Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Produção de Cenoura e Beterraba em Sistema Consorciado Submetido à Fertirrigação e Adubação Convencional

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a093

 

downloadpdf

A. F. S. Cruz1, A. R. S. de Andrade2, A. H. G. Neto1, H. A. S. Oliveira1, J. G. Barbosa1 & G. M. Santos2

 

Resumo: O presente trabalho teve por objetivo avaliar características de produção do consórcio entre a cultivar de cenoura ‘Brasília’ e beterraba ‘Early Wonder Tall Top’, em função das doses de nitrogênio e potássio aplicadas de forma convencional e através da fertirrigação. O experimento foi conduzido na UFRPE\UAG em Garanhuns/PE, instalado em um sistema de irrigação localizada. Utilizou-se o delineamento estatístico em blocos casualizados, com os tratamentos distribuídos em arranjo fatorial 2 x 2, sendo dois sistemas de cultivo (consórcio e solteiro) e dois manejos de adubação (convencional e via água de irrigação), com 4 repetições, totalizando 16 unidades experimentais. A adubação NPK seguiu a recomendação da análise de solo para cultura da cenoura e da beterraba. Para cenoura a adubação convencional as quantidades requeridas de NK foram realizadas em três parcelamentos com três aplicações de 40 kg ha-1 de N (no plantio, 20 e 40 dias após a semeadura – DAS) na forma de uréia e 60 kg ha-1 K2O (em uma única aplicação no plantio) na forma de cloreto de potássio, e para a beterraba a adubação convencional foram realizadas em três parcelas de 20 kg ha-1 de N (no plantio, 20 e 40 DAS) e 180 kg ha-1 K2O em uma única aplicação, no plantio. A adubação via água de irrigação foi aplicada em dez parcelamentos: no plantio, 10, 20 30, 40, 50, 60, 70, 80 e 90 DAS, nas quantidades relativas (%) de 20, 0, 5, 10, 10, 15, 15, 20, 5, 0, respectivamente. A adubação fosfatada foi aplicada tradicional manual em dose única com aplicação de 200 e 360 kg ha-1 P2O5; para cenoura e beterraba, respectivamente. Os resultados mostraram que houve diferenças nos sistemas de cultivo para as duas culturas. O melhor resultado foi obtido para o sistema de cultivo não consorciado e com o manejo de adubação via água de irrigação.

Palavras-chave: Sistema de cultivo, Manejo da irrigação, Produção.

 

Abstract: This study aimed to evaluate the consortium production characteristics between the carrot cultivar “Brasília” and beet “Early Wonder Tall Top”, on the basis of nitrogen and potassium applied conventionally and through fertigation. The experiment was conducted at UFRPE\UAG in Garanhuns / PE, installed in a drip irrigation system and the venturi. We used the statistical design of randomized blocks, with treatments distributed in a factorial 2 x 2, two cropping systems and two management fertilization with four repetitions, totaling 16 treatments. The NPK fertilization followed the recommendation of soil analysis for the carrot crop, where nitrogen and potassium were applied conventionally and via irrigation water.  For carrot conventional fertilization the required amounts of NK were held in three installments with three applications of 40 kg ha-1 N (at planting, 20 and 40 days after sowing - DAS) as urea and 60 kg ha-1 K2O (in a single application at planting) in the form of potassium chloride, and the conventional beet fertilization was performed in three portions of 20 kg ha-1 N (at planting, 20, and 40 DAS) and 180 kg ha-1 K2O in a single application at planting. Fertilization through irrigation water was applied in ten installments: sowing, 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80 and 90 DAS, the relative amounts (%) of 20, 0, 5, 10, 10, 15, 15, 20, 5, 0, respectively. The phosphate fertilizer was applied traditional manual application with a single dose of 200 and 360 kg ha-1 P2O5; for carrots and beets, respectively. The results showed differences in cultivation systems for both crops. The best result was obtained for non intercropping system and the management of fertilizer through irrigation water.

Key words: System of cultivation, irrigation management, production.

 

1 Graduandos do curso de Agronomia, Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE, Campos: Unidade Acadêmica de Garanhuns – UAG, Avenida Bom Pastor, s/n - Boa Vista, CEP 55.296-901 - Garanhuns/PE adiel.cruz@agronomo.eng.br; agrohonorato@gmail.com; helvioaristoteles@yahoo.com.br; jesimielgb@live.com.
2 Professor (a), Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE, Campos: Unidade Acadêmica de Garanhuns – UAG, Avenida Bom Pastor, s/n - Boa Vista, CEP 55.296-901 - Garanhuns/PE, arsahot@hotmail.com; gilmamabel@uag.ufrpe.br

 

Literatura Citada

ALBUQUERQUE, J. de A. A. de; SEDIYAMA, T.; ALVES, J. M. A.; SILVA, A. A. da; UCHÔA, S. C. P.. Cultivo de mandioca e feijão em sistemas consorciados realizado

ALVARENGA, M.A.R. Cultura do Tomateiro. Editora UFLA, 2000, 91 p.

BARCELOS, J.C. de. Desempenho da beterraba ´katrina` submetida a lâminas de água e doses de nitrogênio aplicadas via fertirrigação. Tese (Produção Vegetal), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – Unesp, Câmpus de Jaboticabal, 79p., 2010.

CARRIJO, O.A.; VIDAL, M.C.; REIS, N.V.B.; SOUZA, R.B.; MAKISHIMA, N. Produtividade do tomateiro em diferentes substratos e modelos de casas de vegetação. Horticultura Brasileira, Brasília, v.22, n.1, p.05-09, jan-mar 2004.

CECÍLIO FILHO AB. 2005. Cultivo consorciado de hortaliças: desenvolvimento de uma linha de pesquisa. Jaboticabal: UNESP – FCAV. 85p (Tese livre docência).

CECILIO FILHO, A. B.; COSTA, C. C; REZENDE, B. L. A; VAN LEEUWEN, R.. Viabilidade produtiva e econômica do consórcio entre chicória e rúcula em função da época de plantio. Revista Horticultura Brasileira, vol.26, n.3, p. 316-320, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362008000300005

FERREIRA, D. F. 2000. Análises estatísticas por meio do Sisvar para Windows versão 4.0. In.. .45a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade internacional de Biometria. UFSCar, São Carlos, SP, 255-258.

FERREIRA, D. F. 2000. Análises estatísticas por meio do Sisvar para Windows versão 4.0. In.. .45a Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade internacional de Biometria. UFSCar, São Carlos, SP, 255-258.

FERREIRA, D.F. Sisvar versão 4.3. (Build 45). Lavras: Universidade Federal de Lavras, 2003.

FRIZZONE, J. A.; FREITAS, P. S. L.; REZENDE, R.; FARIA, M. A.: Irrigação: Gotejamento e Microaspersão. Maringá, Eduem, 2012.

RELUENGO, R.F.A.; CALBO, A.G.; LANA, M.; MORETTI, C.L.; HENZ, G.P Classificação de hortaliças. Brasília: Embrapa hortaliças, 1999. 61 p. (Embrapa hortaliças. Documentos, 22).

MAROUELLI, W.A.; OLIVEIRA, R.A.; SILVA, W.A. Irrigação da cultura da cenoura. Brasília, DF: Embrapa Hortaliças, 207. 13p (Embrapa hortaliça. Circular técnico, 48)

MONTEZANO, E.M.; PEIL, R. M. N. Sistemas de consórcio na produção de hortaliças. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v. 12, n. 2, p. 129 -132, 2006.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Disponível em <http://www.ibge.gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=pe>. Acesso em: 18 abril. 2015.

OLIVEIRA EQ; BEZERRA NETO F; NEGREIROS MZ; BARROS JÚNIOR AP. 2004. Desempenho agroeconômico do bicultivo de alface em sistema solteiro e consorciado com cenoura. Horticultura Brasileira v.22: 712-717p. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362004000400009

TEIXEIRA, I. R.; MOTA, J.H.; SILVA, A. G. da. Consórcio de hortaliças. Revista Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 26, n. 4, p. 507-514, 2005 http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2005v26n4p507

TRANI, P.E.; FORNASIER, J.B.; LISBÃO, R.S. Nutrição mineral e adubação da beterraba. In: FERREIRA, M.E.; CASTELLANE, P.D.; CRUZ, M.C,.P. (Ed) Nutrição e adubação de hortaliças. Piracicaba: Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato. p.429-446, 1993.

VIEGAS NETO, A.L.; HEINZ, R.; GONÇALVES, M.C.; CORREIA, A.M.P.; MOTA, L.H. de S.; ARAÚJO, W.D. Milho pipoca consorciado com feijão em diferentes arranjos de plantas. Pesquisa Agropecuária Tropical [online], v.42, n.1, p. 28-33, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S1983-40632012000100004

VIEIRA, J.V.; PESSO, HOMERO B. S. V. Embrapa Hortaliças Sistemas de Produção, 5 ISSN 1678-880X Versão Eletrônica, 2008. Disponível em: < http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Cenoura/Cenoura_Daucus_Carota/cultivares.html> Acesso em 19 de fevereiro de 2015.

VIEIRA, J.V.; RITSCHEL, P.S.; CHARCHAR, J.M.; LANA, M.M.; LIMA, D. B.; LOPES, C.A.; MOITA, A. W. Alvorrada: Nova cultivar de cenoura para plantio de verão. Brasília: Embrapa hortaliças, 2000.