Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Qualidade Pós-Colheita do Meloeiro Cultivado sob Diferentes Concentrações de Macronutrientes em Sistema Semi-Hidropônico

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a328

 

downloadpdf

K. M. P. Silva2, C. R. Cosme3, N. da S. Dias4, I. S. R. de Queiroz5, K. B. da Silva6 & I. F. B. de Sousa7

 

Resumo: O Estado do Rio Grande do Norte é o segundo maior exportador de melão do Brasil. O cultivo semi-hidropônico tornou-se uma alternativa por permitir uma maior eficiência na produção, e facilidade na absorção de água e nutrientes pelas plantas. Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade pós-colheita do melão Gália (Cucumis melo L., cultivar “Néctar”), cultivado em sistema semi-hidropônico. A pesquisa foi realizada em casa de vegetação, no DCAT – UFERSA, Mossoró-RN, no período de junho a agosto de 2014. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, sendo composto de cinco blocos e cinco tratamentos, totalizando 25 parcelas experimentais. Foram avaliados o efeito de cinco concentrações de macronutrientes referentes às proporções de (12,5; 25;50;75;100%), do quantitativo de nutrientes proposto para o cultivo de melão. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e comparação de médias pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade. A concentração de 12,5% da concentração de macronutrientes proporcionou resultados expressivos para acidez titulável e aos sólidos solúveis.

Palavras-chaveCucumis melo L. cultivo sem solo. macronutrientes

 

Abstract: Rio Grande do Norte is the second largest melon exporter State in Brazil. The semi-hydroponics cultivation- became an alternative for enable higher production, and allow an ease water and nutrients uptake by plants. This study aimed to evaluate the postharvest quality of melon Gallia (Cucumis melo L., cv. "Nectar"), grown in semi-hydroponic system. The assey was conducted in a greenhouse, at DCAT - UFERSA, Mossoro /RN, from June to August 2014. The experimental design was a randomized complete block design with five blocks and five replications, totaling 25 experimental units. The effect of five concentrations referent of the proportions of macronutrients proposed for melon production (12.5; 25; 50; 75; 100%) were analysed.. Data were submitted to analysis of variance and comparison of means by Tukey test at 5% probability. The concentration 12.5%  provided significant results for titratable acidity and soluble solids.

Key words: Cucumis melo L. Cultivation without soil. Macronutrients.

 

1 Trabalho extraído de dissertação
2 Mestra em Manejo de Solo e Água, Doutoranda em Fitotecnia - UFERSA, Av. Francisco Mota, 572, Bairro Costa e Silva, CEP: 59.625-900, Mossoró – Rio Grande do Norte, Fone (84) 33178200. E-mail:karenmariany@gmail.com.
3 Professor Assistente II, DCAT/UFERSA, Mossoró, Rio Grande do Norte. Email: Christianoreboucas@ufersa.edu.br
4 Professor Doutor Adjunto II, DCAT/UFERSA, Mossoró, Rio Grande do Norte. E-mail: Nildo@ufersa.edu.br;
5 Mestrando em Manejo de Solo e Água, UFERSA, Mossoró, Rio Grande do Norte. Email: italosorac@hotmail.com
6 Doutorando em Manejo de Solo e Água, UFERSA, Mossoró, Rio Grande do Norte. Email: ketson.bruno@hotmail.com;
7 Graduando em Agronomia, UFERSA, Mossoró, Rio Grande do Norte. Email: it.basilio7@gmail.com

 

Literatura Citada

ALBUQUERQUE et al. Crep evapotranspiration Guidelines for computing crep water requirements. Rome: FAO, 2006, 279 p.(FAO, Irrigation and Drainage Paper, 56). Alves, R. E. et al. Manual de melão para exportação.EMBRAPA. Brasília, DF, 2000. 51 p.

AROUCHA, E. M. M.; NUNES, G. H. DE S.;SOUSA, A. E. D. DE; FERNANDES, P. L. DE O.;SOUZA, M. S. DE. Qualidade e potencial pós-colheita de híbridos de melão. Revista Ceres. 56(2): 181-185, 2009.

CARMO FILHO, F. DO; OLIVEIRA, O.F. de. Mossoró: um município do semi-árido nordestino, caracterização climática e aspecto florístico. Mossoró: ESAM, 1995. 62p. (Coleção Mossoroense, série B).

CHITARRA, M.I.F.; CHITARRA, A.B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. Lavras: ESAL / FAEPE, 1990. 208 p.

CHOUDHURY, E.N.; FARIA,C.M.B. Influência da vermiculita sobre a produção de melão e intervalo de variação no trópico semi-árido do nordeste. Petrolina, PE: EMBRAPA/ CPTSA, 1982. 20p.

COELHO, E. L.; FONTES, P. C. R.; FINGER, F. L.; CARDOSO, A. A. Qualidade do fruto de melão rendilhado em função de doses de nitrogênio. Bragantia, Campinas, v.62, n.2, p.173-178, 2003. http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052003000200001

COSTA, C.C.; CECÍLIO FILHO, A. B.; CAVARIANI, R. L.; BARBOSA, J. C. Concentração de potássio na solução nutritiva e a qualidade e o número de frutos de melão por planta em hidroponia. Ciência Rural, Santa Maria, v.34, n.3, p.731-736, 2004. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782004000300012

FAO. 2012. FAOSTAT, ProdSTAT-Crops 1.faostat.fao.org. Fernandes, A. L. T.; Rodrigues, G. P.; Testezlaf, R. Mineral and an organomineral fertirrigation in relation to quality of greenhouse cultivated melon. Scientia Agricola, v.60, p.149-157, 2003.

FILGUEIRA, F.A.R. Novo Manual de Olericultura: Agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. Viçosa: UFV, 2003. 402p.

FURLANI, P.R.; SILVEIRA, L.C.P.; BOLONHEZI, D.; FAQUIN, V. Cultivo Hidropônico de plantas. Campinas: Instituto Agronômico (IAC), 1999, 52p. (Boletim Técnico, 180).

MASCARENHAS; F. R; MEDEIROS; D. C.DE; MEDEIROS; J.F. DE; .DIAS; P.M.S; SOUZA. M. S. DE M; Produção e qualidade de melão gália cultivado sob diferentes níveis de salinidade. Revista Verde, Mossoró, v. 5, n. 5, p.171-181, dez. 2010.

MORAIS, P. L. D.; SILVA, GALDINO, G; MAIA, E. N.; MENEZES, J.B. Avaliação das tecnologias pós-colheita utilizadas e da qualidade de melões nobres produzidos para exportação. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.29, n.1, p.214-218, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612009000100033

SALES JÚNIOR, R.; ITO, S.C.S.; ROCHA, J.M.M.; SALVIANO, A.M.; AMARO FILHO, J.;NUNES, G.H.S. Aspectos quantitativos e qualitativos de melão cultivado sob doses de fertilizantes orgânicos. Horticultura Brasileira, Brasília, v.23, n.3, p.718-721, jul-set 2005. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362005000300005

SALES JÚNIOR, R.; DANTAS F. F.; SALVIANO A. M.; NUNES G. H.S. Qualidade do melão exportado pelo porto de Natal-RN. Ciência Rural, Santa Maria, v.36. n.1, p. 286-289, jan./fev. 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782006000100045

SANTOS JÚNIOR, J. A. Manejo de águas salinas e residuárias na produção de flores de girassol em sistema hidropônico para regiões semiáridas. 2013. 256 f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2013.

VIEIRA, G. Índices de maturação para melão (Cucumismelo L.). In: HEREDIA, M.C.V SILVA, P. S.; MENEZES, J. B.; OLIVEIRA, O. F.; SILVA, P. I. B. Distribuição do Teor de Sólidos Solúveis Totais no Melão. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 21, n. 1, p. 31-33, mar. 2004.