Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Floração, Maturação e Produtividade do Cafeeiro Conilon Submetido a Diferentes Períodos de Estresse Hídrico

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a218

 

downloadpdf

J. B. Loss1, G. H. S. Vieira2, J. M. Correa3, P. A. V. Lo Monaco4 & C. M. M. Poloni5

 

Resumo: A desuniformidade de maturação dos grãos do cafeeiro na colheita é um dos grandes problemas, quando se almeja uma bebida de qualidade. Objetivou-se com este trabalho, avaliar a uniformidade de emissão dos botões florais, maturação dos grãos e a produtividade do cafeeiro conilon cultivar “Vitória Incaper 8142”, em função de diferentes períodos de estresse hídrico. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados, com dez repetições e quatro níveis de estresse hídrico (0; 20; 40 e 60 dias),  induzidos pela interrupção da irrigação, no período pós-colheita. A diferença de pelo menos um dos tratamentos foi avaliada por meio do Teste de Kruskal-Wallis e, em seguida, procedeu-se ao Teste de Comparações Múltiplas de Student Newman Keuls a 5% de probabilidade. Verificou-se por meio dos resultados obtidos que a emissão de botões florais é influenciada pelos diferentes números de dias em que a lavoura permanece sem irrigação no período pós-colheita. Vinte dias de déficit hídrico no período pós-colheita, possibilita maior escore de qualidade de floração, o que representa maior uniformidade da florada e da maturação dos grãos, refletindo em maior percentual de grãos no estágio cereja. A produtividade não apresentou diferenças estatísticas entre os tratamentos.

Palavras-chave: Coffea canephora, uniformização da floração, manejo de irrigação.

 

Abstract: The desuniformity of maturation of the coffee grains at harvest is a major problem, when crave a quality beverage. This study aimed evaluates the uniformity of emission of flower buds, grain maturity and yield of conilon coffee "Vitória Incaper 8142", in function of different periods of water stress. The experimental design was randomized blocks, with ten replications and four levels of water stress (0; 20; 40 e 60 days), induced by interruption of irrigation, on post-harvest period. The difference in at least one of the treatments was evaluated using the Kruskal-Wallis test, and then proceeded to the Multiple Comparison Test Student Newman Keuls at 5% probability. It was verified by the results obtained that the emission of flower buds is influenced by different numbers of days when the crop remains without irrigation in the post-harvest period. Twenty days of water deficit in the post-harvest period, enables greater flowering quality score, which is more uniform flowering and grain maturation, resulting in a higher percentage of grains in the cherry stage. Productivity showed no statistical differences between treatments.

Key words: Coffea canephora, flowering uniformity, irrigation management.

 

1 Acadêmica de Agronomia, IFES campus Santa Teresa – ES. E-mail:jessica.bloss@hotmail.com
2 Doutor, Professor do IFES campus Santa Teresa – ES. E-mail: ghsvieira@gmail.com
3 Acadêmico de Agronomia, IFES campus Santa Teresa – ES. E-mail: j.montoanelli@gmail.com
4 Doutora, Professora do IFES campus Santa Teresa – ES. E-mail: paolalomonaco2004@yahoo.com.br
5 Acadêmico de Agronomia, IFES campus Santa Teresa – ES. E-mail: cmp.2010@hotmail.com

 

Literatura Citada

BERNARDO, S.; SOARES, A. A.; MANTOVANI, E.C. Manual de Irrigação. 7ª ed. Viçosa: Ed. UFV, 2005. 611 p.

BOMFIM NETO, H. Influência do déficit hídrico na floração do cafeeiro arábico, monitorado pelo desenvolvimento do botão floral e potencial hídrico da planta. 2007. 36 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG.

GUERRA, F.; ROCHA, O. C.; RODRIGUES, G. C.; SANZONOWICZ, C. Manejo da irrigação do cafeeiro, com estresse hídrico controlado, para uniformização de florada. In: Zambolim, L. Boas Práticas Agrícolas na Produção de Café. 2006. p.83-116.

GUERRA, A. F.; ROCHA, O. C.; SANZONOWICZ, C.; RODRIGUES, G. C.; BARTHOLO, G. F.; CORDEIRO, A.; LAVAGNINI, G. V. Produtividade, floração e maturação do café arábica em função da intensidade e do período de estresse hídrico. In: VII Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, 2011, Araxá. VII Simpósio de Pesquisas dos cafés do Brasil, 2011.

KLEIN, V. A. Física do Solo. Ed. Universidade de Passo Fundo, 2008. 212 p.

MANTOVANI, E. C.; BERNARDO, S.; PALARETTI, L. F. Irrigação: princípios e métodos. 3ª ed. Viçosa: Ed. UFV, 2009. 355 p.

PINOTTI, E. B.; BARBOSA, R. Z.; ARAÚJO, H. M.; PEDRÃO, G. H. Utilização do estresse hídrico induzido no cafeeiro (Coffea arabica). Revista Científica Eletrônica de Agronomia. Ano VII, n° 15, Junho de 2009.

PREZOTTI, L. C.; GOMES, J. A.; DADALTO, G. G.; OLIVEIRA, J. S. de. Manual de recomendação de calagem e Adubação para o Estado do Espírito Santo – 5° aproximação. Vitória, ES, 2007. 305p.

RENA, A.B., MAESTRI, M. Relações hídricas no cafeeiro. In: ITEM. Irrigação e Tecnologia Moderna, p.64-73, 2000.

RICHARDS, L. A. Methods of measuring soil moisture tension. Soil Science, Madison, v.68, p.85-112, 1949. http://dx.doi.org/10.1097/00010694-194907000-00008

ROCHA, O. C.; GUERRA, A. F.; RODRIGUES, G. C.; SANZONOWICZ, C.; SILVA, F. A. M.; RIBEIRO, L. F.; TOLEDO, P. M. dos R. Manejo estratégico de irrigação para a cultura do café (Coffea arabica L.) no Cerrado brasileiro. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 5., 2007, Águas de Lindóia, SP. Anais... Brasília, DF: Embrapa Café, 2007.

SILVA, A. C. da; LIMA, L. A.; EVANGELISTA, A. W.; MARTINS, C. P. Evapotranspiração e coeficiente de cultura do cafeeiro irrigado por pivô central. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 15, n° 12, p. 1215-1221, 2010.