relatos da História, antiga e contemporânea, fazem desfilar, a um só tempo, Charles Darwin e Hernan Hesse (que de nossa geração não leu Sidarta ou O Lobo da Estepe?); Sigmund Freud, Chico Buarque e Ruy Guerra, em uma inusitada e bem sucedida fusão cultural.

A despeito de não se tratar de uma obra de ficção pura, há uma surpreendente revelação final, como o desfecho de um suspense não sugerido, bem ao estilo dos romances do século XIX, que consolida a competência do literato.

Trata-se, sem sombra de dúvida, de uma obra de caráter científico, didático, informativo; mas, descrita pela veia do sentimento, regada ao lirismo do autor-poeta.

É, certamente, um livro para todas as idades, para os mais variados gostos e para as melhores casas do ramo.

Kadja Parente

compre agora

Dados Catalográficos

Título: Sexo Conexo
Autor(es): Marcelo Sampaio de Alencar
Idioma: Português
Ano: 2010
Páginas: 153
ISSN: 978-85-910418-0-0
DOI: http://dx.doi.org/10.12702/978-85-910418-0-0