crosscheckdeposited

Índice de Capacidade do Processo na Obstrução de Tubos Gotejadores com Uso de Esgoto Doméstico

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a186

 

downloadpdf

F. D. Szekut1, M. R. Klein2, M. D. Ribeiro3, C. A. V. Azevedo4, R. O. Batista5 & D. B. Santos6

 

Resumo: A aplicação de esgoto doméstico tratado na irrigação por gotejamento há risco de obstrução proveniente da má qualidade da água. Para monitorar os sistemas de irrigação, coeficientes de uniformidade são utilizados, no entanto, tais coeficientes não consideram a vazão especificada em projeto. Objetivou-se aplicar a estatística de controle de qualidade, através do índice de capacidade do processo, para analisar o processo de obstrução de tubos gotejadores com o uso de esgoto doméstico tratado. O experimento foi realizado o Instituto Nacional do Semiárido na cidade de Campina Grande - PB - Brasil. Consistiu no funcionamento por 1152 horas de três tubos gotejadores com emissores do tipo labirinto com esgoto doméstico tratado, monitorados a cada 36 horas calculando o coeficiente de uniformidade de distribuição o índice de capacidade de processo unilateral. O índice de capacidade do processo monitora não apenas a variabilidade da vazão no sistema, como também suas reduções ocasionadas pela obstrução do sistema baseando-se nas especificações tomadas em projeto.

Palavras-chave: Gotejamento, CUD, emissores.

 

Abstract: The application of sewage treated in drip irrigation is no risk of obstruction from the poor water quality. To monitor irrigation systems, uniformity coefficient are used, however, these coefficients do not consider the rate specified in the project. The objective was to implement the quality control statistics, through the process capability index to analyze the dripline of obstruction process with the use of treated domestic sewage. The experiment was conducted the National Institute for Semi-Arid in the city of Campina Grande - PB - Brazil. Consisted in operation for 1188 hours three dripline with the labyrinth emitters with treated sewage, monitored every 36 hours by calculating the distribution uniformity coefficient unilateral process capability index. For the specification limits with 7% to plus or minus the design flow, the process capability index was able to meet the requirements for 36, 144 and 36 hours of operation for the dripline G1, G2 and G3 respectively. The closer are the limits of specifications adopted flow, the lower the probability of the process to maintain the quality of application. The process capability index monitors not only the variability of flow in the system, as well as their reductions caused by obstruction of the system based on the specifications made in the project.

Key words: Drip, CUD, issuing.

 

1 Mestre, Doutorando em Engenharia agrícola da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Centro de Tecnologia em Recursos Naturais (CTRN), Campina Grande – PB, Email: flaviodanielszekut@gmail.com
2 Doutorando CTRN/UFCG, Campina Grande – PB.
3 Prof. Assistente UFPR, Jandaia do Sul - PR.
4 Prof. Titular CTRN/UFCG, Campina Grande - PB.
5 Prof. Adjunto UFERSA, Mossoró - RN.
6 Prof. Adjunto IF-Baiano, Senhor do Bonfim - BA.

 

Literatura Citada

CUNHA F. N.; SILVA N. F.; TEIXEIRA M. B.; CARVALHO J. J.; MOURA L. M. F.; Santos C. C. Coeficientes de uniformidade em sistema de irrigação por gotejamento. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, v.8, nº.6, p. 444 - 454, 2014. http://dx.doi.org/10.7127/rbai.v8n600254

DENÍCULI, W.; BERNARDO, S.; THIÉBAUT, J. T. L.; SEDIYAMA, G.C. Uniformidade de distribuição de água, em condições de campo num sistema de irrigação por gotejamento. Revista Ceres, v. 27, n. 150, 1980.

CHEN K. S.; HUANG H. L.; HUANG C. T. Control Charts for One-sided Capability Indices. Quality & Quantity, v. 41, p. 413 - 427, 2007. http://dx.doi.org/10.1007/s11135-006-9013-y

COSTA, A. F. B.; EPPRESCHT, E. K.; CARPINETTI, L. C. R. Controle estatístico de qualidade. São Paulo: Atlas, 2004.

GONÇALEZ P. U. & WERNER L. Comparação dos índices de capacidade do processo para distribuições não-normais. Gestão & Produção, v. 16, n. 1, p. 121-132, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2009000100012

JUCHEN C. R.; SUSZEK F. L.; BOAS M. A. V. Irrigação por gotejamento para produção de alface fertirrigada com águas residuárias agroindustriais. Irriga, v.18, n.1, p.243-256, 2013. http://dx.doi.org/10.15809/irriga.2013v18n2p243

KAHRAMAN C. & KAYA I. Fuzzy process capability indices quality control of irrigation water. Stochastic Environmental Research Risk Assessment, v.23, p.451-462, 2009. http://dx.doi.org/10.1007/s00477-008-0232-8

LIMA, A. A. N., LIMA, J. R., SILVA, J. L., ALENCAR, J. R. B. SOARES SOBRINHO, J. L., LIMA, L.G., ROLIM NETO, P. J. Aplicação do controle estatístico de processo na industria farmacêutica. Rev. Ciênc. Farm. Básica Apl., v. 27, n.3, p.177-187, 2006.

MILAN M., FERNANDES R. A. T. Qualidade das operações de preparo do solo por controle estatístico de processo, Scientia Agricola, v.59, n.2, p.261-266, 2002. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162002000200009

MONTGOMERY, D. C. Introdução ao controle estatístico da qualidade. Tradução: Farias, A. M. L., Flores, V. R. L. F., Laurencel, L. C. 4. ed. Rio de Janeiro, 2009.

SOUZA J. A. R.; MOREIRA D. A. Efeitos da aplicação de esgoto sanitário submetidos a diferentes níveis de tratamento em sistemas de irrigação localizada. Engenharia Ambiental -Espírito Santo do Pinhal, v. 9 ,n. 2, p. 145-158, 2012.

TAKAHASHI F. H.; CASSOLI L. D.; MACHADO P. F. Utilização do controle estatístico de processos (cep) como indicador de violação em programas de pagamento do leite pela qualidade. Ciência Animal Brasileira, v.12, n.4, p. 661 – 669, 2011. http://dx.doi.org/10.5216/cab.v12i4.14873