Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Análise de Dependência Espacial de Parâmetros Químicos em Solos Submetidos a Diferentes Manejos no Semiárido

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a203

 

downloadpdf

J. S. J. Cavalcante1, A. C. M. Souza2, P. R. F. Sampaio3, L. L. N. Ferreira4, L. C. de A. Lemos Filho5 & K. M. P. Silva6

 

Resumo: O solo como recurso natural dinâmico, pode ser degradado pelo uso antrópico inadequado, causando interferências negativas no equilíbrio ambiental. Essa degradação pode ser influenciada pela cobertura do solo, tipos de uso, manejo e processos de formação nos quais exprimem variabilidades que podem ser dependentes ou não do ponto de vista espacial. O presente estudo foi realizado na Fazenda Experimental Rafael Fernandes, na comunidade de Alagoinha - Mossoró/RN. O objetivo foi avaliar e mapear a variabilidade espacial dos atributos químicos: pH e Potássio, em um Latossolo Vermelho Amarelo Argissólico franco arenoso. Foram selecionadas duas áreas amostrais: área 1) monocultivo de banana e área 2) mata nativa. As coletas foram realizadas através de um levantamento, por amostragem sistemática, em um grid de espaçamento regular com 20 pontos espaçados a cada 6 metros totalizando uma área de 900 m2 (30 x 30 m), sendo as amostras deformadas e coletadas na profundidade de 0,00 - 0,30m. Dentre as características químicas do solo avaliadas, todas apresentaram dependência espacial na profundidade estudada, sendo a área de MB a apresentar maior variabilidade espacial da variável pH, quando comparada com a área de MN, e destacando-se dentre os demais nutrientes, o potássio apresentou um aumento significativo na área de MB. A variável pH na área de MB teve tendência à alcalinidade.

Palavras-chave: Krigagem. Química do solo. Zonas homogêneas.

 

Abstract: The soil as a dynamic natural resource can be degraded by inappropriate anthropic use, causing interference with the negative environmental balance. This degradation can be influenced by soil cover, types of use, management and training processes which express the variability that can be dependent or not the spatial point of view. This study was conducted at the community Experimental Farm Rafael Fernandes, of Alagoinha - Mossoró/RN. The objective was to assess and map the spatial variability of chemical properties: pH and Potassium, in a Typic argisolic franc-sandy. Area 1) banana monoculture and area 2) native forest: two sites were selected. Sampling was conducted through a survey by systematic sampling on a regular grid spacing of 20 points spaced every 6 meters with a total area of 900 m2 (30 x 30 m), and being deformed samples collected at depth 0.00 - 0,30 m. Among the chemical characteristics of the soil evaluated, all showed spatial dependence studied in depth, with an area of MB to represent the spatial variability of pH and Potassium compared with the area of MN variables, and standing out among the other nutrients, potassium showed a significant increase in the area of MB. The variable pH in the MB area tended to alkalinity.

Key words: Kriging. Soil chemistry. Homogeneous zones.

 

1 Mestranda em Manejo de Solo e Água, UFERSA, Mossoró - RN. E-mail: jussiara_sonally@hotmail.com
2 Doutoranda em Manejo de Solo e Água, UFERSA, Mossoró - RN. E-mail: anaclaudia.gambiental@hotmail.com
3 Doutorando em Engenharia de Sistemas Agrícolas, ESALQ/USP, Piracicaba - SP. E-mail: ramualyson@hotmail.com
4 Mestranda em Manejo de Solo e Água, UFERSA, Mossoró - RN. E-mail: larissa.nic@hotmail.com
5 Professor Adjunto II, UFERSA, Mossoró - RN. E-mail: lcalfilho@ufersa.edu.br
6 Doutoranda em Fitotecnia, UFERSA, Mossoró - RN. E-mail: kmariany_assu@hotmail.com

 

Literatura Citada

BORGES, A. L.; KIEHL, J. C. Cultivo de frutíferas perenes e de mandioca sobre propriedades químicas de um Latossolo amarelo álico de Cruz das Almas (BA). Revista Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, v. 21, n. 2, p. 341-345, 1997.

CAIRES, E. F.; BLUM, J.; BARTH, G.; GARBUIO, F. J.; KUSMAN, M. T. Calagem na superfície em sistema plantio direto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 24, n. 1, p. 161-169, 2000.

CARMO FILHO F.; OLIVEIRA O. F. Mossoró: um município do semi-árido nordestino, caracterização climática e aspecto florístico. Mossoró: ESAM, (Coleção Mossoroense, Série B) 62p. 1995.

COUTO, E. G.; KLAMT, E.; STEIN A. Estimativa do teor de argila e do potássio trocável em solos esparsamente amostrados no sul do estado do Mato Grosso. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 24, p. 129-139, 2000.

DOURADO NETO, D. Variabilidade espacial das alturas de chuva e irrigação e de potenciais da solução do solo, Piracicaba, São Paulo. 1989. 180 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura "Luiz Queiroz", Universidade de São Paulo.

EMBRAPA. Manual de métodos de análise de solo. Rio de Janeiro: EMBRAPA Solos, 1997. 212p.

EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 2.Ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA, 2006. 412p.

LIBARDI, P. L.; MANFRON, P. A.; MORAES, S. O.; TUON, R. L. Variabilidade da umidade gravimétrica de um solo hidromórfico. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 20, p. 1-12, 1996.

MELLO, J. M.; SCOLFORO, J. R. S. Análise comparativa de procedimentos de amostragem em um remanescente de Floresta Estacional Semidecídua Montana. Revista Árvore, Viçosa, v. 24, n. 1, p. 55-62, 2000.

OLIVEIRA, C. M.; NAPPO, M. E.; PASSOS, R. R.; MENDONÇA, A. R. Comparação entre atributos físicos e químicos de solo sob floresta e pastagem. Revista Científica Eletrônica de Engenharia Florestal. Garça, São Paulo, n.12, 2008.

QUARTEZANI, W. Z. Geoestatística no estudo da variabilidade espacial de atributos químicos e físicos do solo e da produtividade da pimenta-do-reino. 2008. 96f. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2008.

SHAPIRO, S. S; WILK , M. B. An analysis of variance test for normality (complete samples). Biometrika, Oxford, v. 52, n. 2, 1965.

SILVEIRA, P. M.; SILVEIRA NETO, A. N.; STONE, L. F.; OLIVEIRA, L. F. C. Efeito do preparo e rotação de culturas em alguns atributos químicos de um latossolo vermelho distrófico. Bioscience Journal, Uberlândia-MG, v. 21, n. 3, p. 85-91, sep/dec. 2005.

VIEIRA, S. R. Geoestatística em estudos de variabilidade espacial do solo. In: NOVAIS R. F.; ALVAREZ, V., V. H.; SCHAEFER, G. R. Tópicos em ciência do solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, 2000. v. 1, p.1-54.